Exponha-se à luz

Postado em
0

por Cíntia Angra (Vitória – ES)
*Graduada no Centro de Treinamento Bíblico Rhema 

Na Palavra de Deus vemos o Senhor usando o vento, uma figueira, uma montanha e até um jumento para falar ou ensinar seu povo. E até hoje, grandes revelações chegam até nós ao olharmos o mundo ao nosso redor, porque “os céus declaram a glória de Deus e o firmamento proclama a obra das suas mãos”. Nosso Pai fala conosco usando sua Palavra, a criação ou através de Seu Santo Espírito. E foi ao observar uma plantação de pimentões que o Senhor me ensinou sobre o crescimento cristão.

Depois de lançar sementes de pimentão ao lado de uma de minhas plantas, não demorou para que todas brotassem e começassem a crescer.

Contudo, mesmo que tenham sido plantadas no mesmo dia, no mesmo solo e recebessem a mesma quantidade de água, algumas mudas cresceram mais rápido do que outras. Foi aí que o Espírito Santo me ensinou que a diferença entre elas estava na quantidade de luz que elas recebiam.

Saindo do jardim e pensando na Igreja, talvez você já tenha se perguntado: como alguns cristãos crescem mais rápido do que outros, se eles frequentam a mesma igreja, pelo mesmo tempo e recebem a mesma pregação todos os cultos? A diferença será a mesma do pimentão. Cresce mais rápido quem está mais exposto à luz.  

Muito conhecido pela maioria, o Salmo 119.105 afirma que: “Lâmpada para meus pés é a Tua Palavra e luz para meus caminhos”. É a luz do Senhor que nos leva a caminhos de vitória, a crescer mais rápido e vivenciarmos os planos que Deus tem para cada um de nós.

O apóstolo Paulo nos ensina que somos cooperadores de Deus (1 Coríntios 3.9) e isto deixa claro que existe uma parte do crescimento que é nossa. E, no que tange à velocidade do crescimento na caminhada cristã, isso quer dizer que seu crescimento está diretamente relacionado ao tempo que você se expõe à luz do Senhor, ou seja, à Sua Palavra.

Isso significa dizer que, enquanto alguns crentes estão satisfeitos com a pregação de domingo, outros estão com mais fome de água e luz e buscam todos os dias da semana. Por isso, não é de se espantar que eles cresçam mais rápido, se estão buscando mais suprimento.

Acontece que, ao contrário de uma planta, que não pode escolher a quantidade de luz ou água que recebe, nós podemos nos mover e nos “plantarmos” onde haja mais luz e nos enchermos livremente da água, que também é representada pelo Espírito Santo na Bíblia. Podemos nos “plantar” diante de um computador e ouvir pregações, ou lermos mais a Palavra e livros inspirados pelo Espírito Santo, assim como mantermos uma permanente intimidade com o Senhor.

Nosso Pai não faz acepção entre seus filhos e está pronto para saciar o que tem sede e alimentar quem tem fome. A Palavra está disponível para todos. O “encher-se” do Espírito Santo está acessível a todos. A diferença estará, então, na busca individual de cada um.

Saiba que “Ele sacia o sedento e satisfaz plenamente o faminto” (Salmos 107.9); que “bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos” (Mateus 5.6) e que Jesus nos prometeu que “Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede” (João 6.35).

Lembre-se dessas promessas gloriosas, busque mais e mais ao Senhor e sejamos abençoados ao praticar esta Palavra!

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA