A vida real se apresenta

Postado em
0
586

por Sammara Barros
(Graduada do Centro de Treinamento Bíblico Rhema)

Eu nunca fui fanática por famosos, nunca fui alucinada por ícones da música ou do cinema… Mas, eu fui, digamos que, iludida pela imagem que eu mesma pintei acerca dos homens e mulheres de Deus. E, é totalmente contraditório da minha parte fazer isso, já que a Bíblia sempre narrou as histórias e os feitos dos grandes homens e mulheres de Deus sem esconder seus erros e seus pecados mais “cabeludos”.

Um ex-assassino em série que escreveu quase todo o Novo Testamento instruindo pessoas sobre o amor, sobre como funciona o Reino de Deus e o corpo de Cristo (Paulo). Um homem adúltero e homicida que foi chamado de “homem segundo o coração de Deus” (Davi). Um beberrão foi o escolhido entre toda a humanidade para ser salvo do dilúvio (Noé). Nós temos uma prostituta, a quem toda uma cidade ouviu e se converteu ao Senhor (A Mulher Samaritana). Nós temos uma meretriz que está, como a única mulher citada na genealogia de Jesus (Raabe). Nós temos a fanática por limpeza que era uma das “patrocinadoras” de Jesus (Marta). Esses são os rótulos que poderiam ser postos em Paulo, Davi, Noé, Raabe, Marta… Entre outros.

O que acontece é que a Bíblia é o próprio Deus falando e, por isso, essas pessoas não são rotuladas assim como eu fiz ainda pouco. Deus não rotula você por causa do seu erro, mas a Palavra nos apresenta à vida real. Ela diz que Jesus teve fome, teve sono, que irou-se, que se comoveu, que chorou, que suou, que teve que tomar decisões difíceis, que teve que dizer coisas definitivas, que teve que obedecer pai e mãe, que teve que se esconder, que orou, que teve de enfrentar os seus medos. A Bíblia nos mostra a vida real, mas mesmo assim, algumas pessoas constroem um conto de fadas sobre a vida de alguns ministros do Senhor.

Às vezes, podemos esquecer que o ministro é uma pessoa comum, que faz tarefas diferentes e, quase sempre extraordinárias, que isso requer mais esforço do que o normal, que talvez seja desgastante, que seja complicado. Sabe, não é fácil você ter um dia carregado de trabalho e responsabilidades, alguns imprevistos e, chegar à noite e ministrar para um povo exatamente o que Deus quer. É claro, que haverá dias em que tudo vai correr bem e quando for o momento de ser usado por Deus, a sua mente e alma estarão quietinhas, e pode ser que as coisas fluam mais facilmente.

Mas, têm dias que são maus e, mesmo você querendo ser ministrado, ser abraçado você estará lá para fazê-lo para outros, porque isso é estar à serviço de Deus. Isso é o mundo real. Isso é a expressão de que “ministério não é glamour, ministério é trabalho”. Precisamos lembrar que trata-se de alguém como a gente, que sofre pressões, muitas vezes, pressões mais complicadas do que as nossas, que tem fragilidades, erros, defeitos, que podem fraquejar se a gente não ajudar, que também estão em construção, que não estão em um patamar acima do nosso; mas, que estão para serem ministros/servos de um Rei independentemente das condições humanas e, que aprendem a desfrutar da maravilhosa e multiforme graça para fazer tudo o que é necessário, mas principalmente para ser o que Deus deseja, sendo íntimo e parecido com o Senhor, entendendo que o tanto que o ministro aparece não pode ser um terço do que ele se empenha no secreto.

Portanto, entenda que, assim como você, o ministro está cumprindo o papel dele no Reino e que se ele não fizer isso, ele sofrerá o dano de estar errando com Deus. Todo mundo precisa ou já precisou ir ao supermercado, todo mundo precisa ou já precisou lavar a louça, todo mundo precisa ou já precisou superar traumas, todo mundo precisa vencer tentações reais e difíceis de serem vencidas, todo mundo tem tristeza e, está tudo bem. Deus sabe de tudo isso, Jesus sabe, Ele viveu a dor de ser traído, Ele ouviu pessoas dizendo o que Ele tinha e o que Ele não tinha que fazer, Ele foi acusado de ter feito algo que não fez, de ser alguém que Ele não era, muita gente desacreditou dEle, houve pessoas inconvenientes, Ele sabe bem o que é a natureza humana.

Nós não estamos sozinhos ou incompreendidos, por isso, seja mais misericordioso para com as autoridades espirituais, ore por elas, seja suporte, não julgue. Aprenda a se colocar no lugar delas porque, pode ser que um dia, você esteja lá.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA