A oferta que vem do coração

Postado em
0

por Brenda Farias
(Graduada do Rhema em Pedra de Guaratiba, Rio de Janeiro-RJ)

Algo que eu aprendi durante esses anos de Evangelho é que a nossa oferta não é em vão, e tão pouco fica esquecida.

Aquele que oferta a semente ao que semeia, e pão ao que tem fome, também vos suprirá e multiplicará a semente e fará desenvolver os frutos da vossa fidelidade” (II Coríntios 9.10-KJA)

A abundancia em nossas vidas vai se manifestar quando entendermos que precisamos semear e honrar as pessoas ao nosso redor, bem como as autoridades espirituais sobre nossas vidas.

Não estou falando de quantidade, mas de qualidade.

Eu lembro de escutar a história de um homem que ofertava os botões da camisa  e tenho certeza que, naquela situação, os botões eram tudo o que ele tinha. No coração, ele sabia que era tudo o que tinha para entregar na casa do Senhor.

A motivação do nosso coração vai qualificar a nossa oferta. Nas passagens da Bíblia onde é relatado sobre entrega de oferta, a quantidade ofertada não era grande, não era o suficiente naturalmente falando, mas o coração da pessoa que semeou era o de entregar tudo a Deus, de agradar ao Senhor, focado nEle.

E Jesus foi sentar-se em frente ao local onde eram depositadas as contribuições financeiras e observava a multidão colocando o dinheiro nas caixas de coleta de ofertas. Muitos ricos lançavam ali grandes quantias. Foi então que uma viúva pobre se aproximou e depositou duas moedas bem pequenas, de cobre e, portanto, de bem pouco valor. E chamando para perto de si os seus discípulos, Jesus lhes declarou: Com toda a certeza vos afirmo que esta viúva pobre depositou no gazofilácio mais do que o fizeram todos os demais ofertantes. Porquanto, todos eles ofertaram do que lhes sobrava; aquela senhora, entretanto, da sua penúria deu tudo quanto possuía, todo o seu sustento” (Mateus 12.40-44-KJA)

A Bíblia não nos dá o nome desta viúva, mas eu acredito que a oferta dela tenha sido tão impactante que o Espírito Santo fez questão de deixar tudo escrito para ficar de exemplo para nós. Ela não tinha, materialmente, nada mais que duas moedinhas, era TODO o sustento dela, ainda sim, ela deu!

Antes mesmo da oferta chegar ao gazofilácio, o coração dela já havia sido entregue a Deus.

A qualidade da semente é definida pelo coração do semeador, tenha isso em mente quando for semear. A sua oferta começa no seu coração!

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA