Como vivemos na terra?

Postado em
2

por Murillo Albuquerque
(Graduado da Escola de Ministros Rhema)

Do que é que você está se alimentando Onde você está colocando sua atenção?

“Pereceria sem dúvida, se não cresse que veria a bondade do Senhor na terra dos viventes” (Salmos 27.1-3)

Nós não vivemos uma vida de fora para dentro, mas de dentro para fora. Não importa as circunstâncias que estão ao nosso redor, porque isso não pode nos influenciar, não importa a pressão, mas o que importa é que temos um Deus que nos protege. Precisamos aprender a colocar em prática a Palavra que está dentro de nós, assim mudaremos as circunstâncias.

“E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para o outro lado. E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos. E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia. E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos? E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança” (Marcos 4.35-39)

Os discípulos conheciam como o barco e o mar funcionavam, e sabiam que aquela tempestade poderia ser mortal. Mas, Jesus só externou o que estava dentro dEle, a paz. Não importunava as ondas, mas o que estava dentro dEle, então paz foi liberada naquele lugar, o mar se acalmou. Jesus não deixou que as circunstâncias fossem maior do que aquilo que já estava dentro dEle. Ele sabia quem Ele era e quem Ele carregava.

“E esperou Saul sete dias, até ao tempo que Samuel determinara; não vindo, porém, Samuel a Gilgal, o povo se dispersava dele” (I Samuel 13.8)

Deus tinha liberado uma palavra para Saul,  Saul foi movido pelo que ele estava vendo, por isso, seu reinado foi por água abaixo. Meditar na Palavra não é apenas ler a Bíblia, mas estar pensando nela o tempo inteiro. Dessa forma, outros pensamentos que não estão em harmonia com a Palavra não terão espaço em nossa cabeça. Precisamos pensar nas coisas do alto.

“Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas” (Filipenses 2.14)

Paulo estava preso sob a acusação de estar anunciando o evangelho, ele tinha razões para reclamar, mas mesmo assim ele aconselhava as pessoas a não murmurar. Paulo não murmurava, pois ele constantemente rendia graças a Deus

“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Filipenses 4.8)

Nós devemos colocar nossos pensamentos nas coisas do alto e nas que são puras. Dessa forma, iremos aprender a viver uma vida de dentro para fora, na qual as circunstâncias não irão nos definir, mas a Palavra de Deus que está dentro de nós.

“Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo” (Romanos 14.17)

‪Temos justiça, paz e alegria dentro de nós. Temos a capacidade de mudar as circunstâncias ao nosso redor, não com a nossa própria força, porém o nosso dever é ligar as coisas dos céus aqui na terra, falando a Palavra e orando em línguas.

“E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. Assim que daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos deste modo” (II Coríntios 5.15–16)

Nosso dever é viver uma vida totalmente entregue a Ele. Uma vida de relacionamento com Ele. Temos que criar uma história com Deus, do nosso relacionamento com nosso Pai. ‪Não importa quão sujo o pecador esteja, mas precisamos vê-lo como Deus o vê, devemos expressar o amor dEle.

*Texto retirado do Site da Igreja Verbo da Vida Zona Norte em Recife-PE. 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA