Quando Deus encontra um coração Genuíno

Postado em
0
249

Dia desses eu estava conversando com uma amiga/mãe sobre uma grande novidade. Enquanto ela me contava a alegria que estava com uma nova responsabilidade que o Senhor lhe designou ela falou: “Como eu estou feliz porque o Senhor achou em mim um coração disponível. Não por mim, porque foi Ele mesmo quem forjou esse coração. Mas por Ele poder contar comigo”. Ela me deixou pensativa, me ensinou. Na verdade, ela é daquelas pessoas que ensina com cada palavra…

Essa amiga poderia simplesmente pela “promoção”, não seria errado, ela tem trabalhado muito e se mantido fiel e o Senhor honra fidelidade. Porém seu coração genuíno consegue reconhecer ao Senhor até mesmo na promoção. Ela nunca se viu fazendo o que fará agora, ela nunca se imaginou chegando lá, ela nunca pensou ser capaz, contudo o Senhor estava a forjando. Porque seus olhos não estavam fitos nas recompensas e reconhecimentos, mas sim na fidelidade e amor ao Senhor, Ele viu nela um coração puro e disponível para o que precisava.

Fico pensando o que o Senhor pode fazer quando encontra um coração assim e o que podemos fazer para ter esse coração verdadeiramente genuíno. A Palavra diz que para o puro tudo é puro (XXX), então devemos buscar ver as coisas com pureza. Observando a vida de Jesus, listei abaixo algumas características que um coração genuíno deve ter, quero aprender e crescer nessa sabedoria, não almejando as promoções, mas ser achado irrepreensível ecom um coração puro diante do Senhor. 

Um coração Genuíno não almeja os próprios interesses – “Pois Eu desci do céu, não para fazer a minha própria vontade, mas a vontade daquele que me enviou” (João 6.38)- Ele não está preso aos galardões e reconhecimentos humanos.

Um coração Genuíno não julga as pessoas segundo a sabedoria humana –

“Vocês julgam por padrões humanos; eu não julgo ninguém. Mesmo que eu julgue, as minhas decisões são verdadeiras, porque não estou sozinho. Eu estou com o Pai, que me enviou”. (João 8.15-16)

Quantas vezes somos rápidos em apontar e criticar, quando poderíamos nos mover em compaixão e empatia pelo próximo, entendendo sua dor e os motivos que o fazem agir assim. Isso nos liga ao próximo ponto:

Um coração genuíno se move pela sabedoria que vem do alto –

“Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera” (Tiago 3.17)

Uma pessoa genuína se move em compaixão e amor pelo próximo – 

“Quando Jesus saiu do barco e viu tão grande multidão, teve compaixão deles e curou os seus doentes (Mateus 14.14). 

Um coração Genuíno tem compaixão também pelos hipócritas

Uma pessoa genuína é também um bom servo

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA