Jovens usufruem um tempo precioso em Acampamento com tema: “Precisa-se de super heróis”

Postado em
0

 

IMG_7618Recentemente mais de 80 jovens heróis se reuniram no “Q.G. dos JovensZip”, na Igreja Evangélica Verbo da Vida de Guaratinguetá,SP, com o objetivo de receber as instruções e os equipamentos espirituais necessários para livrar o mundo perdido das garras do inimigo.

Olhares atentos e corações disponíveis para receber as diretrizes dos líderes de jovens Pr. Rodrigo Vance e Marcia Vance e do Pr. Rozilon Lourenço, integrante  do Ministério Verbo da Vida, em um acampamento no qual os jovens oraram, cantaram louvores, receberam ministrações da Palavra e tiveram momentos de diversão e lazer, enquanto muitos festejavam o Carnaval.

Abrindo o evento, o Pr. Rodrigo Vance despertou os jovens para o fato de que eles foram colocados por Deus nesta Terra visando cumprir um propósito. E enquanto estão de passagem, devem lembrar-se de que não pertencem a este mundo e que seus super poderes não são daqui. Quando tiverem a convicção da força que está dentro, apresentarão uma atitude diferente diante das circunstâncias, pois entenderão que possuem a solução para qualquer necessidade. Se não forem capazes de acessar e liberar o poder que está dentro, não poderão viver uma vida diferenciada, nem tampouco manifestar as mesmas obras de Cristo e outras maiores.

O poder já está dentro, porém os heróis devem ser treinados e aperfeiçoados neste poder. A mesma capacidade que possuíam os grandes homens de Deus como Kenneth E. Hagin, Bud Wright e T. L. Osborn está também sobre esses jovens. O que falta é a mesma atitude, a mesma convicção, a mesma firmeza, o mesmo posicionamento. Uma vida sustentada pela unção que vem de Deus, capacitando-os a realizar o que não é possível fazerem sozinhos.

Encerrando a primeira noite de ministrações, o Pr. Rozilon Lourenço falou sobre os heróis da Bíblia: pessoas comuns usadas de forma extraordinária; pessoas normais com poderes extraordinários, poderes divinos para realizar o que Deus as havia chamado para fazer. Homens e mulheres que alcançaram grandes feitos no Senhor. Muitos dos quais estão descritos na galeria da fé de Hebreus, capítulo 11, dos versos 32 a 39. Como, pois, se tornar um grande herói?

Ser sempre influenciador e nunca influenciado pelo sistema do mundo; Não divulgar a si mesmo, seu ministério ou seu chamado, mas promover o reino de Deus, tocar pessoas para Ele; Não se autobeneficiar com os poderes recebidos, mas abençoar os outros, pois quanto maior o poder, maior a responsabilidade; Valorizar o conhecimento natural e uni-lo ao espiritual, para que portas se abram para o chamado, dando acesso a lugares que de outra forma não teríamos e saber respeitar e conviver com as diferenças, entendendo que Deus fez pessoas ímpares, únicas em suas características.

IMG_6434No domingo, o Pr. Rozilon apresentou à igreja as três verdades para entendermos o que somos em Cristo, a partir da leitura do capítulo 8 da carta de Paulo aos Romanos. Em primeiro lugar, somos livres da condenação. A lei condenava, mostrava ao homem que ele não conseguia ser bom o suficiente para ser salvo. A condenação nos tira a ousadia, mas quando entendemos que somos justiça de Deus, nos posicionamos em relação à Palavra de maneira diferente. Em segundo lugar, fomos libertos da derrota, porque não precisamos mais viver segundo a carne, já não somos mais controlados por ela. Tudo o que a carne faz traz prejuízo para a nossa vida, conduz a um caminho de morte. Por fim, fomos livres da frustração, pois entendemos que o Deus que mandou é poderoso para manifestar.

O terceiro dia de acampamento começou com o “PapoZip”. Espaço criado para que os jovens possam esclarecer suas dúvidas. O Pr. Rodrigo Vance e sua esposa Márcia responderam a perguntas como: Como fazer com que as pessoas vejam que meu comportamento é verdadeiro? Precisamos nos aproximar dos jovens, cujo procedimento é pecaminoso? Qual o ponto mais difícil na transição da vida profissional para a ministerial? Como equilibrar o dia a dia com as questões espirituais? Como deve ser o namoro cristão?

Os jovens foram instruídos de que não devem se associar com o pecado ou com o pecador, mas devem ajudar, orientar e influenciar os que estão vivendo fora da vontade de Deus. Entenderam que é preciso reformular as expectativas profissionais, quando o chamado para o ministério se torna forte e que é possível equilibrar o natural com o espiritual, substituindo coisas menos importantes por tempos de comunhão com o Senhor. Compreenderam também que um relacionamento iniciado da maneira correta, determinará um futuro abençoado. Enfim, foi um tempo realmente de grandes esclarecimentos.

Logo depois, o Pr. Rozilon ministrou sobre o que fazer para ser bem sucedido na vida e ministério. Disse ser preciso confiar naqueles que Deus colocou para nos ajudar, como os pais, os pastores, os líderes. Honrá-los, pois recebemos da unção que honramos. Também pregou sobre a necessidade de se estar constantemente cheio do Espírito, falando salmos, cantando e louvando de coração, dando graças e se sujeitando uns aos outros. Quando se está cheio do Espírito, cada circunstância torna-se uma oportunidade de ver Deus agir, operar milagres e realizar coisas que nunca vimos.

IMG_7242O último dia do evento começou com o PapoZip com o Pr. Rozilon. Ele respondeu a perguntas como: Como começou sua vida em Cristo? Como foi seu treinamento para o ministério? Qual a experiência espiritual mais impressionante que você viveu? Como manter a Palavra sempre viva e não se permitir entrar na rotina? Como conciliar família e viagens missionárias? Como se preparar para o campo missionário?

Através de suas experiências riquíssimas, Pr. Rozilon explicou que o início de sua jornada ministerial foi pintando treliças na igreja. E que seis meses de fidelidade e obediência o levaram a assumir posteriormente o pastoreio. Embora tenha passado e vivenciado muitas coisas, suas maiores experiências com Deus se deram em momentos nos quais se deparou com a morte, mas decidiu viver se apossando das verdades da Palavra.

É responsabilidade de cada um manter a chama acesa dentro de si, se animar por dentro, reavivar seu chamado e compromisso todos os dias. E, embora tenhamos um chamado forte para o ministério, família vem sempre em primeiro lugar, porque não nos adianta ganhar o mundo inteiro e perder nossa família. Para sermos bem sucedidos na vida, precisamos ter equilíbrio em todas as áreas. Por isso, devemos nos preparar por dentro, nos fundamentando na Palavra, mas também amadurecer nossas emoções. Nossa responsabilidade é fazer o que Deus nos chamou para fazer, mas saber que nem tudo depende de nós. Obediência, e não números, é relevante.

Para encerrar o acampamento, Marcia Vance ministrou sobre termos a mente de Cristo e logo em seguida o Pr. Rozilon ministrou à igreja sobre a fé, que sempre vê as possibilidades, enquanto a incredulidade descobre as impossibilidades, produz senso de fraqueza, complexo de inferioridade, desânimo, desespero, murmuração, baixa autoestima e visão destorcida da realidade. Incredulidade é permitir que o que está fora, determine o ritmo de nossas vidas, enquanto fé é ouvir a voz que vem de dentro.

E após vários dias de instruções de Deus o evento foi encerrado e eis que nasceu uma nova linhagem de super heróis que levará a tocha do avivamento e o fogo do Espírito ao mundo até que Cristo venha ou até que uma próxima geração se levante.

Veja fotos:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA