Percebendo o Espírito

Postado em
1

por Marty Blackwelder
(Presidente do Blackwelder Ministries)

“Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor. Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras” (Tessalonicenses 4. 16-18)

“Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória.Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão?” (I Coríntios 15.51-55)

Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também” (João 14.1-3)

Estas escrituras acima, chamamos de “bendita esperança” para nós cristãos. Mas temos ainda muito o que fazer aqui neste mundo. Viajei pessoalmente com o Kenneth E. Hagin por 11 anos e acompanhei seu ministério desde 8 anos de idade. Muitos se identificam com a missão que Deus lhe deu para ensinar fé. Mas muitos não se lembram de uma segunda missão que Deus lhe deu: propagar a vinda do Senhor Jesus e o grande avivamento que haveria na estação que antecede este fato

Algumas semanas antes do nascimento de Hagin, a sua mãe passou por várias pressões em seu lar. Seu esposo a abandonou e ela carregou várias cargas. Hagin nasceu bem na época em que os Judeus começaram a migrar de volta para sua nação. Ainda grávida, em um dia ensolarado, a sua mãe sentiu uma brisa soprar, quando avistou uma única nuvem suspensa no céu. Enquanto olhava para a nuvem, esta se aproximou e Jesus saiu dela. Ele falou para a mãe de Hagin: “Não temas porque o seu filho a de nascer e ele irá trazer testemunho da minha segunda vinda. Ele terá um papel sobre o último avivamento que acontecerá na terra”.

Assim, uma das chamadas de Hagin foi para dar esse testemunho. Como você sabe, ele foi um profeta e um mestre. Como profeta, ele teve duas visões a respeito da segunda vinda de Cristo e também a respeito da época em que nós vivemos hoje. A primeira visão foi em meio a uma reunião com um pequeno grupo de pessoas. Ajoelhado, orando no espírito, de repente, Hagin ficou sozinho diante de Cristo. Foi nesse momento que ele recebeu a comissão de cura e visitou o trono de Deus, mas também foi nessa visão que ele ficou suspenso naquilo que ele entendeu que se tratava do espaço, pois era um lugar onde não havia nada.

De longe, ele viu apenas um espectro de luz. Aos poucos, foi enxergando com clareza que aquela luz era um cavalo, com um cavaleiro montado. O cavaleiro chegou até Hagin e o entregou um rolo para ele abrir e ler. Lá estava escrito quatro ou cinco vezes repetidas: “O tempo do fim de todas as coisas está próximo”. Jesus se voltou para ele e falou: “Esse será o último grande avivamento. Nos dias adiante, a Igreja fará tremendos avanços sobre a terra […]. Todos os dons estarão em operação e essa Igreja vai exceder o que foi a Igreja primitiva. Serão sinais e milagres ainda maiores […]. Avise a essa geração da mesma forma que Noé avisou a geração dele. Diga para eles que o tempo restante é comparado aos sete dias que Noé teve para avisar ao povo sobre o dilúvio”. 

A segunda visão do irmão Hagin ocorreu em 1962, 12 anos depois da primeira. Nessa visão, ele andou num jardim que parecia um campo de flores, cercado por uma cerca branca e com flores crescendo por toda a cerca, com um aroma maravilhoso. Jesus encontrou com ele em meio a portões e eles caminharam numa pequena trilha no meio desse jardim.

Chegaram a um coreto e sentaram nos dois bancos que haviam no local. No seu banco, o irmão Hagin estava olhando para o lado oeste e viu um grande rio descendo em direção ao jardim. De repente, as águas desse rio se transformaram em milhões de pessoas de todas as nações, tribos e línguas. Pessoas de terno, de roupas normais, donas de casa e vestidas de todas profissões que existem na vida. Hagin perguntou a Jesus quem eram aquelas pessoas. Jesus respondeu: “Isso é o que estou fazendo agora. Nessas últimas horas, tenho começado a visitar corações famintos em todas as denominações e religiões. Onde estiverem corações famintos por mim, estou  visitando e trazendo para a plenitude da salvação”. 

Naquela época, só haviam aquelas denominações tradicionais no cristianismo. Não haviam essas igrejas de hoje em dia. Somos frutos de um dos maiores avivamentos que já houveram na terra. Em 1967, o Espírito começou a soprar e diversos povos começaram a  desfrutar do novo nascimento e batismo no Espírito Santo.

Quero que você observe que em 1950 e 1962, Jesus falou para o irmão Hagin sobre o último avivamento. Estamos vivendo esse avivamento já nos últimos 50 anos numa escala global. Em 1960, havia 400 milhões de pessoas vivendo na África e, destas, tinham apenas 10 milhões de cristãos. Hoje, só no continente africano, são mais de 1 bilhão de pessoas, mas 500 milhões destas são cristãs. Nos últimos 30 anos, na China, passamos de 1 milhão para mais de 200 milhões de cristãos. Isto os que temos condição de contabilizar, já que a perseguição é grande no país. 

De 1967 para frente, na América Latina, passamos de 18 milhões de cristãos evangélicos para 480 milhões. 70% destes são de batizados no Espírito Santo. 

São mais de 160 milhões de pentecostais na América Latina. Isso quer dizer que são 40% dos pentecostais que existem no mundo inteiro. Na Índia, mensalmente, 100 mil indus se convertem ao cristianismo. Fico pensando se vamos ter um avivamento… Não! A gente já está nele. Coreia do Sul, na virada do século, era uma nação considerada fechada para o Evangelho, mas, hoje, 33% da nação é cristã. Só em Seul, capital do país, eles têm 7 mil igrejas evangélicas. A Coreia do Sul já mandou missionários para todo o mundo. 

Na visão, Jesus disse a Hagin que iria visitar diversas religiões. Recentemente, assisti um Saudita entrevistando um Muçulmano. Este disse que “uma tragédia está acontecendo no Islam. 667 pessoas por hora, 16 mil pessoas por dia, quase 6 milhões de pessoas no ano dos nossos muçulmanos estão se convertendo ao cristianismo”. 

O Irã é um dos 10 países mais perseguidos do mundo, mas a igreja que mais cresce no mundo está localizada lá. No meio de uma tremenda perseguição, 500 pessoas se convertem mensalmente. Jovens, homens e mulheres entrando no reino de Deus!

Quero que você perceba que a Igreja está viva e está indo bem, Essa igreja vai impactar o mundo. Somos a religião que mais cresce, assim, não acredite na mídia. Não é o Islamismo que está em maior crescimento mundial, pois eles contam os nascimentos, mas nós contamos os novos nascimentos. Estamos crescendo 6.9% por ano. 

Na bíblia, a maior quantidade que lemos que nasceu de novo é em Atos e foi de 3 mil e 5 mil pessoas. Isso está acontecendo no mundo atualmente a cada 25 minutos. Estamos na época da colheita e estou muito animado

Fazemos parte da Igreja do final dos tempos. Quero lhe encorajar, porque enquanto esperamos o retorno de Cristo, devemos ser legítimos quanto a nossa herança espiritual. Homens e mulheres cheios da fé!

Numa outra profecia do irmão Hagin, ele falou que o poder de Deus estaria em manifestação e, ao invés de uns poucos salvos aqui e poucos ali, seriam muito aqui e muitos acolá. Temos visto isso acontecendo atualmente. Muitos cheios do Espírito aqui e muitos acolá. Muitos curados aqui e curas impressionantes acolá.

O irmão Hagin viu uma nuvem se levantando e ouviu o som da abundância de chuva. A últimas chuvas chegando, chuvas do Espírito caindo sobre os Seus santos. Todos serão abençoados com esta chuva do Espírito. Não só você, mas todo aquele com quem você tiver contato será abençoado.

Quando Deus fala através de uma palavra profética, Ele espera que nós correspondamos a ela. Não se assente sem fazer nada, levante e salte. Levante-se no Espírito.

Saia do raso no Espírito e entre nas profundezas. Se posicione! A chuva virá e a glória vai cair. 

O propósito do Cabeça se restringe ao que o corpo vai caminhar para chegar em algum lugar. Os propósitos do Cabeça dependem da cooperação do corpo. Precisamos andar no Espírito para viver estas coisas. Precisamos tomar uma posição em Deus, por meio da comunhão com o Espirito, onde você vê coisas e as percebe pelo espírito. 

Existe algo da parte de Deus, do qual Ele quer que nós participemos. Coisas que os ouvidos naturais não vão conseguir perceber e, por isso, precisamos viver em comunhão com o Espírito. Precisamos permanecer cheios dEle. Uma das maneiras para vivermos cheios do Espírito é incorporando alguns exercícios espirituais. Quero enfatizar um deles: a oração em línguas. 

Não podemos participar de algo que não estamos percebendo. Só vamos perceber, se estivermos andando no Espírito e, para isso, precisamos orar com intensidade. 

Smith Wigglesworth disse que é um luxo ser cheio do Espírito, mas também é um mandamento divino. Ninguém deveria sair da cama de manhã sem primeiro se perder no Espírito. Se alguém quer ser cheio, deveria falar em outras línguas de manhã, à tarde e à noite.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA