Autoridade do crente

Postado em
0

por Douglas Ferraz
*Diretor do Centro de Treinamento Bíblico Rhema Sede em Campina Grande-PB

“Sou aquele que vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do Hades” (Apocalipse 1.18).

Nós já sabemos que Jesus veio com o propósito de nos resgatar e nos trazer à posição original que fomos criados. Deus criou o homem com Sua natureza e deu uma ordem para que ele governasse e dominasse a terra. Mas, por causa do pecado o homem se rendeu às paixões da carne e entregou esse domínio a Satanás. No entanto, Jesus veio para salvar o homem e trouxe a oportunidade de um novo nascimento, e o nascer de novo não significa apenas esquecer o pecado, novo nascimento não para no perdão, mas consiste em receber uma nova vida!

“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra” 
(Mateus 28.18).

Precisamos entender que quem tem a chave tem o acesso. Essa chave significa autorização para algo. Na sua casa você tem as chaves, isso traz segurança porque significa dizer que lá só entrará pessoas autorizadas. Na Bíblia está escrito que Jesus quando morreu, Ele foi nas profundezas da terra, Ele não foi até lá padecer, mas retomar a autoridade perdida, e volta dizendo que tem as chaves da morte e do inferno. Ele tem a chave da autoridade! Está escrito em Filipenses que essa autoridade dada a Jesus, está em três lugares onde ela tem todo o poder: no céu, na terra e debaixo da terra.

O nome de Jesus tem poder e foi dado a cada filho como chave de autoridade. Muitas vezes, usamos esse nome em nossas orações só como tradição, porém, fazermos isso sem consciência do poder investido nesse nome, é errado. Em contrapartida, quando fazemos o contrário estamos abrindo o acesso que nos foi dado pelo nome de Jesus. 

Sendo assim, muitas pessoas são enganadas achando que quando nascem de novo elas apenas foram perdoadas do pecado e do passado, mas a Bíblia afirma que Ele nos deu autoridade para pisarmos serpentes e escorpiões, sobre todo poder do inimigo e nada nos causará dano algum. 

Dessa forma, existem situações nas quais precisamos entender que orar em nome de Jesus não é a última coisa que vamos fazer, mas sim a primeira.

Quando alguém chegar até você saiba que você possui o poder delegado do céu para colocar enfermidades e problemas para correr. Quando a circunstância aparecer, não coloque Deus em último lugar, Ele não é a última opção, é a primeira. Esse nome nos foi dado como uma herança!

Nós não podemos nos acostumar com o pensamento que está tudo ruim, pois temos um nome que tem poder para fazer diferente. O nome de Jesus cura doenças, cura Covid-19, não devemos nos atemorizar!

“E naquele dia nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar. Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra” (João 16.23).

Precisamos ultrapassar os limites de apenas usufruir de momentos específicos do poder e passarmos a viver em Jesus, pois você tem um nome que lhe dá acesso para receber tudo aquilo que você precisa para que a sua alegria seja completa. Você tem um nome pra dizer: Satanás, chega! Satanás, nunca mais!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA