Fazendo Missões

Postado em
1

Irmãos, foi nos dada a tarefa de ser testemunha em vários lugares ao mesmo tempo. Enquanto eu prego aqui em Campina Grande outra pessoa pode estar pregando do outro lado do mundo ao mesmo tempo, afinal, não podemos perder tempo.

Os ministros que temos em nossas igrejas precisam entender a responsabilidade de pregar essa mensagem. Entrar no ministério não é status, é muita responsabilidade e diante de Deus vamos prestar conta mais do que os demais pela responsabilidade que temos.

O que vamos apresentar diante de Deus ouro ou palha?

Particularmente sei que tenho feito muita coisa, mas minha consciência me diz que preciso fazer muito mais para apresentar verdadeiramente ouro diante de Deus.

Se nós estivermos desejando como prioridade ter o melhor carro, as melhores roupas isso é pobreza, porque você pode ter tudo, dinheiro não é problema para Deus, mas divida isso; se você reter só pensando em si mesmo, tudo que você tem vai diminuir. Seja generoso e generoso com qualquer pessoa e com qualquer coisa.

“Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar.”  (Lucas 10:33-35)

Às vezes, podemos olhar para o bom samaritano e dizer que ele não fez nada demais, ele só teria feito algo de bom se ele tivesse cuidado do enfermo pessoalmente e não pago para alguém fazer. Mas, ás vezes, estamos muito ocupados com a nossa vida  corrida, mas você podemos ajudar quem faz, quem vai.

Eu posso não saber trabalhar com crianças como o pessoal que atua no Projeto Pequeninos, por exemplo, mas eu posso ajudar para que pessoas que tenham habilidades para isso façam. Eu posso me envolver, me comprometer mesmo sem ter o chamado. Eu não preciso ter o chamado para ir para fora do país,  mas eu posso me comprometer com a visão que está no coração de Deus.

Pastores, se comprometer com essa visão de Deus não é uma opção, volte e olhe para a planta, consulte quem a idealizou. Eu posso não saber como vai se dar uma construção, mas quando olhamos para planta sabemos exatamente o que o engenheiro fez. Se você está perdido sem saber como fazer isso na sua igreja, volta para a planta, veja o que Deus diz na sua Palavra, nela temos a resposta para tudo e a direção.

Eu gosto de um filme “A Lista de Schindler”, nele vemos o personagem comprando judeus para livrá-los do campo de concentração. No fim, quando acaba a guerra ele olha para a multidão que salvou, e mesmo vendo tudo o que fez,  lamenta por não ter feito mais.

Eu quero que essa mensagem nos acorde para a responsabilidade que nós temos. Se você está lidando com um tempo de construção e reforma na sua igreja, eu entendo, afinal, nós estamos fazendo isso em nossa igreja aqui em Campina Grande também. Mas não é por isso que nós vamos deixar de ofertar em missões, não vamos parar de olhar  para fora. Podemos fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Fazer o que eu gosto não é minha prioridade, eu gosto de coisas boas, mas minha prioridade deve ser pessoas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA