Tô na Paz: Centenas de pessoas salvas através do projeto evangelístico em Juazeiro-BA

Postado em
0

O Tô na Paz é um projeto Evangelístico que faz parte da ONG Movimento de Petrolina-PE, sob a supervisão do Pastor Edilson de Lira.

O evento já está na sua quarta edição e se trata de um grande ajuntamento com o intuito de propagar o Evangelho na orla de Juazeiro-BA. Geralmente, ocorre antes do período de Carnaval, com o intuito do povo de Deus se levantar em orações e semear a Palavra na região nesta época.

Este ano, o evento aconteceu no dia 14 de fevereiro através da realização de shows musicais com atrações locais; além do cantor Lázaro, reconhecido nacionalmente. O resultado foi a salvação de centenas de pessoas que se reconciliaram com o Senhor naquela noite.

Atualmente, o Tô na Paz é totalmente apoiado pela prefeitura municipal de Juazeiro. Segundo a organização, o município tem contribuído inclusive financeiramente para que tudo seja sempre realizado com excelência.

“O Tô na Paz está incluso no calendário de eventos do município e este é um dos fatores que nos ajudou a consolidar o projeto. Cremos que nossas orações pelas autoridades, inclusive no gabinete do prefeito, nosso diálogo e aproximação com essas lideranças nos favoreceu nesta visão”, disse Bruno Reyner – supervisor da ONG Movimento.

Dezenas de pessoas se envolveram nos bastidores para que cada detalhe desse certo e a liderança do evento já está animada para alçar novos vôos.

A ONG Movimento tem reunido vários projetos que incluem ações evangelísticas nos mais diversos lugares. A base da ONG fica em Petrolina-PE, mas lá ainda não tem sido realizado o Tô na Paz. Este é um dos alvos da liderança para o ano que vem. Ainda em 2019, a ONG realizará a primeira Marcha para Jesus em Petrolina.

“Estamos muito motivados para a continuar propagando o Evangelho. Cremos que em breve vamos alcançar os quatro cantos do Vale do São Francisco e que continuaremos tendo o apoio das autoridades locais. Faremos tudo sob a direção de Deus e desfrutando do Seu favor”, afirmou Bruno.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA