Coordenação Rhema promoveu treinamento para equipes do Sistema Prisional

Postado em
0

É possível a recuperação de apenados dentro de um presídio brasileiro? Geralmente é tentador dizer que não, que é impossível dado o modelo prisional vigente em nosso país. Porém, quando a situação é vista para além das lentes naturais, e o foco se volta para o poder sobrenatural da Palavra da Fé, testemunhos comprovam que sim. Vidas podem ser totalmente restauradas e libertas quando a Palavra Rhema é ensinada nesse ambiente.

Atenta a isso, a Coordenação do Centro de Treinamento Bíblico Rhema realizou o treinamento para a diretoria das unidades Rhema no Sistema Prisional. Cerca de 36 pessoas de vários estados brasileiros participaram dessa ação, entre diretores, vice-diretores, secretários, gestores financeiros das unidades, além da diretoria do Ministério Verbo da Vida (MVV).

Durante a abertura do treinamento, o Apóstolo Guto Emery, presidente do MVV, e Canrobert Guimarães, coordenador nacional do Rhema, trouxeram uma palavra de incentivo para os presentes. Em seguida, Thiago Garcia, integrante da diretoria e responsável jurídico do MVV, enfatizou a necessidade dos diretores seguirem o regulamento de funcionamento do Rhema no Sistema Prisional. Segundo ele, andar nos princípios promove a proteção do Senhor sobre o trabalho que eles estão realizando. Thiago comparou essa proteção a um guarda-chuva que os guarda de tempestades.

A abertura do treinamento também foi prestigiada com a participação do juiz da vara de Execução Penal, Carlos Neves. Ele explicou a importância da assistência religiosa na ressocialização dos apenados. Em sua análise, o Rhema no Sistema Prisional, através da pregação da Palavra de Deus, tem efetuado uma mudança na mentalidade desses homens e mulheres.

Na sexta-feira, pela manhã, Thiago Borba iniciou o treinamento falando sobre a importância de um coração pronto para servir. Ele animou os diretores a permanecerem firmes na obra que o Senhor os confiou e, em seguida, os diretores de algumas escolas que já têm o Curso Preparatório Rhema, contaram suas experiências seguidas de alguns testemunhos.

À tarde, Juliana Borba, supervisora das escolas Rhema, fez a apresentação do Curso de Introdução Bíblica Verbo da Vida, que substituirá o Curso Preparatório. Ela enfatizou a importância de alimentar o Sistema Gerar, entendendo que ele é a base de histórico de cada aluno e a maneira de acompanhamento das escolas. 

A supervisora explicou também a razão para a mudança de nome, dizendo que dessa maneira nem todas as penitenciárias que tiverem o novo curso, precisarão ter o Rhema, posteriormente. Na ocasião, ela destacou o empenho recíproco, tanto da coordenação, como dos diretores do Rhema no Sistema Prisional, reforçando a parceria entre as escolas Rhema convencionais e as Igrejas Verbo da Vida.

As atividades da manhã do sábado, foram iniciadas com as instruções de Suellen Emery. Ela disse que o Rhema nos presídios é um trabalho social, mas o foco é a pregação do Evangelho, e mencionou a vida de Jesus, como exemplo de quem fez o bem e pregou o Evangelho.

“Nossa missão é maior, assim como Jesus. Enquanto fazemos o trabalho social, precisamos pregar o evangelho. O objetivo do trabalho social que fazemos, não é somente suprir a necessidade natural das pessoas, e sim levar a palavra. Não podemos nos perder em meio ao trabalho social e esquecer o principal: Pregar o Evangelho” afirmou ela.

Na sequência, assuntos como o funcionamento financeiro no sistema Gerar, checklist de atividades, a importância da expressão facial, também foram abordados. No período da tarde, os participantes aprenderam um pouco sobre as novidades das redes sociais, como usá-las para divulgação das escolas Rhema, bem como a necessidade de planejar a formatura com antecedência.

Ao final, os participantes foram unânimes em reconhecer a relevância da Palavra da Fé na plena recuperação dos apenados, e como o treinamento foi edificante para todos os diretores e demais membros da diretoria. Desse modo, as atividades foram encerradas com a palavra do Ap. Guto Emery, seguida da imposição de mãos liberando uma nova unção sobre todos os diretores e equipe.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA