Guarde o coração

Postado em
1
por Cássio Oliveira (Campina Grande-PB)
 
Acredito que uma das frases mais citadas no meio cristão é “guarde o coração”. E, por ser tão falada, ela tem se tornando algo comum, mas a Bíblia nos mostra a grande importância de guardar o coração.
 
Na Palavra, o coração é várias vezes comparado ao espírito humano, que é a nossa essência, quem realmente somos e é de onde saem as nossas palavras e ações. Em Mateus 12.34 lemos que a boca fala do que está cheio o coração. Quão importante é a gente guardar, proteger e confiar o nosso coração somente a Deus.
 
Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Provérbios 4.23)
 
Quando algumas pessoas me falam: “Cássio, guarda o coração”, entendo que é para eu confiar a Deus toda minha vida e para que nenhuma situação externa venha a danificar minha fé. Porque sei que, se coloco meu coração nas mãos de Deus, Ele pode me guardar de qualquer mal. 
 
Lemos sobre isso na Bíblia também em Mateus 6.21: Porque onde estiver teu tesouro, aí estará também teu coração“. Podemos ver o quão importante é o nosso coração, bem como onde o colocamos ou em quem confiamos. 
 
Na Bíblia, existe uma história de um grande homem de Deus chamado para libertar o povo de Israel das mãos dos filisteus. Ele acabou entregando o seu coração para a pessoa errada, Dalila, uma paixão que o fez sofrer muitos danos:
 
“Descobriu-lhe todo o coração e lhe disse: Nunca subiu navalha à minha cabeça, porque sou nazireu de Deus, desde o ventre de minha mãe; se vier a ser rapado, ir-se-á de mim a minha força, e me enfraquecerei e serei como qualquer outro homem” (Juízes 16.17)
 
Dalila era uma paixão errada de Sansão, foi usada pelos filisteus e o enganou ao ponto dele entregar o coração a ela, perdendo a unção que Deus tinha lhe confiado: 
 
“Então, Dalila fez dormir Sansão nos joelhos dela e, tendo chamado um homem, mandou rapar-lhe as sete tranças da cabeça; passou ela a subjugá-lo; e retirou-se dele a sua força” (Juízes 16.19)
Quando você perde a unção, consequentemente, você perde a visão que Deus tem para você. 
“Então, os filisteus pegaram nele, e lhe vazaram os olhos, e o fizeram descer a Gaza; amarraram-no com duas cadeias de bronze, e virava um moinho no cárcere” (Juízes 16.21)
 
Quando você perde a visão, você para de percorrer os ciclos, as estações que Deus estabeleceu para você alcançar e começa a andar em círculos. Você não sai do lugar, sempre volta para o mesmo ponto de partida.
 
Depois, Sansão se tornou o “bobo da corte”. Uma festa estava acontecendo quando mandaram trazer Sansão para os divertir. A essa altura, já estavam muito bêbados e começaram a gritar: “Tragam Sansão para que nos divirta!”. Assim, o trouxeram da prisão para diverti-los e o fizeram ficar em pé, entre as duas colunas que sustentavam o teto (Juízes 16.25).
 
Deus não lhe chamou para ser o “bobo da corte”. Ele lhe chamou para ser filho, sacerdote e Rei.  
 
O final da história de Sansão não foi conforme Deus tinha planejado, mas isso tudo aconteceu porque ele escolheu não guardar o coração e deixou que o inimigo, de certa forma, tivesse acesso. 
 
Estamos em uma nova aliança; porém, guardar o coração serve para os dias atuais. Não deixe que nada externo, que erros de algumas pessoas, ofensas, falta de perdão, entrem no seu coração. Isso irá começar a minar a unção que Deus lhe confiou, você vai perder a visão celestial e vai começar a andar em círculos. Não foi isso que Deus preparou para nós!
 
Guarde o seu coração nas mãos dAquele que lhe criou e você vai estar seguro de qualquer situação adversa.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA