Oração foi a ênfase da Conferência em São Paulo-SP

Postado em
0
357

Aconteceu na Igreja Verbo da Vida em Pinheiros, São Paulo-SP a Conferência de Oração, com a presença de: Elia Nicholas, Shirla Lacerda, Rossana Lira, Pr. Humberto Albuquerque e Leigh Ann, coordenadora do Centro de Oração do Rhema, nos Estados Unidos.

Na abertura, Elia Nicholas, inspirada pelo Espírito Santo, falou sobre “acelerar” e “alargar as tendas”. Ela pregou a respeito do grande avivamento que está se iniciando no Brasil e que irá se espalhar para o mundo todo.

No segundo dia da Conferência, Leigh Ann ensinou reafirmando os fundamentos necessários sobre a oração. Leign Ann falou sobre a consciência que todo cristão deve ter de que são seres espirituais, assim como Deus é.

A ministra também relembrou que Deus nos criou a Sua imagem e semelhança e, da mesma forma que Ele criou o mundo através da Palavra, nós devemos criar aquilo que precisamos com as palavras que saem dos nossos lábios, professando e crendo nelas.

No terceiro dia de Conferência, Rossana Lira abriu a noite falando a respeito da autoridade que o crente possui em Cristo. Como seres espirituais que são, precisam saber como se comunicar com os demais seres espirituais, seja Deus ou o diabo.

“É necessário termos uma vida de oração para que receber direções da parte de Deus, da mesma forma que Jesus teve quando estava aqui na Terra. Ele é o nosso maior exemplo. Acima de tudo, precisamos ter a consciência de que devemos adorar a Deus com as nossas orações. Quanto ao diabo, é nossa responsabilidade lidar com ele, dando ordens no reino do espírito para desfazer as obras do inferno”, disse Rossana.

Em seguida, Elia Nicholas deu continuidade aos fundamentos que a ministra Rossana estabeleceu. Citando o exemplo de Jacó, ela acrescentou que uma igreja forte, não abre mão da vitória. Uma igreja que se levanta por dentro para desfazer as obras do diabo e demarcar o território, avançando de glória em glória e de vitória em vitória, usa a autoridade do Nome de Jesus Cristo.

No quarto dia da Conferência de Oração, Leigh Ann iniciou a primeira ministração da noite instruindo a Igreja a respeito da importância de todo cristão ter a consciência de que conhece o Espírito Santo. A Palavra diz que o filho de Deus O conhece e, mesmo que não sinta isso, é dever de cada um permanecer e declarar essa verdade.

Em seguida, o pastor Humberto Albuquerque falou a respeito do lugar onde não há consciência de falta. E enfatizou que tudo o que Deus fez por Seus filhos é para que, da mesma forma, façam para outras pessoas.

“Quando nos posicionamos nesse lugar (no lugar secreto), deixamos de fazer orações de petições e começamos a nos envolver em um relacionamento íntimo com o Pai e a sermos, verdadeiramente, guiados pelo Espírito em todas as coisas. Jesus nos transportou das trevas para a luz, então temos que andar de acordo com essa nossa nova condição”, declarou o Pr. Humberto.

No quinto dia, o pastor Humberto Albuquerque falou a respeito do lugar de oração que devemos estar – onde há apenas a consciência do suprimento.

Ele os inspirou a investir mais tempo neste lugar. Muitas vezes, no início, é necessário ter mais disciplina, porém depois essa prática se torna algo natural.

Em seguida, Leigh ensinou a respeito da importância de orar em outras línguas – que é orar no lugar de fé. Ela explicou que deve-se misturar nossa fé quando abrir a boca para orar em outras línguas e cada um deve imprimir a sua personalidade nisso.

ENCERRAMENTO

Inicialmente, Rossana Lira enfatizou a necessidade de todo cristão declarar a Palavra em fé. Sendo  imitadores de Cristo, tendo em mente que Deus criou tudo o que precisava falando a Palavra. É necessário ter tempo (intimidade) para movimentar o Reino. Ela disse que a oração é essencialmente uma “ação oral”, que não pode ser feita de outra forma. Por isso, se faz necessário trabalhar e ter uma ação correspondente.

No segundo tempo, Elia Nicholas pregou incentivando a igreja a beber do Espírito e a orar. No fim do culto, ela convocou a frente o grupo de mídia da igreja local e ministrou sobre todos ali presentes.

 Foi um tempo de aumento e rompimento no Senhor.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA