Oriente Médio foi o foco de Conferência em Petrolina-PE

Postado em
0
293

Conferencia_Missoes_Petrolina_2017 (34)A Igreja Verbo da Vida em Petrolina-PE realizou nos últimos dias de 6 a 9 de Julho a Conferência de Missões. O evento contou com a participação de centenas de pessoas e teve como preletores o casal de missionários norte americanos, Matt e Julie Beemer. Estes são graduados do Rhema em Tulsa e, hoje, lideram os campus do Rhema na Nigéria e Egito, com projetos futuros também para o Líbano.

Durante os quatro dias, os participantes foram enriquecidos com mensagem que incentivaram especialmente aqueles que possuem chamado para os países do Oriente Médio, como era o tema da Conferência. O pastor Edilson de Lira bem como sua esposa Mizia Elian também estiveram ensinando e dirigindo momentos preciosos.

QUINTA-FEIRA

Conferencia_Missoes_Petrolina_2017 (24)Na abertura, uma representação demonstrou o clamor do Senhor pelas nações do Oriente Médio. O louvor foi dirigido pelo grupo ‘A Rede’ e o pastor presidente da igreja local, Edilson de Lira, apresentou os preletores da Conferência de Missões para a igreja.

Matt Beemer ministrou sobre o tempo e a estação em que o corpo de Cristo vive atualmente. Ele mostrou a história do povo de Israel no deserto e disse que “quando Deus falava sobre a terra prometida, ele se referia a ela no passado, por que ela já pertencia ao povo de Israel”. Segundo ele, ainda que eles tivessem medo e se enxergassem pequenos demais para entrar na terra e tirá-la do povo que lá habitava, o Senhor já sabia que eles entrariam, mas isso apenas aconteceria no tempo e na estação certa.

Conferencia_Missoes_Petrolina_2017 (66)O ministrou prosseguiu destacando que, atualmente, o Brasil é o maior Rhema do mundo, logo atrás está a Nigéria e em seguida os Estados Unidos da América. Mas o avivamento não começou no Brasil, ele teve início na Inglaterra, espalhou-se por toda a Europa, chegou aos EUA e esta é a estação e o tempo determinado por Deus para que o avivamento queimasse os corações cristãos na América do Sul, onde se destacam o Brasil e a Colômbia. “Você tem um trabalho importante, você vai entrar na sua terra prometida?”, questionou ele.

Os filhos de Israel se enxergavam como gafanhotos diante daquele povo, mesmo a terra já pertencendo a eles, aquela geração não entrou na terra prometida, eles morreram no deserto. “Eu venho para vocês como um espia, que esteve na terra e trago boas notícias para vocês”, disse Matt Beemer, o mesmo continuo: “A Bíblia nos mostra que haverá uma geração e por meio dela toda a nação ouvirá o evangelho, nós somos esta geração e estamos vivendo um tempo propício para nos movermos em favor do céu e através dele”.

SEXTA-FEIRA

Na sexta-feira, segundo dia da Conferência de Missões – Oriente Médio, foi realizado um workshop com Matt e Julie Beemer. Na oportunidade, os participantes puderam fazer e foram edificados por suas experiências.

Conferencia_Missoes_Petrolina_2017 (3)

Inicialmente, os missionários explicaram que existem mais de 16.800 grupos étnicos no mundo inteiro, dos quais 6.800 ainda não foram alcançados, o que corresponde a cerca de metade da população mundial. “Apesar dos dados alarmantes, se cada cristão verdadeiro conseguir alcançar três destas pessoas, o evangelho será pregado a todos os grupos e seremos a geração da volta de Jesus”, motivaram os missionários.

Nós sangramos missões! O IDE bate no nosso coração! Quando você fica perto de Deus, você escuta o coração dEle bater e Ele diz: ‘Vá! Vá!’. Deus falou que estamos aqui para despertar e explodir fagulhas do fogo do Senhor em vocês, declararam os missionários.

Ambos compartilharam como foi confirmado o chamado em suas vidas e apontaram as chaves para que isso aconteça: vida de oração, convocação por Deus, obediência às instruções divinas e começar a auxiliar quem já faz o que você pretende fazer.

Os ministros contaram experiências de quando começaram a perseguir o propósito divino em Conferencia_Missoes_Petrolina_2017 (16)suas vidas. A inspiração para o desenvolvimento de estratégias no início de cada missão, a importância de investir nas pessoas e afirmaram que, apesar de surgirem dificuldades, existe uma graça para lidar com coisas difíceis como se fossem fáceis. A confiança no chamado de Deus ajuda a ser bem sucedido e rápido! Escreva a visão e Deus vai mostrar quem vai apoiar você, encorajaram os ministros.

Os missionários, que já serviram em países como Inglaterra e Nigéria, atualmente, estão como um novo desafio: desbravar o Líbano, um país que tem recebido grande número de refugiados sírios, seguidores do Islamismo, mas que já começaram a receber Jesus como Salvador de suas vidas.

Por fim, Matt e Julie estimularam os participantes a investirem na obra missionária, principalmente em relação aos povos não alcançados.

E este evangelho do Reino será pregado em todo mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim (Mateus 24.14)

SÁBADO

Conferencia_Missoes_Petrolina_2017 (54)No sábado, 8 de Julho à noite, o missionário Matt Beemer mostrou à igreja que uma ótima forma para iniciar uma conversa e evangelizar alguém que não conhece a Cristo, é falando sobre como será maravilhosa a festa das Bodas do Cordeiro. De acordo com ele, ninguém gosta de não ser convidado para uma festa, e os cristãos têm a autorização para distribuir convites VIP’s para essa celebração. Mostrar o caminho da salvação faz parte de todo chamado, levar Jesus as pessoas é o papel do cristão na Terra.

Fundamentado em Romanos 15.20, o ministro mostrou que existe uma terra prometida para nós, e que somos plenamente capacitados para entrar nela. Os missionários falara com alegria que naquela mesma noite, havia um grupo de pessoas pregando para vidas na fronteira entre o Líbano e Israel. “Hoje, quando olharmos para esses lugares, eu não quero que você olhe sem esperança, eu quero que você olhe como uma terra que já foi conquistada em Jesus”, disse Matt Beemer.

Conferencia_Missoes_Petrolina_2017 (40)Paulo sabia quais os lugares em que o evangelho já havia sido pregado e ele programava sua carreira nos lugares onde se concentravam os povos não alcançados. O Corpo de Cristo também deve completar a carreira. Atualmente a ‘terra prometida’ para a Igreja  são os povos não alcançados e trazê-los para o Pai deve ser o nosso maior objetivo “quando você define claramente o que é prioridade na sua vida, fica fácil dizer não para as outras coisas”, falou Matt Beemer.

Obedecendo a uma instrução recebida através do Espírito, o Pr. Edilson de Lira chamou todas as pessoas que tinham chamado para as nações, então Matt e Julie Beemer impuseram as mãos sobre elas, transferindo porções de unção a cada um enquanto a igreja orava e se alegrava na presença do Senhor.

A secretaria de Missões apresentou as caravanas e agradeceu a presença dos irmãos que vieram de Sobradinho-BA, Teresina-PI, Anísio de Abreu-PI, Picos-PI, Campina Grande-PB, Ouricuri-PE, Lagoa Grande-PE, St. Maria da Boa Vista-PE, St. Cruz da Venerada-PE, Araripina-PE e Chapadão do Céu-GO.

DOMINGO

No último dia da Conferência de Missões – Oriente Médio, os participantes foram despertados a se envolverem com o “IDE” do Senhor.

No culto da manhã, após a leitura de Provérbios 14.10, a ministra Julie Beemer ensinou que quando ouvimos a Palavra de Deus, recebemos nova vida, mas muitas pessoas ainda não possuem este privilégio.

Em seguida, ela comparou os estágios da vida do cristão à condição das parreiras em uma vinícola. Enquanto existem algumas que estão explodindo, animadas, florescendo, outras estão dormentes, secando. Contudo, Deus também tem planos para elas.

Assim como as uvas que estão próximas ao tronco são as mais bonitas e as que estão em ambiente quente, produzem melhores resultados, no tempo certo. Aquelas uvas que parecem estar velhas, passadas, podem ser utilizadas para tornar vinhos mais doces. “Você não passou do tempo! Deus ainda tem sonhos para você!”, declarou a ministra.

“Cristo, como a nossa videira, está concentrando recursos para uvas que produzem sementes e serão plantadas em outros lugares. Se você tem as sementes para plantar, Deus proverá os recursos. Dê os passos e a provisão chegará”, incentivou ela.

Conferencia_Missoes_Petrolina_2017 (76)

Por fim, Julie explicou que existe um ciclo para a realização de missões: OUVIR ← PREGAR ← ENVIAR ← RECURSOS, e precisamos ser participantes do processo. Não importa a fase em que nos inserimos, teremos a mesma recompensa.

Encerrando a manhã ela enfatizou a importância do ide, afirmando que Deus teve apenas um filho e o fez missionário, enviando-o para lugares perigosos. Por isso, da mesma forma, cada um deve usar todos os dons e criatividade para a sua obra, porque Jesus não foi entregue em vão.

No culto da tarde, o ministro Matt Beemer deu continuidade à série “Recebendo princípios para receber a Terra Prometida”, baseado em Romanos 15.20-21.

O mesmo instruiu que o apóstolo Paulo sempre teve como alvo pregar a Cristo aonde Ele ainda não tinha sido ouvido. Ele sabia especificamente quais eram esses lugares e contemplava a colheita como se já tivesse acontecido. Olhava com fé e partia com esperança. Por esta razão, sentia que vinda de Jesus estava próxima, pois a Igreja Primitiva estava completando a sua carreira e alcançando os povos não alcançados.

Porém, durante o período de mil anos, a Igreja deixou de perseguir este objetivo e aquelas gerações acabaram como a dos Filhos de Israel, que expiaram a Terra que já era deles, mas não conseguiram entrar nela.

Conferencia_Missoes_Petrolina_2017 (72)Nos últimos cem anos, a Igreja tem se despertado e vivido a continuidade do livro de Atos. Por isso, devemos ter como objetivo viver de modo a apressar a vinda de Jesus, priorizando a Grande Comissão, assim como Paulo.

No culto da noite, Matt Beemer falou a respeito do Plano de Deus para toda a humanidade, que é que todos sejam salvos e alcancem o pleno conhecimento da verdade.

Segundo ele, a tarefa de levar luz e amor aos que perecem também necessita de um plano. Para libertar o Seu povo do Egito, Deus executou um plano: chamou um líder e outras pessoas para ajudá-lo. Deus nos deu talentos para ajudar a construir o Seu sonho de salvar os perdidos. Todos temos uma graça para esse propósito.

“Deus sempre separa alguém e dá uma visão que é maior que a pessoa. Se você não é um “carregador da visão” (usado nos cinco dons ministeriais), então você é chamado para estar perto dele para ajudá-lo. Devemos ter comunhão, ou seja, alianças com propósito de realizar os planos de Deus”, finalizou o ministro.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA