Feche as portas para o inimigo

Postado em
0

por Rick Renner
(pastor da Igreja Boa Nova em Moscou na Rússia)

“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (I Pedro 5.8)

Vamos começar a mensagem de hoje com o texto bíblico de I Pedro 5.8. “Sede sóbrios, sede vigilantes”, que vem do grego “gregório”, se esse é seu nome quer dizer vigilante. Ela é usada quando alguma força do mal do lado de fora está buscando uma brecha para entrar. Por ser maligna, você é chamado para ser vigilante. Para garantir que o inimigo que está lá fora não possa entrar. O diabo busca um lugar para entrar, mas não devemos ter medo. Paulo diz que o diabo vai tentar achar uma porta pra entrar, no seu casamento, no seu ministério, precisamos ser vigilantes. Construir uma barricada para que o ataque dele não seja bem sucedido.

Nós morávamos na frente da Praça Vermelha, em Moscou, nossos filhos brincavam de skate na praça e tinha muitos mendigos nas proximidades. Denise se sentia incomodada, colocávamos tranca nas portas. Nós mudamos para um vilarejo, mas Denise ainda continuava trancando as portas, pediu inclusive para adicionar uma nova fechadura, eu pensava que a gente estava morando em um cofre. Uma vez, eu estava no quintal da casa e ouvi Denise gritando em frente a casa e ela disse que eu olhasse o buraquinho da porta fechada, eu olhei, e o que você acha que tinha do lado de fora da porta? Uma mulher drogada mandando abrir a porta, dizendo que queria entrar. Ligamos para o caseiro e, ele finalmente conseguiu colocá-la para fora do portão e quando ela percebeu que não conseguiria voltar entrou pelo campo e desapareceu na floresta.

Então, Denise disse: “o que você acha da gente travar a porta?” E eu fiquei pensando nisso, se a porta estivesse aberta seria uma situação totalmente diferente. Tirar essa mulher de dentro de casa seria mais difícil do que apenas tirá-la da frente de casa. Teria sido difícil, mas foi muito mais fácil porque a porta estava travada. É exatamente o que Paulo está dizendo: o diabo está louco para entrar em sua casa, no seu ministério. É isso que Pedro diz para sermos vigilantes. Esteja alerta, construa suas barricadas para garantir que este inimigo nunca possa entrar.

Sede sóbrios, sede vigilantes! O diabo é aquele que quer entrar em sua vida.

Quando eu e Denise começamos nossos ministérios na União Soviética, muitas pessoas foram presas e perseguidas. A gente começou uma transmissão para toda a União Soviética, e eu disse que se me escrevessem eu ia responder, o que eu não esperava era que esse povo gostava de escrever e em uma só vez recebi 800 mil cartas. Depois começamos a receber em toneladas. Um dia recebi uma ligação logo cedo da manhã, a gente tinha acabado de comprar um computador. Era uma coisa grande, e porque a gente tinha computador a gente tinha como responder essas cartas.

O segurança me ligou disse que eu fosse imediatamente para o escritório. E quando cheguei lá, para meu choque e meu horror, alguém entrou no escritório e quebraram todas as telas do computador e pregaram um prego no teclado e no meio de cada prego tinha um bilhete. Para cada pessoa que trabalha nesse computador: “nós vamos matar você!” Foi assustador! E quando os empregados chegaram para o trabalho, e imediatamente um espírito de medo se infiltrou em nossa equipe. Mas, só podia ter sido um de nós que teria feito isso, só nós poderíamos entrar no nosso escritório. Todo mundo começou a desconfiar de todo mundo, na hora da oração você não sabia quem era essa pessoa, tinha uma serpente no círculo. Até nas lancheiras das crianças tinham bilhetinhos contanto como os pais delas seriam mortos. 

Eles sabiam tanto onde estávamos que, quando a gente não estava eles iam para a casa dos funcionários, e colocavam bilhetes de ameaças. Um dia essa pessoa derramou tinta branca em toda cama e em todos os nossos sapatos, numa época em que não podíamos comprar sapatos. A gente não sabia quem era, mas sabíamos que era alguém do nosso meio. Em um prazo de 10 meses, cada um dos membros de nossa equipe já tinha sido acusado pelos outros. Eu e Denise percebíamos que a gente sabia quem era essa pessoa, mas às vezes, é difícil acusar alguém só pelo discernimento.

Eu liguei para a KGB, eles nos deviam um favor. Eles nunca esqueceram o que fizemos pra eles. Então, contei nosso problema, e o líder pediu os bilhetes e levou para o departamento que analisa grafias, daqui a três dias a gente volta e você marca uma reunião com sua equipe, o resto a gente comanda. No dia, chamei uma reunião com toda a equipe, e eu disse hoje vocês terão um ministro convidado. É surpresa! 

Fui abrir a porta e lá estavam os dois homens da KGB, quando a gente entra na sala, minha equipe fica boquiaberta, imagino que pensaram que eu estava trabalhando para a KGB, o homem disse que iam distribuir papel e lápis para todos, e fez um ditado para todos escreverem o que ele estava falando e disse “se você continuar nesse ministério eu vou matar você“, eles disseram que mudassem a caneta para a outra mão e escreveram a mesma ameaça. Ele me chamou e disse que depois voltaria, depois os ataques pararam porque a pessoa entendeu que tinha sido pega. 

Descobrimos quem era. Era a mesma que eu pensava. Você quer saber o que fiz ou o que eu queria fazer com essa pessoa? Eu queria enviá-la para a cadeia e tinha direito de fazer isso, mas o Espírito Santo me falou: “Rick é melhor colocar na cadeia alguém que está mentalmente incapaz ou tentar ajudar essa pessoa?” Entendi que Deus queria que nós oferecêssemos cura para essa pessoa! Hoje, ela trabalha para outro ministério e ninguém sabe do que aconteceu. Isso é para você entender que nós não estávamos vigilantes e o diabo encontrou uma brecha para entrar. 

Dez meses de nossa vida perturbadas por esse inimigo. É melhor manter o inimigo fora! Construa barreiras para ele não entrar e, se entrar, o coloque pra fora! Peça ajuda se ele entrar, diga que precisa de ajuda para botar ele pra fora, se um coloca mil pra correr, dois colocam dez mil. Pedro quando escreveu essa epístola ele disse para sermos vigilantes. Aqui ele deixa uma pista de como o diabo consegue entrar em seu casamento, ministério, finanças, igreja, empresa, qual é a porta? A resposta está no versículo, de acordo com Pedro ele age semelhante a um promotor, ele processa, ele não consegue acusar se não existir prova contra a pessoa, mas quando o promotor descobre que uma lei foi quebrada aí sim ele tem como processá-la. 

Ele está procurando nas nossas vidas, estudando nosso casamento, nossa igreja, nossa saúde para encontrar a porta aberta e ter acesso às nossas vidas. É através dessas portas abertas que ele entra. Ele ataca nas violações. Através de suas próprias violações você pode abrir essas portas!

Jesus acabou com ele na cruz, mas se você abrir essas portas ele vai entrar. É melhor deixar ele do lado de fora, do que expulsá-lo depois que ele entrar. Através de atitudes equivocadas o diabo entra por essas portas. Peça ajuda, receba e considere essa ajuda quando receber.

Era muito raro eu e Denise brigar, mas houve um momento em nosso casamento que toda vez que a gente brigava um de nossos filhos adoecia. Nós entendemos que briga, contenda, é uma porta aberta. Nos arrependemos e instituímos o fim das brigas lá em casa. Pedro diz que o diabo vive rondando ao derredor para nos tragar. 

E sabe qual é o maior nível dessa batalha espiritual? Não é apenas viver declarando o nome de Jesus, mas viver uma vida correta, fechando as portas. Eu fecho todas as portas! Eu tomo conta de meu casamento, tomo conta de meus relacionamentos para que eu possa viver em paz. Mesmo que ele tente, não vai conseguir entrar. Eu tomei as medidas corretivas! Ele busca aquele que não está com suas portas fechadas, ele é o promotor e está procurando alguém que violou alguma lei para ele devorar!

Reforce suas portas para que o inimigo não encontre mais acesso!

Maior é aquele que está em nós do que o que está no mundo, faça o que for preciso fazer para que o inimigo não encontre uma brecha para entrar! O que é que você vai fazer para se transformar em uma fortaleza para que o inimigo não entre? É sobre isso que vou falar na próxima ministração!

*Trechos da mensagem durante a Conferência de Ministros Verbo da Vida, em Julho de 2019  

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA