Imitadores de quem?

Postado em
0

Carlos Gustavo

(Graduado da Escola de Ministros Rhema Itinerante em Recife-PE)

“Sedes meus imitadores, como também eu sou de Cristo” (I Coríntios 11.1)

O que vou relatar já aconteceu comigo por várias vezes. Porém, desta vez, Deus falou algo ao meu coração, numa reflexão…

Aconteceu que eu estava andando pela rua quando vi, na outra calçada, onde muitas pessoas iam de um lado para o outro, um homem que parou e começou a olhar algo. Era algum anúncio pendurado num poste. Nisto, aos poucos, as pessoas por traz dele foram parando também. Uma a uma começaram a olhar, sem nem saber para onde, ou o quê! E novamente, de repente, aquele homem voltou a andar e seguiu seu rumo. Logo em seguida todos os outros também.

É muito engraçado ver uma cena dessas, mas na hora pensei: O que nos leva a fazer isso? Ser influenciado por qualquer coisa que surge no nosso caminho. Então, refleti: Ou a busca por novas convicções, ou falta de conhecimento da verdadeira convicção?

Você sabe qual o propósito de Deus para a sua vida aqui na terra?

Com esta situação, eu me lembrei das outras vezes em que isso aconteceu comigo. Era um jogo de futebol e as torcidas rivais entraram por ruas diferentes no estádio. Ficou aquela multidão da mesma torcida passando para lá e para cá apressadamente, quando no meio da multidão pararam três pessoas e começam a olhar para cima (era uma pichação). Mais pessoas foram parando, uma a uma olhando para cima, sem saber para onde, nem para quê. Ocorreu a mesma situação anterior, com uma diferença, era muuuuuita gente dessa vez!

Já passei por mais situações semelhantes à esta. E quando alguém chega com uma roupa nova, ou um tênis em lançamento? Em pouco tempo, rapidamente, a maioria começa a comprar igual e usar esses novos modelos. Dizem que isso se chama MODA.

E quando a questão é sair para se divertir, o que vemos por aí? Vejo a maioria das pessoas que saem para beber muito, fumando e se drogando, mas é assim que os mais novos aprendem a se divertir, simplesmente IMITANDO os mais velhos, sem nem saber o porquê.

É falta de opção ou inspiração?

Pergunto novamente: É mais uma vez a busca por convicções? Falta da INFLUÊNCIA correta? Ou porque se a maioria faz, então “eu tô dentro” e faço?

Assim como o apóstolo Paulo falou às igrejas em Éfeso, Coríntios, Filipos, entre outras, hoje, somos exortados a sermos seus IMITADORES. Assim como Paulo foi imitador de Cristo, devemos ser também.

No nosso dia a dia, nós somos IMITADORES DE QUEM? Dos amigos, dos patrões, da moda, dos personagens das novelas, de cantores descolados? Como se nós seguíssemos o rumo desse mundo, dizemos “Ah! Todo mundo faz”?

Verdadeiramente temos buscado sermos IMITADORES de Cristo?

O que significa andar contra a correnteza do mundo? Portanto, como diz as escrituras em 1 Coríntios 11.1, “sedes meus imitadores”.

Saiba de uma coisa, em todos os lugares, pessoas estão te observando, em tudo o que você faz elas estão vendo. Você é aquilo que você faz quando ninguém está vendo. Um cristão, representa o Reino dos céus aqui na terra. Você sabia que você pode ganhar pessoas para Cristo só com suas atitudes e seu procedimento?

Você é filho de Deus, um só com Cristo. De fato, você é um Embaixador e, como tal, você representa o Reino de Deus aqui na terra!

Pense nisso:

Se o que você faz, não faz diferença, então, que diferença faz?

“Vós sois a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos os homens, estando já manifestos como carta de Cristo, produzida pelo nosso ministério, escrita não com tinta, mas pelo Espírito do Deus vivente, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne, isto é, nos corações” (2 Coríntios 3.2-3)​

Pessoas estão me observando… que elas vejam Cristo em mim!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA