O legado da intimidade

Postado em
0

por Vitoria lopes
(aluna  do Centro de Treinamento Bíblico Rhema)

“Ou vocês não sabem que o corpo é um lugar sagrado, onde mora o Espírito Santo? Vocês percebem que não podem viver dê qualquer maneira, desperdiçando algo pelo qual Deus pagou um preço tão alto? A parte física não é mero apêndice da parte espiritual. Tudo pertence a Deus. Portanto, deixem que as pessoas vejam Deus no corpo de vocês e através dele.” (1 Coríntios 6.19-20)

Certamente, quando chegarmos ao céu vamos desejar fazer muitas perguntas para os grandes homens influentes do Antigo Testamento: Abraão, Davi, José, Moisés… Mas o que acredito é que eles vão estar almejando nos questionar “Vocês acham, realmente, que fizemos demais? Vivemos o sobrenatural de Deus? Nós é quem perguntamos a vocês, como é ter o próprio Deus ressurreto vivendo dentro de você? Não provamos disso, vocês sim!”. Se Jesus tivesse deixado o céu somente para morrer na cruz e nos livrar da morte e dos pecados já seria uma maravilha, mas Ele escolheu ir além, Ele sempre vai além. Fomos adotados como filhos, comprados pelo precioso sangue de Jesus e hoje temos o maior privilégio de toda a história: O próprio Cristo vive em nós e nos deu acesso a um relacionamento íntimo e real com Deus.

Costumo comparar com uma grávida, a mulher não pode escolher quando e onde manifestar a presença do feto, ele simplesmente está dentro dela, em todo lugar, em todo tempo! É preciso estabelecer alguns cuidados, não frequentar qualquer lugar, e até ter uma alimentação restringida. E por que nós, como cristãos, achamos que temos o direito de levar uma vida provando dos manjares desse mundo, ou omitindo a presença de Quem está dentro de nós? Do mesmo modo que uma gravidez é clara e evidente para o mundo, a nossa intimidade com o Senhor deve ser evidente em todos os lugares.

Mas não podemos esquecer que só iremos manifestar essa presença com autoridade quando nos dedicarmos ao secreto, à fundação e crescimento de raízes Nele. É no secreto que conhecemos mais Dele e, consequentemente, mais de nós. É no secreto que estabelecemos a intimidade e a sensibilidade. É no secreto que as estruturas são construídas, o caráter é forjado e aprendemos, na essência mais pura, aquilo que Ele é e o que Ele pode. É no secreto que tudo acontece!

Minha oração é que a importância de uma vida no secreto não seja apenas informação na sua mente, mas que se transforme em revelação no seu coração, porque é somente a revelação que acarreta a mudança. Quando uma informação se converte em revelação nas nossas vidas conhecemos uma nova face de Deus, uma nova característica que o público ainda não conhecia. Precisamos apreciar a grandiosidade disso. Experimente viver o extraordinário de uma vida baseada na revelação de um Deus Onipresente!

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA