Paz em meio à tempestade

Postado em
0
325

por Kleber Conradesqui Junior
(Integrante dos Jovens Unidos da Igreja Verbo da Vida em Campo Grande-RJ)

“De repente, desencadeou-se sobre o mar uma tempestade tão grande, que as ondas cobriam a barca. Ele, no entanto, dormia. Os discípulos achegaram-se a ele e o acordaram, dizendo: Senhor, salva-nos, nós perecemos! E Jesus perguntou: Por que este medo, gente de pouca fé? Então, levantando-se, deu ordens aos ventos e ao mar, e fez-se uma grande calmaria. Admirados, diziam: Quem é este homem a quem até os ventos e o mar obedecem?”. (Mateus 8.24-27)

Um dia ainda tem 24 horas, cada hora com 60 minutos e esses, por sua vez, têm 60 segundos, mas ainda assim parece que está faltando tempo…

Você já parou para pensar como o mundo está tão acelerado? Ninguém quer esperar, ainda mais com o avanço da tecnologia. Seus clientes querem tudo para ontem. Prazo de uma semana? Não, amanhã! Carta no correio? Para quê? Mande um e-mail com o seu pedido, não satisfeito ligue para saber se a pessoa recebeu e, depois de uns cinco minutos vá até o escritório dela, para que aquilo que demanda dois dias seja resolvido em uma hora. Sem contar nas chamadas via Whatsapp.

Segundo especialistas do Instituto de Psicologia e Controle do Stress, a realidade do mundo atual com o avanço vertiginoso das tecnologias relaciona-se, diretamente, ao crescimento das doenças ocupacionais causadas por esse fator.

Eu não estou dizendo que a tecnologia não é boa. E realmente, quanto maior a logística, maior será a capacidade de entregar os melhores resultados possíveis, afinal devemos garantir o melhor resultado sempre! Mas, será que realmente tem que ser velocidade a qualquer custo? Como encontrar paz em meio a essa tempestade? Como não sucumbir a toda essa pressão?

1 – Não mergulhe no mar da ansiedade.
A primeira coisa que você precisa ter em mente é que nem tudo o que é urgente é importante. É necessário que você dê prioridade ao que realmente é PRIORIDADE e, não aquela demanda que está gritando como um despertador que não para de tocar.

2 – Não olhe para a tempestade.
Se você apenas olhar para o vento e o mar, estes serão completamente assustadores! Só que nada disso vai ajudar você a resolver o seu problema. Lembre-se que Jesus está no barco com você! E se Ele está descansando é porque Ele confia. Confie em Deus! Ele lhe dá a paz que excede todo o entendimento.

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus”. (Filipenses 4.6-7)

Sabe, uma vez em uma situação muito difícil, com todas as urgências batendo na minha porta, eu simplesmente parei tudo, me tranquei no banheiro e comecei a orar. O Espírito Santo começou a me trazer a memória esses versículos, mas minha alma continua a esbravejar: “Mas, como eu vou conseguir ter paz?”. O Espírito Santo, com toda calma, respondeu no meu espírito: “Como ela vai chegar não é o que importa, ela excede todo o entendimento, inclusive o seu!”.

3- Saiba se posicionar.
Jesus se posicionou frente à tempestade, Ele parou o vento e o mar.
E essa autoridade ele passou para você! Ao invés de se lamentar frente às adversidades da vida, tome posição.

4- Dizer “Não” quando necessário.
Acredite! Seu amigo vai entender caso você não consiga fazer algo para ele naquela ocasião. Seu cliente vai querer esperar o seu tempo porque você é o melhor profissional. Valorize-se, saiba se posicionar. Se necessário, peça mais tempo. Respeite os seus limites e estabeleça prazos que você possa cumprir, sobretudo, seja transparente.
Vença todas as tempestades!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA