Uma visão do Ap. Bud: implantar um Centro de Cura Rhema em cada Igreja Verbo da Vida

Postado em
0
Ap. Bud e Jan Wright na inauguração do primeiro Centro de Cura

O Apóstolo Bud Wright desejava e declarava muito que o Verbo da Vida implementasse o Centro de Cura Rhema. Em sua última fase de vida e ministério, ele mantinha a Palavra da Fé em sua boca e ensinava sobre cura divina como nunca. Em várias de suas mensagens dos anos 2010 e 2011, o Ap. Bud dizia: “Deus está me chamando para ensinar sobre cura. Vou viver os meus últimos dias nessa terra curando pessoas”.

Após um ano de inauguração da primeira unidade, na véspera de partir para o Senhor, Bud ministrou com muita ousadia a Palavra da Fé exatamente no Centro de Cura de Campina Grande. 

Em 2012, o apóstolo reuniu uma equipe, convidou alguns ministros de cura americanos, promoveu um treinamento e trabalhou para que o primeiro Centro de Cura Rhema se tornasse real. Isso aconteceu no dia 5 de novembro de 2012, com a inauguração da unidade pioneira, em Campina Grande (PB). Mas a visão do Ap. Bud era muito maior. 

O que Bud Wright desejava mesmo era que cada igreja Verbo da Vida tivesse um Centro de Cura. Com esse objetivo, Bud chamou Raphael e Manuelle Frota para serem os diretores nacionais do Centro de Cura. A visão se expandiu e novas unidades foram abertas no Brasil.

Recentemente, a equipe festejou os sete anos de existência do Centro de Cura com muito entusiasmo. “Ao longo desses 7 anos, temos participado de tantas maravilhas que o Senhor tem feito. Vimos câncer, lúpus, cegueira, depressão, ansiedade, síndromes e doenças degenerativas desaparecerem com o poder do evangelho puro e simples. Vimos pessoas saírem restauradas por acreditar naquilo que Deus pensa sobre elas”, enfatizou o pastor.

Segundo Rafael Frota, o referido Centro é um lugar onde a visão das escrituras, sobre cura e saúde, é compartilhada diariamente e as pessoas saem dali encharcadas de Palavras e do poder curador que elas contém. Ele completou: “Eu digo que, tanto é importante para quem está enfermo, quanto importante para quem quer se deixar ser usado como canal da misericórdia divina em favor de muitos. O Centro de Cura é um lugar de vivenciar milagres”

“Um dos propósitos pelo qual ensinamos e pregamos a Palavra de Deus é ver as pessoas curadas, porque essa é a vontade do Senhor. Ele é bom e não deseja mal para ninguém, pois não faz parte do Seu caráter”

(Bud Wright)

Sete anos depois…

Desde sua fundação, o Centro de Cura Rhema atendeu cerca de 3 mil e 970 pessoas enfermas. Já são 43 igrejas Verbo da Vida com unidades em funcionamento, incluindo duas as unidades internacionais no Chile e Japão. Esse número é aproximadamente 10% do total de igrejas existentes hoje. Ou seja, tem muito trabalho a ser feito. 

O diretor Raphael Frota estimula as igrejas que ainda não implantaram o Centro de Cura para que o façam o quanto antes. Vale destacar, que a coordenação nacional presta todo o apoio para a implantação, inclusive enviando um ministro para o treinamento daqueles que se envolverão com a nova unidade. Após a instalação, que é bastante simples e sem custo, a coordenação continua dando suporte às unidades, em tudo o que precisarem, com orientações e materiais. 

“Estamos vendo o início do cumprimento daquilo que o apóstolo Bud recebeu do Senhor: milhares de pessoas serão curadas todas as semanas em nossas igrejas e teremos um Centro de Cura em cada igreja verbo da vida”. (Raphael Frota)

A presença de um Centro de Cura, além de contribuir para alcançar um grande número de pessoas, é uma porta de entrada do evangelho e transformação de vidas e situações. São muitos os testemunhos de homens e mulheres que foram buscar a cura física nessas unidades, foram expostos à Palavra da Fé, entregaram suas vidas a Jesus e tiveram suas vidas transformadas. Muitos dos que passaram pelo Centro, ingressaram no Centro de Treinamento Bíblico Rhema e estão muito felizes com o ensino que estão recebendo. 

Patrícia Alencar participou da 9ª edição do Centro de Cura na Igreja Verbo da Vida Vila Matilde, em 2018. Na época, ela apresentava a Síndrome de Ansiedade e Transtorno Depressivo Maior e estava separada do marido há pouco tempo. Patrícia chegou no local completamente triste, desmotivada e com baixíssima autoestima. Ela nem conseguia dormir direito devido a um aperto no coração e falta de ar. Já no segundo dia, foi completamente curada.

“A minha vida se resume em antes e depois do Centro de Cura, pois foi uma virada radical. Aqui encontrei amigos, conselheiros, enfermeiros da fé, que me carregaram no colo, me amaram. Eu considero que o Centro de Cura foi meu hospital e a Igreja de Vila Matilde minha segunda casa”, resumiu Patrícia. Além da cura física, ela contou que teve o casamento restaurado e iniciou seus estudos no Rhema, concluindo o primeiro ano em 2019. “Estou animada e impactadíssima por receber o conhecimento revelado por aprender verdades tão poderosas”, comentou. 

VEM VER

Recentemente, o Centro de Cura lançou uma nova campanha, que convida a todos para conhecerem essa visão. A campanha conta com o tema “Vem Ver” e tem o objetivo de estimular os membros da igreja para que conheçam e visitem a unidade e levem enfermos para receberem a cura. A campanha, que foi iniciada na Igreja Verbo da Vida Sede, em Campina Grande, será estendida para todas as congregações. A coordenação nacional do Centro acredita que, em 2020, serão instaladas muitas unidades em diversas cidades. 

“se todos pudessem enxergar com os olhos de misericórdia de Jesus todas as pessoas que estão enfermas, nós estaríamos participando de mais milagres hoje. Só experimenta esse ambiente quem põe os óculos da compaixão”, destacou o diretor Raphael e em seguida concluiu: “tem muito a ser feito e vamos prosseguir levantando o que está sem esperança através da força do Evangelho”.

Os pastores e líderes que desejam abrir um Centro de Cura em suas igrejas devem entrar em contato pelo e-mail centrodecura@rhema.org.br ou pelo fone (83) 99111 5049

Confira aqui como foi a inauguração do primeiro Centro de Cura Rhema.

Veja aqui como foram os preparativos para o Centro de Cura pioneiro.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA