Escolha o lado da misericórdia

Postado em
0
845

por Gabriela Alencar
(Graduada do Centro de Treinamento Bíblico Rhema)

“Não por causa de atos de justiça por nós praticados, mas devido à sua misericórdia, ele nos salvou pelo lavar regenerador e renovador do Espírito Santo.” (Tito 3.5)

Estamos vivendo um tempo, em que as relações estão cada vez mais egoístas e supérfluas. O egocentrismo do mundo tem tornado as pessoas cada vez menos preocupadas com as dores dos outros.

Jesus falou em Mateus 24, que o amor de muitos se esfriaria por causa da multiplicação da iniquidade, embora essa verdade ainda esteja para se cumprir, ao olharmos hoje para os relacionamentos no mundo, enxergarmos um pouco disso.

A cada minuto um “novo juíz” dá a sua sentença em uma rede social, basta um clique para sentenciar algum desconhecido a um rótulo, a uma ofensa ou a uma condenação, baseada nos próprios conceitos.

No entanto, apesar desse cenário  ser a realidade do mundo, precisamos vigiar para essas práticas não nos corromperem como membros do corpo de Cristo, e não se tornarem comuns em nosso meio, haja vista que, Jesus, pela sua misericórdia nos perdoou, nos gerou de novo para amar, e nos deu a capacidade de sermos misericordiosos e perdoadores  (Romanos 5.5).

Dessa forma, Paulo, ao falar sobre a unidade da igreja, nos ensina, não só, que precisamos uns dos outros como membros de um só corpo, mas também, que se algo está afetando um membro,  todo o corpo também sofrerá.

” A fim de que não haja divisão no corpo, mas, sim, que todos os membros tenham igual cuidado uns pelos outros. Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele. Ora, vocês são o corpo de Cristo, e cada um de vocês, individualmente, é membro desse corpo”. (I Coríntios 12.25-27)

Todavia, nem sempre temos agido  com misericórdia e compaixão pelos nossos irmãos quando eles erram. Muitas vezes, ao invés de darmos a mão e agirmos  em favor do outro, nós preferimos comentar sobre os erros cometidos e compartilhar da sua vergonha com todos que estiverem por perto e, assim, pecamos contra Deus e contra o nosso irmão.

É válido lembrar também, que mesmo se alguém estiver agindo de forma errada, precisamos praticar e entender que a misericórdia deve reinar sobre o juízo (Tg 2.13), entregando, portanto, a causa para quem realmente pode dar a sentença justa e correta. Além disso, é muito importante sabermos, que Deus nos dará uma medida recalcada, sacudida e transbordante, pela medida que temos de misericórdia e julgamento com os nossos irmãos, pois é dessa forma que ele medirá sua misericórdia e julgamento conosco. (Lc 6.37-38/ Mt 7.2).

Não tenho dúvidas de que o desejo de Deus é que guardemos o nosso coração com compaixão e, que  amemos uns aos outros, andando sempre em unidade para que o mundo veja que somos filhos de Deus.

Por fim, quero incentivá-lo a partir de hoje, a não se deixar contaminar com o egoísmo mundano, a não assumir um papel que não é seu. Guarde sempre no seu coração a verdade de que o combustível do cristianismo é o amor. Foi o amor que nos alcançou, é por causa dele que estamos aqui e é por meio dele que alcançaremos mais vidas para o reino.

Meu desejo é que você termine esse texto consciente de que sempre é melhor ficar do lado de quem está agindo em misericórdia do que do lado de quem pensa ser o  juíz. Como igreja, precisamos olhar uns para os outros como corpo, sabendo que precisamos não só do serviço uns dos outros, mas do amor, da compaixão, da misericórdia e da compreensão.

Hoje, pode ser que nossos vizinhos tenham caído em um poço profundo, mas não podemos fechar o poço  e deixá-los morrerem lá, pelo contrário, temos de ser aqueles que os ajudarão a sair dessa situação e, a reconstituir o que havia perdido, como a confiança  das pessoas, que outrora eles tiveram e, as suas reputações.

Minha oração é para que o Senhor desperte a igreja para obras de amor, pois em um mundo de guerras e julgamentos, os perdidos precisam nos enxergar como aqueles que estão disponíveis para amar e perdoar.

Escolha o lado da misericórdia. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA