Curas e milagres na 1ª edição da Escola de Cura em Guarulhos

Postado em
0

Igreja Verbo da Vida em Guarulhos, SP, realizou a primeira edição da Escola de Cura na igreja local. O evento que nasceu no coração de Deus, tem como objetivo levar ensinamentos sobre a cura bíblica a todos os oprimidos e apresentar Jesus aos perdidos.

Na primeira noite, o pastor presidente da igreja local, Luiz Eduardo Greco, fez a abertura oficial do evento com uma breve ministração destacando o “habitual” modo de se lidar com doenças.

“O remédio não faz acepção de pessoas, assim como a Palavra de Deus. Não há um pré-requisito para ser curado por ela”, disse ele.

No dia seguinte, a primeira aula, foi ministrada por Mauricio Garcia, professor do Rhema Brasil. Ele ensinou sobre a vontade de Deus para a cura divina dividindo a aula nos seguintes tópicos: O caráter de Deus – amor incondicional, bondade sem fim; De onde vêm doenças e enfermidades – nenhuma doença tem origem em Deus.

Ele ensinou que muitos estão doentes porque abriram as portas da enfermidade através do pecado, da desobediência ou por ignorarem princípios de boa nutrição e alimentação.

“A cura divina está ativa na vida das pessoas hoje através de Jesus, que é o Curador, mediante a oração de fé e a imposição das mãos. É um privilégio de cada membro da igreja de hoje e só pode ocorrer através de Jesus Cristo”, afirmou Mauricio.

Encerrando a ministração ele leu o texto bíblico em Isaías 53.4-5.

A segunda aula foi lecionada por Camila Brezzan, professora do Rhema Brasil, falou sobre receber a cura pela fé.

Ela ensinou que com a separação entre Deus e o homem por causa do pecado, este passou a estar sujeito a enfermidades. Sendo Jesus a Palavra e a ponte entre Deus e o homem, quanto mais nos alimentamos do Pão da Vida, mais forte nosso espírito fica.

“Quanto mais nos alimentamos do Verbo, da Palavra, mais fé é gerada em nosso coração. Fé não é fingir, mas crer. É a linguagem de Deus. Fé agrada o coração de Deus! Aquilo que se crê no coração, manifesta-se no falar. A cura é recebida no momento em que a oração está cheia de manifestação de fé”, concluiu ela.

No último dia de aula da Escola de Cura, o Pr. Carlos Eduardo Oliveira, auxiliar da igreja local, ensinou sobre como reagir de acordo com a Palavra de Deus diante da manifestação da cura. Ele disse que quando uma Palavra de Deus é lançada, temos que ter uma posição, uma reação.

“Pessoas deixam de receber a cura porque acham que Deus tem que fazer algo, mas Ele já fez! A fé tem uma ação correspondente àquilo que você crê. Se enxergue do jeito que Deus te vê, Ele te vê sarado! Se a enfermidade não te larga, largue ela você! Quando a Palavra é liberada, algo acontece. Aqueles que seguem o que a Bíblia diz sempre têm bom êxito”, enfatizou o Pr. Carlos.

Encerrando a Escola de Cura houve o culto de imposição de mãos com o Evangelista Jânio César. Ele pregou a Palavra de Deus brevemente dizendo que “você não pode ser perdoado e destinado ao Céu se você continua enfermo. O mesmo direito que perdoou o pecado aniquila a enfermidade! A cura é a comprovação de que os pecados foram perdoados!”. 

Como prova de que foram perdoados, enfermos foram curados, paralíticos andaram, cegos viram, mudos glorificaram a Deus e surdos ouviram as Boas Novas.

Muita festa, regozijo e gratidão marcaram a noite em que dezenas de vidas foram transformadas pelo poder da Palavra de Deus e da unção do Espírito Santo.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA