Complete a sua carreira

Postado em
0
192

por Marty Blackwelder

Cada um e nós tem uma carreira para correr, um propósito divino para cumprir e, essa declaração de Paulo, em II Timóteo 4.7–8, é tão poderoso saber que ele chegou ao fim da sua carreira. Paulo enfrentou os desafios da sua vida e ministério se mantendo forte, completando o que Deus o chamou para fazer. Isso é um belo testemunho.

Podemos nos deparar com a tentação de se cansar ao longo da jornada, de perder o alvo e até mesmo se sentir frustrado quando as cosias não progridem como você esperamos. Paulo combateu o bom combate. Seria maravilhoso poder passar pela nossa vida no ministério sem oposições ou adversidade, sem pessoas difíceis as quais precisamos lidar,sem oposições físicas, financeiras ou espirituais.

Jesus nos disse em João 16.33 que vamos enfrentar adversidade, mas não devemos nos abater, Jesus já nos fez mais que vencedores. É importante que percebamos que embora estejamos cumprindo a vontade perfeita de Deus. Ainda nessa posição isso não erradica o fato de que haverá desafios, oposições, resistências ao progresso da comissão divina.

Em II Co 12.7-10 Paulo descreve sua experiência com as adversidades, como homem, como ministro e também como um desbravador do evangelho. Ele estava constantemente lidando com um espírito demoníaco o qual chamou de o espinho na carne. Todo lugar que Paulo foi esse espírito demoníaco despertava pessoas para persegui-lo. Obviamente, isso era desgastante para ele e muitas vezes, pareceu algo maior que suas forças, diante disso Paulo pediu a Deus para o libertá-lo daquela pressão.

Quantas vezes, nos sentimos pressionados no ministério? Assim como Deus disse a Paulo: a minha graça lhe basta, nós também podemos desfrutar dessa graça.

Há dois tipos de graça, a salvadora e a mantenedora. A graça mantenedora é a habilidade, a força de Deus, trabalhando em nós e por nós. É o que nos capacita a fazer coisas que não seria capaz de fazer na força do nosso braço. Em outras palavras, Deus disse a Paulo, a minha força, habilidade divina, meu poder são mais que suficientes para manter você.

Deus não vai mudar de ideia a respeito do nosso propósito individual ou dos desafios que podemos enfrentar, ao invés disso Ele nos dá a graça, o poder, a força, a capacidade para cumprir o propósito.

Essa graça mantenedora não é um fruto do espírito recriado, ela é transferida de Deus (Hb 4.16).

Em II Coríntios 4.8-9 Paulo menciona os desafios com os quais ele se deparou em seu ministério e afirma que seremos atribulados. Quase sempre quando os problemas acontecem simultaneamente, eu chamo isso de “técnica do empilhamento do diabo”. Perceba a atitude de Paulo, ele diz que somos atribulados, mas não angustiados. Isso quer dizer não permitir que situações externas roubem o nosso senso interior de paz, alegria, fé e segurança. Paulo estava dizendo: “Eu não entendo todas as coisas o tempo todo, mas isso não me fará desistir”.

Aqueles que buscam ao Senhor não terão falta (Sl 30.5; Sl 34.10-19). Paulo se deparou com oposições e as enfrentou, nós também podemos enfrentar. A boa notícia é que nada disso foi capaz de pará-lo ou vencê-lo e da mesma forma nada disso vai nos parar ou nos vencer.

A forma mais severa de cativeiro humano é uma mentalidade errada. Pensar e crer de forma equivocada me torna impotente para mudar qualquer situação.

Não devemos somente nos agarrar a graça de Deus, mas crer da forma correta. A nossa predisposição deve Cristo em mim, comigo, por mim é mais que suficiente para me fazer vencer qualquer situação ou oposição do inimigo.

Existe um combate da fé, precisamos estar convictos, assim como Paulo (Rm 8.35-39). Quando tudo parece estar desmoronando a nosso redor precisamos nos levantar e declarar o que a Palavra diz a nosso respeito. Isso aparentemente pode ser uma luta quando a confusão quer lhe cercar ou o medo lhe controlar. A boa notícia é que sempre vencemos.

Muitas vezes, precisamos manter a mentalidade adequada, pensar como campeões, existe uma atitude correspondente a essa posição(II Tm 4.7; Hb 12.1-3). Todos temos uma carreira a correr, um destino a cumprir e um propósito divino.

Deus quer que nosso testemunho seja o mesmo do Apóstolo Paulo e de Jesus, que a nossa carreira seja completa.

(II Tm 4.7).

Completar a nossa carreira significa cumprir a totalidade das intenções divinas para nossa vida.Todos nós precisamos resistir à tentação como ministros de alcançar certo nível de efetividade e parar de avançar, de crescer. Nós queremos cumprir toda a vontade de Deus para nós. Não precisamos ser perfeitos para cumprir toda a vontade de Deus. Davi cometeu erros monumentais e ainda assim as escrituras dizem que ele cumpriu toda a vontade de Deus (At 13.21-22). Se você cometeu alguns erros, não se sinta fora da corrida, levante-se volte para a corrida.

Quando nos retiramos do lugar de conselho do Espírito Santo, da submissão àqueles que Deus levantou como líderes ou até mesmo quando escolhemos nossos planos ao invés dos planos de Deus, isso nos deixa fora da corrida. Mas, lembre-se Davi cometeu muitos erros e ainda assim cumpriu sua carreira.

 

As principais razões pelas quais as pessoas param quando se aproximam do que Deus realmente tem para elas é o cansaço e as distrações. 

Deus quer nos abençoar contando que essa benção não se torne uma pedra de tropeço. A terra de Gileade era boa para o gado, eles já tinham suas casas. Isso poderia ser bom, mas não era aquilo que Deus tinha planejado como alvo para eles. Satanás pode te enganar com essas crenças, mostrando que uma benção momentânea é o fim da carreira quando Deus tem muito mais.

A respeito do seu chamado e da sua carreira, o diabo quer que você desista ou se conforme com o alcançou antes de completa-la. Não se distraia com o que é bom, não se distraia com Gileade quando Deus mostrou para você a terra prometida.

A pessoas podem se cansar, se distrair ou até mesmo perder a esperança. Isso faz parecer que algumas promessas de Deus a seu respeito não existem mais. Você pode se questionar: “será que eu perdi aquela janela de oportunidade?”. Não! A terra prometida está lá!

Não tome uma decisão permanente baseada em circunstancias temporárias, tudo está sujeito a mudanças. Complete sua carreira, cumpra toda vontade de Deus a seu respeito, assim como Paulo. Eu quero lhe encorajar a guardar a fé, continue avançando. Seus maiores momentos de adversidade, oposições, resistência do inimigo, desencorajamento em potencial podem ser a borda da sua terra prometida!

Se alegre com a adversidade, saiba que algo bom está a caminho, guarde a fé. Essa oposição transitória será, futuramente, uma plataforma para o meu avanço. Não vamos retroceder, vamos avançar, correr a carreira e guardar a nossa fé.

Haverá tempos ao longo da nossa jornada, que mesmo acreditando e declarando a Palavra, as chuvas virão, rios transbordarão, ventos vão bater com ímpeto e esse é o último estágio (Mt 7.23-27). Você sabe que sua fé está funcionando quando essa tempestade passa e você continua de pé. Podemos sentir o vento, a chuva, os rios, mas quando você acredita e pratica a Palavra de Deus você continua de pé. 

Eu quero lhe encorajar a guardar a fé. Deus pode mudar situações que pareciam impossíveis. Lembre-se do livro de Daniel, ele estava fazendo tudo certo e se deparou com uma situação muito precária. Ele foi capturado por não cumprir a ordem do rei de não orar. Nem todo problema na sua vida foi provocado por você. Eu acredito que Daniel “eu vou somente confessar a palavra” e até mesmo disse a Deus “Se você for fazer algo, essa é a hora”. É nesse momento que muitas pessoas desistem, quando estão na cova dos leões, após crer e declarar a Palavra. Mas esse não é o final, pela manhã Daniel foi libertado da cova do leão. E assim como Daniel, não haverá nenhum resquício, nenhum vestígio, nenhum sinal de que você já esteve lá naquela cova. 

Podemos não saber o que fazer, mas nossos olhos devem estar Nele (II Cr 20). Muitas vezes fazemos tudo o que está ao nosso alcance, ao alcance das nossas habilidades humanas. Não estou dizendo que precisamos ser passivos, mas sim confiar plenamente, depender totalmente e repousar completamente Nele porque Ele é ilimitado.

Às vezes, queremos fazer algo na força do nosso braço enquanto Deus quer somente o nosso posicionamento.

Quando Deus entra em cena Ele faz o que Ele sabe fazer de melhor: redimir, curar, libertar. O louvor libera um diluvio do poder de Deus na sua vida, é como puxar o gatilho de uma arma (Sl 22.3).

Se você vestir uma veste de louvor, mesmo os problemas que você nem mesmo viu ou conhece o Senhor começar a se mover a seu favor. Quando Deus faz algo Ele termina, Ele faz completo, mesmo que não conseguimos explicar, é algo além da capacidade humana para que nenhum homem leve a gloria daqui.

Deus não quer lhe dar só uma vitória suficiente, Ele quer lhe abençoar além do problema. Os despojos do povo de Josafá eram além do que eles poderiam carregar, eles demoraram três dias para carregar tudo.

Nunca se conforme com menos, nunca pare de acreditar que Deus tem mais para você, nunca pare de acreditar nos sonhos que Deus colocou no seu coração. Vá e alcance a sua terra prometida.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA