Avivamento “Quebra queixo”

Postado em
0
293

por Simon Potter
(Missionário da Agência de Missões Verbo da Vida)

Jesus. O nome que representa alguém poderoso, maravilhoso, sublime, fora do comum. Só temos esse nome, o nome que faz maravilhas, Ele é tudo o que precisamos. Precisamos nos preparar para os de repentes de Deus, as intervenções para as mudanças de um curso natural isso sim, é avivamento.

Eu quero falar sobre “Avivamento quebra queixo”, que significa algo além do comum, que é sobrenatural. Deus quer fazer algo diferente e nós precisamos saber reagir a atmosfera gerada em nossos cultos. Desde do inicio até o fim, Deus tem prazer em “quebrar queixo“. Não importa se já vimos, já provamos de algo gerado por Deus, vamos ter cuidado para não tratar as coisas santas como normal, comum e natural.

Um sinal estava apontando para algo específico, o Messias e os prodígios vêm para espantar, sacudir, assustar, às vezes, pensamos “qual o propósito?”; “está na Bíblia?”. O Senhor sempre mostra sinais, prodígios e maravilhas acompanhados da Palavra, para o seu povo.

As maravilhas acontecerão dentro da Igreja, nas praças ou onde um crente estiver manifestará o sobrenatural de Deus e irá atrair as pessoas para a Igreja. Sendo assim, o peso de manifestar o avivamento não ficará apenas em uma pessoa e sim em toda a Igreja.

A história da Igreja nos revela as intervenções divinas operadas para “quebrar queixo” do seu povo. Os apóstolos manifestavam a Deus em seu dia a dia, assim deve ser hoje em dia, devemos manifestar o que Deus quer para o povo ao ponto de sermos empolgados para ir à Igreja para reabastecer e liberar.

Eu creio que esse avivamento, com uma atmosfera densa e cheia de milagres, vai pegar força, estamos prontos. Avivamento é algo muito sério, vai mexer com nossa incredulidade, nossa timidez.

Precisamos dos sinais, prodígios e maravilhas mas, também do ensinamento de Jesus. Pois, os sinais errados podem enganar e tirar o foco do avivamento. Precisamos identificar o genuíno, precisamos pregar a Palavra e não a nossa opinião.

Não podemos limitar a Deus com a nossa expectativa baixa, precisamos levantar os nossos olhos, com esperança e expectativa para o que tem para liberar onde estivermos. Na Bíblia, lemos que Zacarias fala sobre a última chuva, ele fala que todos irão ter ervas. Assim é, com a Igreja hoje, precisamos ter um foco para provar juntos do avivamento.

Avivamento é Jesus se manifestando em Seu povo, através de sua Igreja, mostrando a grandeza do Pai, fazendo milagres ordinários e extraordinários, é parte da herança dEle para nós para mostrar ao mundo quem Ele é. Precisamos sair do barco e andar sobre as águas.

O Senhor está fazendo algo por nossas mãos, Ele quer fluir e fazer maravilhas extraordinárias para “quebrar queixo“. Não podemos fazer como a cidade de Nazaré que tornou Jesus familiar , devemos mudar a motivação do nosso coração para entender que é Deus que está realizando.

Devemos deixar esse Deus que habita em nós fluir, mostrando a vida ZOE que temos.

Prepare-se para as coisas imprevisíveis em nosso meio.

Precisamos nos incendiar nessa geração, fazer diferença nessa geração. A rotina não deve nos privar de uma vida extraordinária em Deus. Vamos quebrar os limites, nosso Deus é grande, vamos engrandecer esse Deus para a glória dEle.

E por fim, enfatizou que devemos orar, impor as mãos sobre os enfermos, seja na Igreja, em casa, na rua, na praça ou em um supermercado, precisamos demonstrar os sinais, prodígios e maravilhas de Jesus, isso sim é fazer parte de um avivamento.

*Trechos da mensagem de Simon Potter no Acampamento Verbo da Vida 2018 em Campina Grande-PB.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA