Um caminho sem volta

Postado em
0
353

por Giovanna Lima

Graduada do Centro de Treinamento Bíblico Rhema 

Responsabilidade. Essa palavra geralmente é associada a pagar contas, não faltar o emprego, e coisas cotidianas, “naturais”.. Mas responsabilidade é, também, o que devemos ter com as verdades que temos ouvido diretamente do pai. Paulo fala pra Timóteo, em uma da suas cartas, “Desenvolve o dom que há em ti” (1 Timóteo 4:14) em outras versões “Não seja negligente com o dom que há em ti!”. O dom vem de Deus, mas a responsabilidade de fazer algo com ele é nossa. A verdade é que pensar pequeno sobre nós mesmos é ser irresponsável com aquilo que Deus acredita.

“Mas eu não posso, não sou suficiente” “ninguém gosta de mim” “e o que vão pensar?”. Esse tipo de mentalidade nos torna irresponsáveis com os sonhos de Deus! Deus sonhou com você, Deus planejou seu futuro! Deus gritou algo sobre a sua identidade quando Jesus morreu naquela cruz, Ele gritou “VOCÊ É AMADO!” Foi um grito da sua identidade, selado com sangue, pra que você não ficasse aprisionado na mediocridade! Você não é um incapaz! Você é completamente capacitado para viver os sonhos Dele! Ele nos capacitou! Isso não vem de nós, não é porque somos bons demais, é porque Ele é bom!

Devemos acreditar no que Deus acredita, devemos acreditar nos seus sonhos! Não coloque suas expectativas em alguém, coloque suas expectativas em Deus, e aprenda a se conhecer através da perspectiva divina. Pergunte pra Ele sobre como Ele te vê, e comece a anotar e acreditar em todas as palavras que Ele diz a seu respeito! A estrada do auto-conhecimento não tem volta.. Quando você começa a se conhecer, a partir da perspectiva divina, não tem volta pra quem você era.. Você começa a se tornar quem Ele te criou pra ser, a se tornar a sua essência! E o que pensavam sobre você, a imagem que você mesmo criou dentro de si e os limites que colocou para si mesmo não valem mais de nada: você tem se visto com os olhos Dele.

Reconhecer a sua identidade deixa a essência de quem você é mais forte. Não há mais motivos para temer o futuro. Existe uma identidade te gritado, filho amado, o que você tem feito com o que Ele colocou em suas mãos? Tenha responsabilidade com o sonho de Deus! Não permita mais a circunstância ditar quem você é! Não permita que pensamentos de insuficiência ditem a sua identidade. Não se coloque como vítima da história, tome as rédeas da sua vida e da sua mente: pense sobre você como Ele pensa.

Você é amado quando alguém não gosta de você, você é amado quando seus pais te ignoram, você é amado quando seus amigos te esquecem, você é capaz quando não passa em uma prova, você é capaz quando não é aceito em um emprego, e permitir um pensamento que diz o contrário disso fazer morada em sua mente, é ser irresponsável com aquilo que Deus se importa! Deus se importa com você! Cuide de ti mesmo! Antes de cuidar de doutrina, antes de pensar em ministério, cuida de si mesmo, cuida do seu coração, investe todas as suas fichas em si mesmo.

Não é sobre ser orgulhoso, porque temos que reconhecer todos os dias que sem Ele não sobra nada, Ele é o motivo, Ele é a razão, Ele quem deu o dom. Mas se Ele é a razão, precisamos considerar mais a sua palavra. Acreditar em si mesmo é considerar como verdade a palavra de Deus. Você não é mais inteligente do que Deus, e se você reconhece isso, começara a se conhecer a partir da perspectiva Dele, e considerar sua palavra como a verdade que ela é. Suas palavras são lei, são um decreto. E está decretado sobre a sua vida:

“Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança.” (Jeremias 29.11)

“Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. ” (I João 4:10)

“Tu formaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Graças te dou pela maneira extraordinária como fui criado! Pois tu és tremendo e maravilhoso! Sim, minha alma o sabe muito bem. Meus ossos não te eram encobertos, quando fui formado ocultamente e tecido nas profundezas da terra. Teus olhos viam meu embrião, e em teu livro foram registrados todos os meus dias; prefixados, antes mesmo que um só deles existisse! Ó Deus, como são complexos e preciosos para mim os teus pensamentos, quão vastos e profundos os teus conhecimentos. Se eu os pudesse somar, seriam mais que os grãos de areia. Se os contasse, levaria toda a eternidade e ainda haveria o que contar.” (Salmos 139:13-18)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA