Sobre a arte de educar filhos como Deus planejou

Postado em
2
1906

por Lenise Freitas

Líder do Ministério Graça e Verdade e membro da Igreja em Pedra de Guaratiba-RJ

Temos sido bombardeados nos últimos dias com polêmicas relacionadas a forma de educar, a influências a que crianças tem sido submetidas. Em busca de um ”mundo melhor” parte da sociedade quer desconstruir princípios valores e as crianças parecem estar no centro dessa desconstrução.

Li recentemente uma postagem que dizia: “Quando eu tiver um filho ele vai ser chamar Ariel, quando crescer ele escolhe se vai ser homem, mulher, sereia ou sabão em pó!”. E o pior é que na hora  não consegui nem mesmo ficar perplexa com a declaração, como se isso já fosse algo esperado.

Mas essa declaração ficou martelando na minha mente, o Espirito Santo me lembrando que mesmo antes de nascermos Deus escreveu um propósito para nós. E quando sabemos corrigir na hora certa, nossos filhos se tornam sábios, mas a criança entregue a si mesma envergonha seus pais (Provérbios 29:15)

Sim, a criança entregue a si mesma pode se tornar como bolhas de sabão em pó. Externamente até belas, mas ocas por dentro, vulneráveis e efêmeras.

Deus não me deu um filho para se tornar sabão em pó. Quando  escrevo isso, o meu próprio filho, está diante de mim, se aprontando para ir para o Rhema. Filho muito desejado, que quase perdi em uma gravidez de risco, mas que foi guardado pelo Senhor para um propósito nessa geração. Hoje ele é um adolescente que ama ao Senhor, ótimo aluno na escola,  envolvido na igreja local, baixista no Ministério de Música. Mas eu sei que meu papel como mãe não terminou, nosso papel como pais não terminou, longe disso. Precisamos ainda acompanhá-lo de perto. E meu filho vem antes de qualquer ministério que eu possa ter.

Nossos  filhos e nossas crianças são presentes de Deus. Uma prova de que Ele confia em nós e na Sua própria Graça em nós depositada.

Que haja Graça para identificar  suas necessidades e o  tempo que vivemos. Graça para vivermos arraigados  a uma Palavra que nos faz discernir pensamentos e intenções do coração de quem se aproxima deles ou quer participar de sua formação. Que possamos discernir a hora de dizer basta! Não permitiremos que seja assim. Não podemos nos deixar enganar.

Precisamos proteger nosso filhos com as águias, que constroem no alto o seu ninho, em lugar seguro.  ( ver Jó 39:27,28)

Lembrando que os pais que querem bem a seus filhos os repreendem também.

“Porque o Senhor repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem.” (Provérbios 3.12)

Ensinando a criança, andando com ela no caminho que se deve andar para que ela não se desvie.

Escrevendo isto para a geração futura, para que um povo que está por vir louve ao Senhor 

“Isto se escreverá para a geração futura; e o povo que se criar louvará ao Senhor.”(Salmos 102.18)

Porque quando  nossos filhos são ensinados no Senhor, a paz deles é abundante

“E todos os teus filhos serão ensinados do Senhor; e a paz de teus filhos será abundante”. (Isaías 54.13)

Na História bíblica, temos dois momentos especialmente onde crianças foram atacadas em massa:

Quando o povo estava prestes a sair do Egito.

Quando o Messias estava pra se revelar.

Agora prestes ao arrebatamento e a volta de Cristo, vemos crianças especialmente como alvos novamente. Uma geração inteira como alvo.

Como tem ministrado Pr. Edilson Lira, Deus trabalha com gerações. Aquilo que nós fazemos não começou com a gente e não pode terminar com a gente. Satanás tenta  destruir gerações para interromper a continuidade do plano de Deus e a nossa redenção final.

Que sejamos como as parteiras hebréias, como os magos do Oriente. É preciso guardar essa geração.

Quem tem ouvidos, ouça. Maranata!

2 COMENTÁRIOS

  1. É verdade sou mãe de 4 filhos eu e meu marido crentes novinhos na fé pobres morando de aluguel mas nunca trocamos as bênção do senhor por nada e mais criamos nossos filhos sozinhos sem ninguémra nós auxiliar hoje filhos amáveis bons empregados e bons pais e principalmente servos do senhor servindo em amor e respeito temor a palavra de Deus Glória e honra e louvor a ele que é diguino. Amém

DEIXE UMA RESPOSTA