Cuidado Missionário – Apoio moral

Postado em
0
628

Continuando a falar sobre cuidado missionário e como poderemos realizá-lo, este mês falaremos sobre o suporte moral. Antes, vamos entender o que significa a palavra suporte. A palavra suporte tem o sentido de: Estar ativamente em favor, apoiar uma causa, fortalecer moralmente, um parceiro.

Imaginemos um atleta pronto para disputar uma final, o jogo da vida dele! Entra no estádio e percebe que não há ninguém na torcida por ele. Já imaginou o quanto de força esse atleta terá que colocar para poder competir? Semelhantemente o missionário quando inicia sua carreira ao campo, faz-se necessário uma “torcida” dando-lhe suporte moral, pessoas que o apoiarão quando a pressão vinda do adversário estiver sobre ele. Vou listar aqui algumas frases como exemplo do que NÃO é o suporte moral para os missionários:

“Cara, o mundo lá fora é muito perigoso! Você vai acabar morto! Você deve está brincando! Você, um missionário? O que você acha que pode fazer para salvar o mundo? Você vai desperdiçar sua formação no fim do mundo? Por que não arranja um emprego de verdade?

Conta-se a história de um jovem marinheiro que estava fazendo os últimos preparativos para uma viagem solidária em volta do mundo, num barco feito em casa. Uma multidão se juntou em torno do pequeno cais, enquanto ele guardava as últimas caixas com provisão no barco: Filho, você jamais vai conseguir! Seu barco não resistirá às ondas das tempestades! Sua comida vai acabar! O sol vai cozinhar você! Um homem que chegou atrasado, ouvindo todas essas advertências desencorajadoras, sentiu um desejo irresistível de transmitir um pouco de otimismo e ânimo: Boa viagem! Você é um cara de coragem! Estamos com você! Temos orgulho de você! Deus o acompanhe, amigo!

Infelizmente ainda hoje encontramos pessoas que pensam dessa forma. Como diz Neal Pirolo: “Pedras que não apoiam”. Já pisou em uma pedra em falso? É o mesmo sentimento que o missionário tem ao ouvir alguma dessas palavras acima. Que nas próximas oportunidades que encontrarmos alguém que esteja preparando-se para sair e realizar a vontade de Deus, que sejamos nós as “pedras que apoiarão”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA