O que a sua fé tem movido 

Postado em
0
637

por Cintia Ferro

(vice-líder dos jovens no Verbo da vida em Pirituba, São Paulo)

 

 

“Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível” (Lucas 17.6)

O que é um grão de mostarda?

Em Marcos 4.31, ele é chamado de “…a menor de todas as sementes sobre a terra”. De fato, você sabia que um grão de mostarda tem um diâmetro de apenas 0,95 -1,1 mm. Esse pequeno grão de semente, que tem de ser observado com uma lente se quisermos vê-lo nitidamente, é considerado pelo Senhor como um exemplo para uma fé que é capaz de mover montanhas.

Imagine você o tamanho deste grão, Jesus disse que este tipo de fé move montes. Qual o tamanho da sua fé? O que ela tem movido?

Se o grão de mostarda tivesse a possibilidade de olhar para si mesmo e conseguisse se enxergar, teria tudo para desanimar, pois em si mesmo não teria nada a apresentar. E assim é também, muitas vezes, em nossa vida, olhamos para nós e vemos uma fé relativamente pequena, limitada e, então, ficamos desanimados. Mas o grão de mostarda não faz isso. Ele não olha para si mesmo para então desanimar. Não, ele simplesmente se deixa plantar na terra, ali começa a crescer, e finalmente se torna aquilo que deve ser, ou seja, uma árvore em cujos ramos “aninharam-se as aves do céu” (Lucas 13.19).

Ao mesmo tempo é de se considerar que o grão de mostarda não se torna uma árvore, porque empreendeu grandes esforços, mas, simplesmente porque torna ativo e aplica o que possui! Como seria bom se compreendêssemos hoje que, com todas as nossas fraquezas, dificuldades e tentações diárias, simplesmente podemos nos aquietar com fé na mão de nosso Salvador! Que modificação isso provocaria em nossa vida espiritual!

Em nossa vida, como cristãos, não precisamos nos estender buscando novas formas e grandezas de fé, mas simplesmente usar a fé pela qual fomos salvos, ou seja, a fé simples no Senhor Jesus Cristo. Davi diz no Salmo 18.29: “Pois contigo desbarato exércitos, com o meu Deus salto muralhas”. E diz nos Salmos 60.12 e 108.13: “Em Deus faremos proezas, porque ele mesmo calça aos pés os nossos adversários”. Essas afirmações testificam de uma fé poderosa e vencedora que Davi tinha? Eu penso que não, pois Davi era um homem com fraquezas e erros como nós. Ainda assim, esses versículos testemunham que Davi se agarrava com toda a simplicidade ao seu Deus e, por meio Dele podia fazer grandes proezas.

O que vimos no caso do grão de mostarda? Que ele não tem quase nada a oferecer, mas oferece tudo o que tem e, por meio disso, experimenta grandes resultados!

O que eu quero dizer com tudo isso? 

Não olhe para você, não olhe para as suas debilidades, lance seu grão de mostarda, em uma terra fértil chamada secreto, é lá que a intimidade com o pai te transforma em uma “árvore“ e as “aves do céu que fazem ninhos em seus ramos“ são as pessoas que serão atraídas pelo seu amor e fidelidade a Deus.

O pai, não precisa de arvores já prontas, o sentido está nas sementes, pois a fidelidade em pequenas coisas nos tornam grandes!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA