Fé verdadeira

Postado em
0

por Carol Daher (Belo Horizonte-MG)
*Graduada da Escola de Ministros Rhema 

“E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras” (Tiago 2.15-18).

Você já se perguntou se a sua fé tem sido verdadeira, ou apenas um consentimento mental?

Uma fé de verdade é, simplesmente, a convicção de que Deus e sua Palavra são verdadeiros! Essa convicção vem quando ouvimos, lemos, meditamos e provamos dessa Palavra na nossa vida. Não existe convicção que não se arrisca por amor a Jesus, nem Cristianismo que não sai da zona de conforto em prol do próximo.

Devemos ter ações correspondentes à nossa fé, afinal, fé sem obras é morta e sem fé é impossível agradar a Deus!

“Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11.6).

Dessa forma, o crescimento na fé é como a formação de memória a longo prazo, vem com a prática constante e opera através do amor (tudo crê, espera, suporta, jamais acaba, doa o que tem), mesmo se houver dificuldade, você não retrocede, até acontecer!

Portanto a fé verdadeira, assim como o amor, não busca apenas seu próprio interesse, Deus quer nos fazer prosperar para a expansão do seu Reino! Nosso propósito de crescimento tem sido em prol de vidas ou apenas para benefício próprio?

Fé verdadeira é fazer como Jesus nos ensinou a fazer!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA