Vencendo as tempestades

Postado em
0

por Policarpo Brito

*Professor do Centro de Treinamento Bíblico Rhema

Quem de nós vive longe de tempestades? Jó, mesmo sendo um homem íntegro, de caráter e de palavra, as tempestades vieram para ele, assim como vieram ao Senhor Jesus. As aflições, problemas na alma, podem vir, mas a palavra nos conforta ao trazer essa verdade: “muitas são as aflições interiores do justo, mas o Senhor os livra de todas!” 

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo” (João 16.33).

Muitos de nós têm sido iludidos pelo diabo. Ele levanta as tempestades exteriores, bagunça tudo ao nosso redor, chama nossa atenção para as tempestades externas, porque sabe que se deixarmos a tempestade interna aflorar, estaremos perdidos, mas se soubermos controlar a tempestade interna, a externa se torna tranquila!

Jesus estava em um barco e ordenou aos seus discípulos: “Vamos atravessar e passar para o outro lado”. Jesus tinha um propósito divino, não era apenas fazer um passeio turístico em Gadara, Ele tinha um objetivo. Havia um homem louco do outro lado, que em determinado momento de sua loucura, clamou ao céu. Jesus prontamente foi até o endemoniado de Gadara. Esse homem tinha um conflito interno, era uma tempestade que não passava, e ele trazia tempestade para os de fora, mas Jesus foi resolver o problema dele. Porém, o diabo levantou uma tempestade externa. E, em meio a  tempestade, Jesus dormia.

Ele estava tão bem resolvido por dentro que dormia na popa do barco. Ele estava dormindo, mas estava no controle. Ele não vai parar, vai te guiar. Se Ele diz: “Passe para o outro lado”, pode se levantar tempestades e maremotos, Ele está no controle, não vai afundar!

Ele quer que nós aprendamos isto: ter paz interior. Por isso Ele disse: “Eu vou deixar com vocês uma arma poderosa, vou deixar minha paz, essa que você me viu utilizar nesse momento de dificuldade, de tempestade em que todos me deixaram. É essa paz que eu quero que vocês experimentem”

Ele nos transformou em novas criaturas, nos deu um novo coração, nos deu do Seu Espírito, Ele nos deu essa paz. Essa paz é um fruto do Espírito e você pode experimentá-la. Lembre-se das palavras dos seus guias, aqueles que pregaram atentamente a Palavra de Deus, veja como foi que eles findaram a vida. O pastor Bud passou por dificuldades, mas sempre foi um exemplo para nós, nos deixou esse legado. 

Ainda hoje me pergunto, o que ele faria nos dias como esses de pandemia? Ele estaria pregando o quê? Medo, pavor, desespero? Pelo contrário! Ele falaria o que a Bíblia diz. Podemos passar pelo vale da sombra da morte, que o cajado e a vara do Senhor estará conosco! Era isso que ele pregaria! Nós precisamos celebrar a Palavra que recebemos! Ela muda nossas vidas!

Orar com confiança, adorar ao Senhor no meio da tempestade é um exercício maravilhoso. O músculo da fé precisa ser exercitado e, ele é exercitado exatamente nas tempestades. Quando começam as impossibilidades humanas, entram as possibilidades divinas!

“Por isso bem quisemos uma e outra vez ir ter convosco, pelo menos eu, Paulo, mas Satanás no-lo impediu” (1 Tessalonicenses 2.18).

Paulo teve problemas sérios, ele disse que o próprio Satanás barrou o seu caminho. Barrar significa intervir no avanço de alguém, alterar, impedir o curso, isolar o caminho, deter, frustrar, impedir alguém destruindo a estrada que ele tem que caminhar. Paulo relatou que o que sofreu foi terrível, mas não parou, nem perdeu a paz.

Fé significa preservar e continuar confiando em Deus, apesar de todas as provas e tempestades que vem contra nós. 

Não sejamos como Jonas: fez o que era reto, mas sem inteireza de coração. Não vamos deixar que as tempestades endureçam o nosso coração, que as circunstâncias externas baguncem tudo dentro de nós. Jonas termina sua história bagunçado por dentro, tem crentes assim, mal-humorados e murmuradores. Esse tipo de crente não termina a história como deveria! Os que terminam bem, são aqueles que se resolvem com Cristo. 

Você está preparado para agir assim, no meio da tempestade, na sua casa? 

O Deus de quem sou e a quem sirvo, me disse para não temer. Eu tenho um plano e um propósito e ele não será frustrado. 

Resolva experimentar essa paz que excede todo entendimento. Se você se resolver por dentro, as coisas se resolvem por fora. Ele quer nos ajudar a vencer as tempestades internas! 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA