Monteiro (PB): Manassés Guerra ministrou durante conferência de louvor

Postado em
0

“Adoração é como você entende a continuação de Deus na terra, ou seja, é um estilo de vida” declarou o Pastor Manassés Guerra durante a Conferência Louvor, Adoração e as Coisas do Coração realizada na Igreja Verbo da Vida de Monteiro (PB).

O evento, que aconteceu nos dias 18 e 19 de janeiro, reuniu membros locais além de outras denominações e caravanas das igrejas Verbo nas cidades paraibanas de Zabelê, Sumé, Serra Branca, Soledade e Arco Verde, em Pernambuco.

Já na abertura da conferência, quando o Pr. Manassés cantou algumas músicas de sua autoria como: “A festa da redenção”, “Palavra da fé” e “Mestre da vida”, os irmãos foram tomados por uma atmosfera de louvor e  adoração a Deus, envolvidos pelas letras que declaram a verdade da Palavra para as suas vidas.

Durante a abertura do evento, Manassés apresentou um panorama geral sobre louvor e adoração, mostrando que esses instrumentos são para os adoradores filhos de Deus, não apenas para os músicos da igreja. Ao explicar que adoração não é apenas música, o pastor afirmou que “quando transformamos a vida de Deus em existência humana, estamos adorando-O. Quando Deus se torna o nosso estilo de vida, O expressamos em nós; Ele vive através de nós”, garantiu o ministro.

Segundo ele, muitas canções cristãs não trazem a revelação da Palavra de Deus e fazem com que inverdades e distorções sejam declaradas, mas outras canções inspiradas pela Palavra, geram conexões com o Senhor através da verdadeira adoração: “Quando as descobrimos, devemos cantar continuamente estas revelações para que fiquem gravadas em nós” declarou o pastor.

Na manhã do segundo dia de conferência, o Pr. Manassés trouxe uma palavra de ensino a respeito do que pode brotar no coração dos irmãos. Baseado em Mateus 7.17-18, o ministro explicou que, assim como a árvore, pessoas boas dão bons frutos e as más dão maus frutos. Conforme ele, os filhos de Deus devem produzir frutos bons como resultado de uma vida segundo os padrões da Palavra, que incorporada em nossos corações através da leitura e meditação, teremos a vida, as emoções e o comportamento transformados. 

“Muitas vezes temos comportamentos que exibem a carnalidade, mas devemos reconhecer que saímos do padrão da Palavra e deixar que do nosso coração flua a Palavra guardada em nós”.

No último culto, o pastor conduziu o louvor com suas canções e levou a igreja a adorar ao Senhor com intensidade. Sua ministração ensinou aos presentes a  se revestirem com as coisas do novo coração dado pelo Pai, pois d’Ele provém a vida (Provérbios 4.23). “Seguir o nosso coração recriado que é o Espírito de Deus dentro de nós, trará a restauração e uma nova vida em Cristo para nós” afirmou Manassés.

Comparando o texto de Provérbios e o de Efésios 4.2-31, o pastor alertou sobre o modo errado de viver que pode abrir portas para o diabo. “Ao manifestar a vida de Deus, fechamos tais portas e abrimos caminho para o Pai governar a nova natureza em nós. Fazendo isso, damos liberdade para o Espírito Santo nos governar ministrando ao coração renovado” concluiu.

Ao final da  Conferência, muitas vidas foram abençoadas. Durante a realização dos cultos várias pessoas aceitaram Jesus como Salvador, foram libertas através do louvor, da adoração, da oração de imposição de mãos para causas específicas, e toda a igreja celebrou a vida de Deus em suas vidas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA