Tenha fé no fundamento certo

Postado em
0
1771

pr-hHumberto Albuquerque

Pastor da Igreja Verbo da Vida Zona Norte

Fé tem que funcionar, se não estiver funcionando devemos examinar-nos e provar-nos para ver se realmente estamos andando em fé.

Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não reconheceis que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados”. (2 Coríntios 13.5)

Este exemplo a seguir era de uma igreja que andava em fé, mas mesmo assim Paulo orava ao Senhor para reparar as deficiências da fé.

Pois que ações de graças podemos tributar a Deus no tocante a vós outros, por toda a alegria com que nos regozijamos por vossa causa, diante do nosso Deus, orando noite e dia, com máximo empenho, para vos ver pessoalmente e reparar as deficiências da vossa fé?  (1 Tessalonicenses 3.9 -10)

Um outro ponto importante para fundamentarmos a nossa fé está na ORAÇÃO. Vejamos:

Se tudo o que acontece é porque “Deus quis assim” de que adianta orarmos? Pra que fazermos escolhas? De que adianta ir para a Igreja?

A Oração é a interferência entre céus e terra feita pelo homem. Oração de Consagração: Seja feita a Tua vontade…

   E recebeu o sinal da circuncisão como selo da justiça da fé que teve quando ainda incircunciso; para vir a ser o pai de todos os que creem, embora não circuncidados, a fim de que lhes fosse imputada a justiça, e pai da circuncisão, isto é, daqueles que não são apenas circuncisos, mas também andam nas pisadas da fé que teve Abraão, nosso pai, antes de ser circuncidado. (Romanos 4.11-12)

Devemos caminhar nas mesmas pisadas de Abraão, nosso Pai na Fé. Disposto a não se apoiar em nada visível (físico), a não ser na Palavra. Houve uma disposição de abrir mão ou ignorar tudo o que for contrário à fé ou à promessa (palavra) de Deus, abrindo não de tudo o que era natural para se firmar na Palavra.

Não negocie a Palavra de Deus com o que for favorável, mas aproveite os ventos contrários para crer e declarar: Vai Acontecer! Isto é a Fé Fundamentada na Palavra.

“Eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não o fiz com ostentação de linguagem ou de sabedoria. Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado. E foi em fraqueza, temor e grande tremor que eu estive entre vós. A minha palavra e a minha pregação não consistiram em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria humana, e sim no poder de Deus.”  1 Coríntios 2.1 -5

Uma palavra inspirada, seguida de demonstração do Espírito, sem rebuscar o conhecimento e estudo natural. Fé apoiada no Poder de Deus. PODER = dunamis (grego) – Poder para realizar milagres que reside em algo (podendo ser uma coisa ou uma palavra) pela virtude. O homem, nestes últimos dias, trocou a inspiração pela lógica.

Não tivemos que exercer fé para receber Jesus Cristo. Quando cogitamos ou questionamos se temos fé ou não para receber uma promessa estamos sendo inspirados ou influenciados pelo inferno, pois o que temos que fazer é nos ligar Naquele que nos prometeu e que é fiel e poderoso para cumprir. A evidência da fé é a palavra que sai da tua boca.

“Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu Deus além de ti, que trabalha para aquele que nele espera”. (Isaías 64.4)

Mesmo quando tudo estiver contrário devemos atentar para a Palavra e ficar com o que está escrito. A Palavra é o abstrato eterno.

Devemos meditar e permanecer firme como quem vê o invisível.

“Pela fé, ele abandonou o Egito, não ficando amedrontado com a cólera do rei; antes, permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível.”  (Hebreus 11.27)

Deus não abençoa negligencia administrativa. A multiplicação só vem quando fazemos planejamento. Deus não patrocina desorganização. Se Deus não estiver envolvido no planejamento, é melhor você não se envolver no projeto, pois o final será somente decepção. A alegria do sobrenatural é o resultado de enxergarmos espiritualmente os fatos.

“Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer”.  (João 15.5)   

O Espírito Santo nos guia na Palavra. É preciso nos fundamentar em textos bíblicos, na Palavra. A experiência sobrenatural pode te empolgar para obedecer, mas para o sustento só a Palavra.

É preciso dar tempo para as coisas serem criadas por dentro de você, desenvolver fé e paciência para criar a estrutura por dentro. A unção pode te ajudar na cura, mas o que te mantém curado é a Palavra. A experiência que temos por permanecer na Palavra nunca mais sai de nossas vidas.

“Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação”, não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.”  2 Coríntios 4.17 

Devemos desenvolver a confiança na Palavra de que nada vai faltar.

“visto que andamos por fé e não pelo que vemos”. 2 Coríntios 5.7

Vemos = EIDOS (grego) – Aparência externa.

O poder está na Palavra e esta Palavra é o suficiente. Se firme na Palavra até que algo seja firmado dentro de você.

“O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida”.  (João 6.63)

Palavras são espírito e vida. Ter a mente de Cristo é ter a sua vontade, os seus pensamentos a nosso respeito cada vez mais firme dentro de nós. Esta Palavra pode arrancar de nós uma nota de fé, suficiente para mudar a situação que estamos vivendo. O que vai nos dar força para perseverar é visualizar a alegria que vamos sentir ao conquistar

Coloque meta nas pequenas coisas e vá conquistando dia após dia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA