Olhando firmemente pra Ele

Postado em
1
3411
por Cássio Oliveira
 
Pôr-me-ei na minha torre de vigia, colocar-me-ei sobre a fortaleza e vigiarei para ver o que Deus me dirá e que resposta eu terei à minha queixa. O SENHOR me respondeu e disse: Escreve a visão, grava-a sobre tábuas, para que a possa ler até quem passa correndo. Porque a visão ainda está para cumprir-se no tempo determinado, mas se apressa para o fim e não falhará; se tardar, espera-o, porque, certamente, virá, não tardará.” (Habacuque 2.1-3)
 
Vemos aqui o profeta Habacuque falando sobre a necessidade de estar na torre de vigia, na fortaleza, para observar o que o Senhor iria falar sobre o questionamento dele. Sabemos que estar em uma torre é ter uma visão privilegiada. Dependendo da altura podemos ver a quilômetros de distância o que se aproxima da nossa posição. Há vários versículos que falam que a nossa torre,  fortaleza e fundamento é Deus e Jesus, que é a Sua Palavra.
 
Vejamos:
 
“Porque tu és a minha rocha e a minha fortaleza; por causa do teu nome, tu me conduzirás e me guiarás” (Salmos 31.3)
 
“Torre forte é o nome do SENHOR, à qual o justo se acolhe e está seguro” (Provérbios 18.10)
 
Na Nova Aliança continuamos nessa torre e fortaleza, pois estamos em Cristo Jesus. 
 
“Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus” (Colossenses 3.1)
 
“Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, —pela graça sois salvos, e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus” (Efésios 2.4-6)
 
Estamos em uma posição privilegiada e ganhamos além disso na Nova Aliança um ajudador que pode nos fazer enxergar muito além. 
 
João nos diz:
 
“Tenho ainda muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora; quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir” (João 16.12-13)
 
O verso afirma que Ele nos anunciará (trazer notícias) as coisas que hão de vir (coisas futuras). O Espírito Santo pode nos anunciar o que ainda não vemos. Porém, para isso acontecer, temos que permanecer na torre, fortaleza (Jesus Cristo).
 
Continuando no livro de Habacuque, vemos que Deus responde mandando que ele escreva a visão e a grave (deixar claro), deixando-a em um lugar onde, mesmo que esteja fazendo outra coisa, possa sempre lembrar-se dela, porque ela se cumprirá no tempo determinado.
 
Deus é o maior interessado em lhe anunciar o seu futuro, não para que ande ansioso com o dia de amanhã, mas para que você continue correndo para o alvo.
 
Jesus não anunciou tudo para os discípulos porque naquele tempo não suportariam. Assim também é conosco. Deus conhece nossa maturidade e vai nos anunciar o que podemos suportar. O que nos compete é fazer a vontade dEle na medida da visão que Ele for nos confiando. E para isso é necessário permanecer na torre e fortaleza que é Cristo, vigiando a Palavra e as direções do Espírito Santo. 
 
O escritor da carta aos Hebreus nos fala:
 
“Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus” (Hebreus 12.:1-2)
 
Esse é o foco: Olhando firmemente para o autor e consumador da fé, Jesus. Se nossos olhos estiverem Nele, nossa visão nunca ficará embaçada.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA