SUBMERSOS: Reuniu centenas de Adolescentes em Campina Grande-PB

Postado em
1

A Conferência Submersos foi idealizada pelo departamento de Adolescentes da Igreja Verbo da Vida Sede em Campina Grande-PB e  é coordenada pelos casais de líderes: Ícaro e Thacyanna Gonzalez; Fabyana e Tomás Agurto. Esse ano, o evento contou com a presença de centenas de adolescentes.

Os preletores dessa edição foram: Edilson de Lira, líder da Igreja Verbo da Vida em Petrolina-PE, Shirla Lacerda e Jannayna Albuquerque, que ministraram com base no tema da Conferência desse ano foi: Emoções!

ABERTURA

A abertura aconteceu numa sexta-feira à noite e contou com dança, louvor e duas pregações maravilhosas. Já na abertura do culto, eles assistiram a um vídeo que mostrava imagens de um parque de diversões e adolescentes dançando. Depois, estes adolescentes apareceram dançando ao vivo no palco. Foi um momento muito empolgante onde todos vibraram com a apresentação. Em seguida, o grupo de louvor deu início ao período de adoração.

O primeiro a ministrar a Palavra foi Edilson de Lira. Ele começou dizendo que hoje é pastor e médico nas horas vagas. Há três anos, ele deixou a medicina para seguir a vida ministerial. Como médico, ele conhece bem sobre o tema do evento e quis unir o conhecimento natural ao sobrenatural para explicar sobre Emoções. Destacou que todos os dias e em quase todas as horas todos são cercados por pessoas e é justamente por esse motivo que é necessário aprender sobre relacionamentos e como controlar os sentimentos.

“Quando nascemos novamente, nós recebemos um coração de carne. Nosso espírito foi recriado, mas a nossa alma não. Precisamos renová-la à luz da Palavra de Deus. A nossa alma é que externaliza as nossas emoções e, muitas vezes, não sabemos lidar com elas. Precisamos aprender a dominar completamente as nossas emoções”, disse Pr. Edilson.

O pastor Edilson destacou que cada um é dono de suas próprias emoções e todos podem controlar o que estão sentindo. Isso é algo que não se aprende na escola ou na faculdade, mas se aprende através da Bíblia. Ele disse que conhece pessoas que são altamente inteligentes, mas não sabem se relacionar com os outros. “Sem o entendimento destes princípios nós iremos ficar estacionados. O nosso chamado não vai ser desenvolvido. Eu conheço ministros que são muito usados por Deus. Eles ensinam, pregam e curam, mas quando descem do púlpito e entram na sua roda de conversa terminam atrasando a sua vida”, ressaltou Edilson.

Ele deu o exemplo de um elevador. Falou que cada pessoa com quem alguém se associa é como um elevador. Algumas pessoas levam o outro para cima, mas outras podem levar seu próximo para baixo.

Já a segunda pregação da noite foi com Shirla Lacerda. Ela começou falando que as emoções não devem ser inimigas. É necessário renovar a mente e fazer com que essas emoções fiquem em linha com a Palavra de Deus:

“Se nós tivermos a disposição para ouvir a Palavra e obedecermos aos mandamentos de Deus, a sabedoria vai entrar em nosso coração e o conhecimento na nossa alma. A alma significa o lugar das emoções. Se buscarmos a Deus, o conhecimento dEle vai reinar nas nossas emoções. Temos que ter domínio sobre elas. Se colocarmos a Palavra como prioridade, nós teremos a capacidade de deixar ela controlar as nossas emoções”, disse Shirla.

Ela continuou:

“Existem pensamentos que o Diabo lança em nossas mentes e até achamos que somos nós. É necessário ter cuidado e rejeitar esses pensamentos. Os pensamentos que Deus tem para nós são de paz. Os pensamentos determinam as nossas emoções. Temos que matar os que não são de Deus. Temos domínio sobre eles. Deus nos deu autoridade sobre os pensamentos. Temos que renovar nossa mente”.

SÁBADO

O sábado começou com uma manhã de libertação. Após um período de adoração envolvente, Shirla Lacerda ministrou uma palavra poderosa tratando sobre a influência da amargura e do ódio na vida dos jovens. 

Shirla baseou a sua palavra em Romanos 12.1-2, quando Paulo fala sobre a renovação da mente daqueles que se entregam ao Senhor: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”.

Na segunda etapa da manhã, o Pr. Edilson de Lira focou sua palavra na Inteligência Emocional e estimulou cada um a se encher do Espírito. Ele falou que existe um tipo de dependência da opinião e reconhecimento dos outros, mas essas  emoções podem ser canalizadas para a edificação. Explicou que Deus também tem sentimentos; como ira, tristeza e compaixão, mas Ele os direciona de maneira a fazer o correto através disto.

Intelecto, emoção e vontade caracterizam você como uma pessoa. Cada um pode estar pensando de forma diferente em relação a uma mensagem. Nós somos únicos, somos indivíduos

Segundo o Pr. Edilson, é possível confundir a paz que o mundo dá com a paz que Deus dá. Estar em um local agradável, por exemplo, pode trazer paz, mas isso não quer dizer que aquele é o local que Deus quer que cada um esteja. A convicção que Deus dá é diferente da que o mundo apresenta. “Não é a sua fragilidade que vai determinar as coisas, mas o que está dentro de você. Dentro de você tem um tesouro de ouro. Dentro de nós existem rios de águas vivas que absorvem e protegem a nossa estrutura”, disse ele.

No final do culto, os adolescentes foram chamados à frente para serem cheios e reavivados pelo Espírito Santo.

A noite foi iniciada com Euller Oliveira e a banda “Ancorados” no louvor e, logo após, os adolescentes apresentaram uma peça sob a temática da conferência.

A mensagem foi ministrada novamente pelo Pr. Edilson de Lira que falava sobre o cuidado que é necessário ter com as comparações e o quanto esse procedimento pode ser danoso às emoções. Falava ainda, que é necessário chorar com os que choram e se alegrar com os que se alegram; porém, é mais fácil fazer a primeira parte, pois alegrar-se com o irmão nas suas vitórias nem sempre é tão simples.

Leia mais trechos da mensagem:

“Muitos se colocam numa posição de ansiedade com medo de assalto, seja ele em uma situação traumática ou pós-traumática. No assalto você sentir medo é normal, mas a ansiedade é o medo de um possível assalto. Medo é o oposto de fé.

Um ponto importante é que o Diabo gosta de usar o seu passado para nos acusar. O seu futuro é tão certo para Deus como o seu passado é certo para você, então não há razões para se apegar ao passado.

Deus já nos disse que somos grandes. Então, os projetos que Ele nos confiou serão realizados segundo a força dEle e não segundo a força do nosso braço.

 Não use sua energia para entender o seu passado, use para entender o seu futuro. A ferramenta de Deus não é o teu passado, é o teu futuro”

Ao final da Palavra, todos os líderes de departamento presentes receberam uma mensagem de ânimo acerca de crescimento nos chamados e avanço do corpo de Cristo.

ENCERRAMENTO

O domingo pela manhã começou com um momento de louvor, ministrado por Janny Beatriz, integrante do departamento de adolescentes da igreja.

Em seguida, a Palavra foi ministrada por Jannayna Albuquerque. Ela iniciou falando sobre alguns brinquedos presentes em parques de diversões; como, montanha russa e roda gigante. Destacou que são brinquedos que hora levam para as alturas, hora levam para lugares baixos, fazendo um comparativo com as  emoções: “Jesus passou por certas situações na Sua vida, que tinham o poder de levá-lO para cima ou para baixo. Em alguns lugares Ele era aceito e amado, em outros era rejeitado e mandado embora; porém, Ele soube lidar com isso muito bem”, disse ela.

“Nas igrejas, precisamos ensinar as pessoas a lidar com as oscilações da alma. Precisamos entender como funcionam as nossas emoções. Quando nascemos de novo, o nosso espírito foi recriado, mas nossa alma não. Tudo aquilo que não foi restaurado está na alma, que está dentro do corpo. O corpo é o portal por onde o Diabo entra e nos convence a realizar o que ele quer, mas proteja-se a si mesmo. Ninguém pode fazer isso por você!, falou ela.

Jannayna enfatizou que é necessário ter domínio dos próprios sentimentos: “A Palavra de Deus ensinada na igreja tem o poder de nos poupar de muitos sentimentos errados e nos fortalece a fim de controlarmos as situações”.

Por fim, a ministra chamou os líderes dos adolescentes da igreja à frente e exortou todos a honrá-los, pois, eles têm cuidados dos filhos dos membros com muito amor, muitas vezes, doando suas próprias vidas em favor de cada um. Ela encorajou os líderes com uma Palavra de ânimo e, em seguida, encerrou o momento orando por eles.

Ícaro Gonzalez encerrou o culto destacando o número de adolescentes que esteve presente na conferência e agradeceu a todos os que investiram nesse evento.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA