Verbo FM

A manifestação da presença de Deus

“Cinquenta laçadas fizeram numa cortina, e cinquenta, na outra cortina na extremidade do segundo agrupamento; as laçadas eram contrapostas uma à outra. Fizeram cinquenta colchetes de ouro, com os quais prenderam as cortinas uma à outra; e o tabernáculo passou a ser um todo. Fizeram também de pelos de cabra cortinas para servirem de tenda sobre o tabernáculo; fizeram onze cortinas. O comprimento de cada cortina era de trinta côvados, e a largura, de quatro côvados; as onze cortinas eram de igual medida. Ajuntaram à parte cinco cortinas entre si e, de igual modo, as seis restantes. E fizeram cinquenta laçadas na orla da cortina, que estava na extremidade do primeiro agrupamento. Fizeram também cinquenta colchetes de bronze para ajuntar a tenda, para que viesse a ser um todo. Fizeram também de peles de carneiro tintas de vermelho uma coberta para a tenda e outra coberta de peles finas” (Êxodo 36.12-19).

Perceba que Moisés pede para ver a glória de Deus. Então, O Senhor responde que toda a glória será vista; e a sua glória tem a ver com a Sua presença, poder e bondade.

“Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue” (Gênesis 20.28).

Na Nova Aliança, você é um portador da presença de Deus, ou seja, onde você chegar, as coisas precisam acontecer; se existia falta, haverá abundância; se existia doença, haverá cura. Não se trata de saber ou ler muito, mas de manifestar a Palavra para as pessoas, seja um versículo de cura, refrigério ou consolo.

A intervenção de Deus, mesmo na Velha Aliança, fazia a diferença. Você percebe pelas Escrituras o favor de Deus livrando o Seu povo dos egípcios; enviando o pão do céu; e a coluna de fogo à noite. Deus se tornou aquilo que o povo precisava; Ele permanece sendo o grande “Eu sou”.

Deus é Espírito e onde o Senhor está, ali há liberdade. Isso significa que não importa o tipo de escravidão à qual uma pessoa se submete, essa pessoa será liberta pela presença de Deus. Quando você tem um relacionamento com a Presença, tudo será diferente: os seus relacionamentos, a sua família e o seu comportamento.

Refletindo a glória de Deus

Existem momentos em que a presença de Deus faz toda a diferença, e, no tempo em que estamos vivendo, precisamos considerar e refletir a glória de Deus como nunca antes. Então, refletir a glória de Deus é refletir a Sua presença e poder.

“E o outro, Eliézer, pois disse: O Deus de meu pai foi a minha ajuda e me livrou da espada de Faraó. Veio Jetro, sogro de Moisés, com os filhos e a mulher deste, a Moisés no deserto onde se achava acampado, junto ao monte de Deus, e mandou dizer a Moisés: Eu, teu sogro Jetro, venho a ti, com a tua mulher e seus dois filhos. Então, saiu Moisés ao encontro do seu sogro, inclinou-se e o beijou; e, indagando pelo bem-estar um do outro, entraram na tenda” (Êxodo 18.4-7).

Deus não está limitado à fome, à economia ou ao que está acontecendo no mundo. A glória de Deus não está limitada a momentos específicos, mas está disponível todos os dias. Até mesmo naqueles dias em que parece que nada está acontecendo. São nesses tempos que a mão do Senhor está estendida para alcançar o Seu povo.

Não haverá falta

Uma das traduções da palavra “glória” é riqueza, ou seja, não haverá falta para você cumprir o seu propósito e aquilo que Ele designou. Haverá ampla suficiência.

“Ao receber a notícia, disse Jesus: Esta enfermidade não é para morte, e sim para a glória de Deus, a fim de que o Filho de Deus seja por ela glorificado” (João 11.4).

Nesse contexto, na morte de Lázaro, Jesus manifesta a Sua glória. A glória de Deus não será impedida de se manifestar por diagnósticos ou circunstâncias que se tornaram piores. Lázaro já estava morto há quatro dias, e a glória de Deus o levantou daquela situação.

A glória de Deus será vista em situações impossíveis. Não desista dos milagres porque eles são reais. “A minha glória trará a intervenção, e não haverá dúvidas de que o poder que ressuscita colocará ordem naquilo que estava em desordem”, diz o Senhor.

Protegidos e guardados

Somos protegidos pelo poder de Deus, o qual não fica invalidado dependendo do lugar em que você mora ou das suas condições. A igreja não é refém do poder do maligno, mas estamos protegidos e guardados pela Sua glória. Refletir a glória de Deus consiste na manifestação da Sua presença, poder e bondade.

No Velho Testamento, todas as vezes em que a bondade de Deus era considerada, Ele sempre se levantava em favor do Seu povo, porque o Senhor é bom, e a Sua misericórdia dura para todo sempre. Então, quando consideramos a bondade d’Ele, consequentemente, estamos considerando a Sua glória.

Deus é bom, e n’Ele não há sombra de variação; Ele não está matando ninguém nem colocando as pessoas em situações para lhes ensinar alguma coisa; a natureza do nosso Pai é bondade. A bondade d’Ele está nos cercando e nos assistindo; bondade e fidelidade estiveram nos guardando e sustentando em tempos difíceis; viveremos para contar os feitos do Senhor.

“Porque o SENHOR Deus é sol e escudo; o SENHOR dá graça e glória; nenhum bem sonega aos que andam retamente” (Salmos 84.11).

Saindo do retrovisor

Deus não está retendo aquilo que está destinado para a sua vida; o Senhor cerca de bens aqueles que vivem uma vida reta. Vamos parar de ter uma vida de retrovisor, olhando apenas para os milagres do tempo passado, pois a mão do Senhor está estendida para o tempo presente.

“Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus e Jesus, que estava à sua direita, e disse: Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, em pé à destra de Deus” (Atos 7.55).

Quando você está cheio do Espírito Santo, você irá focar para cima e não para baixo. Estêvão estava em uma circunstância difícil, prestes a ser assassinado, mas cheio do Espírito Santo; ele permaneceu com o foco no Senhor.

A bondade de Deus envolve os Seus santos. Esta é uma hora em que, do Espírito Santo, iremos olhar para o alto, para Jesus, e aquilo que Ele pode fazer. Uma vida cheia do Espírito Santo criará um ambiente restaurador. Graças a Deus que Ele sempre nos conduz em triunfo e nos dá a vitória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!