Rompimento!

Postado em
0
641

por Darren Wray

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (João 1.1)

Eu não caí em Aracaju de paraquedas não! Quando eu estava nos Estados Unidos, Guto falou comigo, nós conversávamos sobre Manaus. Quando eu estava na lua de mel, Deus falou comigo nitidamente que eu seria o pastor da Igreja Verbo da Vida em Aracaju-SE. E minha esposa disse que Deus também falou o mesmo com ela. Quando fomos à Campina Grande-PB nessa época, Guto me chamou para conversar e ele não falou sobre Manaus, falou sobre Aracaju.

Deus nos deu uma visão para a nossa igreja, que é alcançar 1% da população de Aracaju. isso dá mais de 6 mil pessoas. Nós fazemos campanhas e colocamos “Rumo ao 1%” e as pessoas já sabem o que significa, essa é a nossa visão. Depois, Deus colocou no meu coração sobre construir. Eu nunca construí nada na minha vida. Agora, olha como Deus faz as coisas, ele chamou alguém que não conhecia nada de construção para comandar uma obra muito grande.

Noé não era formado em engenharia civil, mas construí uma arca que cabia todos os animais do mundo. Você não precisa ter habilidade se tem uma palavra de Deus. A Palavra de Deus lhe capacita a fazer algo que você nem imagina. O que o capacitou Pedro a andar sobre as águas foi uma palavra de Deus liberada ao seu favor. Essa palavra não foi direcionada para nenhum outro discípulo, ela foi uma palavra rhema dada exclusivamente para Pedro. Qual é a Palavra que Deus tem para você, a sua igreja, o seu ministério? Toda a sua mensagem, a sua sabedoria, estarão contidas na palavra que Ele lhe dá.

Jesus perguntou aos discípulos: “Quem vocês dizem que eu sou?”. Pedro respondeu: “Tu és o Cristo”. Jesus respondeu a Pedro: “Tu és pedra e sobre essa pedra edificarei a minha igreja”. Ele é a pedra, Ele está dizendo aqui que estabeleceu a sua igreja sobre revelação. Não gaste tempo imitando a outra igreja, Deus tem uma revelação específica para você, para a sua igreja.

Quantos já descobriram que no ministério, às vezes, têm momentos duros? Tem momentos que são complicados no ministério. O ministério não é um mar de rosas o tempo todo. Eu vi uma pesquisa dizendo que 1.500 pastores largam o ministério todo mês. Eu tenho dificuldade de entender como alguém pode largar o seu chamado. Ao mesmo tempo, eu penso que esses pastores estavam edificando a sua igreja apenas, mas não em cima de uma revelação. Se você não tiver uma palavra de Deus, realmente, você vai se dobrar diante das situações. Quando você quer desistir, quando quer jogar a toalha, o que lhe sustenta é a palavra que o Senhor lhe deu.

E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos” (Zacarias 4. 6)

Zorobabel provavelmente estava frustrado pensando que nunca iria terminar aquele serviço. Não sei quantos aqui já tiveram esse sentimento, de que nunca iria terminar aquilo que o Senhor colocou em seu coração. Zorobabel estava olhando para as limitações que ele tinha e, se não tomarmos cuidado poderemos cair nas mesmas coisas.

Certo dia, eu fiz alguns cálculos, cuidado quando você fizer cálculos. Eu tentei ver se com a receita que temos por mês na igreja teríamos alguma margem para a construção e, eu percebi que Jesus voltava duas vezes e a obra não terminaria.

Ou nós cremos que é pelo mover do Espírito que as coisas vão acontecer, ou não vamos concluir aquilo que o Senhor falou ao nosso coração.

Em um culto, uma jovem do louvor chegou para mim e disse: “Eu percebo que precisamos levantar uma oferta agora para a construção”, então, eu disse para ela: “Então fala você”. Quando ela falou dois homens se levantaram na mesma hora e vieram a frente, de repente, como pipoca, as pessoas começaram a se levantar e ofertar, ofertaram carros, apartamentos, animais, jóias. E o melhor, essa foi a maior oferta já levantada na igreja para a construção do nosso templo e não foi eu quem levantou. Foi pelo Espírito!

Quando estávamos em um momento crítico na construção. Deus levantou um jovem na nossa igreja. Ele pediu ao Senhor uma ideia para ajudar na construção. Ele já tinha feito outras coisas que nunca tinham dado certo. Quando ele falou para o Senhor que queria uma ideia para ajudar na construção e doar 100%, as coisas começaram a funcionar. Eu nem imaginava nada disso e, após um ano, ele me procurou para contar tudo o que estava fazendo e entregar a oferta. Tem muita coisa acontecendo nos bastidores que você nem imagina.

Às vezes, as pessoas acham que porque eu sou americano tenho muito dólar, mas 97% do que entrou para a construção veio da nossa igreja local.

Quem és tu, ó grande monte? Diante de Zorobabel tornar-te-ás uma campina; porque ele trará a pedra angular com aclamações: Graça, graça a ela” (Zacarias 4. 7)

Esse problema que Zacarias está se referindo era um problema ministerial que Zorobabel estava enfrentando. Todos nós podemos passar por isso. Zorobabel nunca estudou no Rhema, mas Deus estava ensinando-o a confissão da Palavra.

Nós da Palavra da fé precisamos ter cuidado de não ficarmos tão apegados as novas revelações que esquecemos das bases. Foi a Palavra da fé que lhe trouxe até aqui, é ela que vai lhe levar mais longe.

Quando você fala a Palavra graça é liberada. Aquilo que era difícil se torna fácil, por que? Por causa da graça! Alguns de vocês estão pedindo mais graça e Ele está dizendo: “fale a minha palavra e a graça virá”.

E muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos. E estavam todos unanimemente no alpendre de Salomão” (Atos 5.12)

E Deus pelas mãos de Paulo fazia maravilhas extraordinárias” (Atos 19.11)

Deus está querendo usar as suas mãos para operar os milagres dEle. As mãos que começaram a obra também vão terminá-la. Deus não faz nada pela metade, Ele não lhe chamou para parar no meio do caminho. A mesma graça que Ele lhe dá para começar, Ele também lhe dá para terminar.

Porque, quem despreza o dia das coisas pequenas? Pois esses se alegrarão, vendo o prumo na mão de Zorobabel; esses são os sete olhos do Senhor, que percorrem por toda a terra” (Zacarias 4. 10)

Essa é uma pergunta que Deus está fazendo para Zorobabel. Lembre-se que ele está no contexto de frustração, porque faz 17 anos que a obra está parada. Deus faz essa pergunta para Ele: “Quem já desprezou o dia das coisas pequenas?”, Deus o advertiu, mas também está fazendo isso conosco. Tudo o que Deus nos chamou para fazer são coisas grandes, mas no reino de Deus as coisas grandes começam pequenas, por isso não podemos desprezar os pequenos começos. Eu gosto de ouvir os testemunhos, mas também gosto de ouvir os bastidores. Gosto de saber como as coisas desenrolaram. Nós começamos a construção da nossa igreja com quase nada. Deus me falou para separar da receita da igreja mensalmente um pequeno valor, para quem sabe um dia usar para construção. Parecia não ser nada, mas para aquele que crê já é um grande milagre.

Você precisa aprender a inserir algumas palavras nas suas frases. Um “ainda” ou um “mas”, muda todo o cenário. Elias mandou o jovem olhar se estava vindo a chuva, ele voltava e dizia que não e, Elias mandava ele olhar de novo. Por que isso? Porque havia expectativa que a qualquer momento a chuva iria chegar, só não tinha chegado “ainda”. Quando ele vê uma pequena nuvem, ele manda o jovem correr e anunciar que estava chegando uma grande chuva.

Muitas vezes, falamos tanto sobre o que não temos, que esquecemos o que temos de fato.

Quando você valoriza as coisas pequenas que Deus tem lhe dado, assim como um bebê, elas crescem.

O próximo ponto que eu quero abordar com vocês é PERSEVERANÇA. Eu ensino “Fundamentos da Fé” no Rhema há muitos anos e, quando você estuda fé você entende que fé é no presente. Mas, em vários versículos no Novo Testamento eles anexam a fé a perseverança. Muitas vezes, eu acho que nós somos fortes na fé, mas fracos na perseverança. Nós desistimos facilmente.

Nós demoramos 15 anos para terminar a obra. Eu não imaginei que demoraria tanto. Essa demora começou a mexer com a minha alma. Eu sou gente, sou humano igual a você.

Eu lembro que uma pessoa disse pra mim: “Está demorando a construção da igreja, né pastor?”. Eu não precisava apenas lidar com a obra, mas eu também tinha que animar a minha alma durante todo esse processo.

Mas, quando nos mantemos firmes na visão, com o nosso coração aberto, o Senhor nos transmite palavras de ânimo. Lembro que um dia estava conversando com o Pr Toni e ele citou um versículo que foi bálsamo de Deus pra mim. Perseverança se torna mais fácil quando temos a perspectiva certa daquilo que estamos fazendo. Às vezes, se torna mais difícil, mais duro, quando estamos com as perspectivas erradas.

80% da obra já estava quase concluída, eu estava lá, cabisbaixo, sabe por quê? Eu estava tão focado no que iria acontecer, que esqueci de celebrar o que Deus já tinha feito até então.

Precisamos ter visão, precisamos olhar para frente, mas nem tanto que esqueçamos os milagres passados do Senhor. Na verdade, são os milagres passados que nos fortalecem para crermos até o fim. isso nos ajuda a aguentar o tranco quando as coisas estão demorando mais do que a gente pensa.

Eu tive a oportunidade de assistir ao parto de um dos meus filhos. Foi cesariano. É interessante, que o médico vai com o bisturi cortando por camadas. São várias camadas até chegar no bebê. Minha esposa estava anestesiada, não sentia nada. Eu vendo ele cortar camada por camada. Tempo depois, comecei a pensar sobre isso no que se trata a rompimentos no espírito. Nem tudo é instantâneo, algumas coisas passam por um processo. Alguns rompimentos são em camadas. Agora, quem está do outro lado acha que não está acontecendo nada, é como se estivesse anestesiado. Mas, camada após camada está sendo rompido. Por muito tempo, parecia não estar acontecendo nada, eu não estava entendo que aquele rompimento estava acontecendo em camadas.

Chegou o tempo do rompimento, mas às vezes, ele pode está acontecendo em camadas na sua vida.

 

*Trechos da mensagem do Pr. Darren Wray na Conferência de Ministros Verbo da Vida no Sudeste – Setembro 2018.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA