Somos justiça de Deus

Postado em
0

por Séo Fernandes
(Graduado da Escola de Ministros Rhema Itinerante em Salvador-BA)

Eu sou testemunha do poder de ressurreição. Através das minhas mãos, Cristo vai continuar vivo aqui na Terra. Geralmente, quando Jesus fazia milagres poderosos, Ele chamava Pedro, Tiago e João. Uma coisa é saber quem pode curar, outra coisa é estar consciente.

Onde Ele está, você está. É olhando pra Ele que eu me descubro. A nova aliança veio com promessas superiores. É pra Jesus que devemos olhar, ele é a representação da Nova Aliança. Eu estou em uma nova aliança e sou ministro dessa Aliança.

A minha confiança não vem de mim mesmo, mas por intermédio dEle. A nossa suficiência vem dEle. 

O maior milagre dos dias de hoje, não é abrir o mar vermelho, mas abrir o entendimento acerca da Salvação para os ao seu redor.

Seu destino saiu do inferno para o céu, com uma simples confissão: “Jesus eu te recebo”.

Uma das funções da lei era expor o pecado do homem, para que ele percebesse que necessitava de um salvador. Agora sim nós temos o Salvador. Temos uma pessoa dentro de nós, nos convencendo dia após dia que fomos transformados. O pecado não nos domina mais. Ninguém peca mais por falta de controle, mas por fata de entendimento.

Se alguém está em Cristo, nova criatura é. Você não foi consertado, você foi feito uma nova criatura. Agora a questão é entender quem você é. A lei condenou você, mas Cristo veio e justificou você.

Quando Deus olha para você, Ele vê Cristo!

O real avivamento da nova aliança não passa, é permanente. A maioria dos milagres de Moisés trabalharam na natureza, mas a maioria dos milagres de Jesus trabalharam com o homem. A graça não remove o nosso trabalho, ela remove o nosso mérito.

Depois da descida do Espírito, Pedro, aquele que negou a Cristo, pregou e uma multidão recebeu a Cristo.

Tudo aponta para Cristo.

“Ora, em toda a terra havia apenas uma linguagem e uma só maneira de falar” (Gênesis 11)

Na torre de Babel, Deus cessou a edificação removendo a linguagem. Na descida do Espírito, Deus desce e não remove a linguagem, Deus dá a linguagem espiritual. Todos compreendiam, pelo espírito, não mais confusão, mas edificação. Quando o povo é um, não há restrição naquilo que eles intentam fazer. Existe um trabalho dos cinco dons no ministério, para que o corpo de Cristo se torne um. Quando você se torna um com Cristo não haverá restrição.

Você não é o que a sua carne diz, você o que você tem por dentro, em seu Espírito. Você não é mais aquilo que a sua mãe gerou, mas o que Cristo gerou. Você nasceu para esse lugar.

 *Trechos da mensagem na Conferência Avivamento e Milagres em Fevereiro de 2019, Campina Grande-PB.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA