Verbo FM

Desafios para quem é da fé

No livro de Hebreus, no capítulo 11, temos a famosa galeria da fé. Ali, vemos homens e mulheres que Deus resolveu listar por causa de uma fé aprovada diante d’Ele e dos homens. Você sabe por que esses heróis estavam nessa galeria? Não era porque a vida deles eram morangos, não, mas porque, apesar dos desafios, eles venceram em fé. Existem inúmeros desafios para quem é da fé.

Abraão saiu da sua terra numa época sem GPS e sem google tradutor. Ou seja, os desafios dele eram bem maiores, e com isso não estou dizendo que seus desafios não existem, mas que eles tinham coisas maiores para enfrentar.

Você acha que foi fácil para Moisés enfrentar Faraó?

Você teria coragem de chegar diante de uma autoridade e falar: “Liberte o meu povo…”?

Acha que foi fácil para Raaabe, uma mulher de fé, esconder os espias? Você teria coragem? Porque se desse errado, a cabeça dela “rolava” junto.

Essas são algumas histórias maravilhosas, relatos que nos animam, que contamos aos nossos filhos, mas passar por eles, na pele, foi desafiador para eles.

“E vindo ter conosco, tomando o cinto de Paulo, ligando com ele os próprios pés e mãos, declarou: Isto diz o Espírito Santo: Assim os judeus, em Jerusalém, farão ao dono deste cinto e o entregarão nas mãos dos gentios. Quando ouvimos estas palavras, tanto nós como os daquele lugar, rogamos a Paulo que não subisse a Jerusalém. Então, ele respondeu: Que fazeis chorando e quebrantando-me o coração? Pois estou pronto não só para ser preso, mas até para morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus. Como, porém, não o persuadimos, conformados, dissemos: Faça-se a vontade do Senhor!“ (Atos 21.11-14).

Desde esse tempo, começou Jesus Cristo a mostrar a seus discípulos que lhe era necessário seguir para Jerusalém e sofrer muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, ser morto e ressuscitado no terceiro dia. E Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo, dizendo: Tem compaixão de ti, Senhor; isso de modo algum te acontecerá. Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens” (Mateus 16.21).

 Nos textos citados, vemos duas histórias nas quais 2 homens sabiam exatamente qual o plano de Deus para eles e, mesmo sendo persuadidos por pessoas que o amavam e queriam o melhor para a vida deles, não desistiram. 

Paulo disse: “Vocês estão quebrantando meu coração, mas não estão me ajudando, não, mas lembre-se de que eu sou da fé, eu encaro os desafios, estou pronto para ser preso e até morrer”.

Pedro amava Jesus, ele era próximo ao Mestre, mas você acha que ele falou isso porque não amava Jesus? 

Negar que o desafio vai chegar não me ajuda a encarar o que está por vir.

Lembra que Jesus estava na reta final, entrando em agonia, Ele só precisava de pessoas em oração, isso é ser da fé. Jesus chegou a suar sangue, você sabe bem da história.

Todavia, agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do Senhor prosperará nas suas mãos” (Isaías 53. 10).

Jesus sabia que a cruz seria difícil, mas Ele se alegrava pelo resultado, isso é andar em fé, não deixou de admitir o sacrifício, mas estava consciente da promessa. A fé não nega os desafios, mas ela vê o que está por trás dele.

Você entraria na cova dos leões? E na fornalha ardente? Isso requer fé. As histórias são lindas, mas era fogo de verdade e o leão era de verdade também. Era real o desafio. E eles tinham que encará-los. Não podemos ter ânimo dobre, nós conhecemos o final da história e isso nos anima.

Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes” (Tiago 1.2-4).

Devemos ter perseverança completa. Deus nos preparou para sabermos que existem momentos em que precisamos recarregar as nossas forças e trocar as ferramentas na jornada. Ele nos prepara para os desafios. Fortaleça- e adquira bagagem para enfrentar os desafios. Não estou dizendo que a vida de fé é só desafios, mas não posso achar que não existirão desafios.

Vou dar exemplo da minha gravidez, existe uma preparação para a mulher engravidar, existem mudanças no corpo, no psicológico, que vão acontecer.

Ano passado eu não pude estar na Conferência de vocês, porque eu estava na segunda gravidez e tive muito enjoo, mas ainda assim, eu quis engravidar. Eu não trocaria minha filha por nada. Existem momentos em que abrimos mão de coisas para o propósito que temos. A preparação, o enjoo é parte das fases de uma gravide, mas elas carregam algo maravilhoso, o bebe, é desconfortável gerar, mas existe um resultado. Um maravilhoso resultado. A minha filha.

Talvez você está gerando algo na sua igreja e é desafiador esse processo, mas quando concluir nem vai lembrar mais dos desafios vividos. Regue sua promessa, enfrente os desafios, e confesse a palavra, isso vai te animar na jornada. Você recebeu a palavra e sabe o que vai acontecer. Cada estação requer um preparo. Estela chegou, e chegou a fase de amamentação, e isso deu fome e eu precisava me alimentar melhor, tinha mais calorias, e isso faz parte.

Sei que é um exemplo natural, mas isso são mudanças da vida e devemos nos preparar para as mudanças. Existem vislumbres do que Deus está te falando… Se prepare para elas, se está vivendo tempo de oposição, seja como Calebe, enfrente os gigantes, você vai vencer na força do senhor

Quando você sabe que é Deus que te chamou para aquele desafio, você enfrenta o gigante, não negue que existe um gigante, pegue a sua funda, escolha suas pedrinhas e parta para cima.

O mundo fala: “Não tenha filhos você vai perder sua vida”. Deus diz: “Filhos são herança do senhor.” Escolha ouvir a Deus. Cuidado com os discursos do mundo que você tem ouvido.

Seu currículo não vai te salvar na dificuldade, mas se você tiver um fundamento de fé e na palavra, vai ser bem sucedido.

“A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.” (Mateus 4.1)

Jesus não pegou atalhos, se Ele pegasse o atalho, isso custaria a nossa vida. Cuidado com os seus atalhos, porque eles podem custar vidas.

Cuidado com o que você tem ouvido. O diabo é perito em enganar as pessoas com seus discursos. A dúvida chega despretensiosamente. Fique atento.

Jesus estava convicto da sua missão. Você precisa estar convicto da sua missão e da paternidade de Deus. A primeira dúvida que o diabo lançou para Jesus foi “ se és filho…” duvidando da paternidade de Deus. A vontade de Deus nunca será uma cilada na sua vida.

Pessoas querem ouvir discursos que afagam o ego, mas nós pregamos a palavra, e vamos perseverar e nos manter firmes.

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína” (Mateus 7.24-27).

Viver pela fé requer esforço, assim como construir uma casa bem edificada e com fundamento. Não pegue atalhos construindo sua casa na areia. A tempestade vem, mas se a casa estiver bem fundamentada ela não vai ruir. Ela terá fundamento e edificação, a tempestade veio, mas a casa nem sentiu, ela estava firme no propósito. Isso requer mais esforço na construção, mas a durabilidade é maior.

Você tem construído a sua casa em segurança? Se você constrói bem seu fundamento, pode dormir enquanto os ventos sopram. Fortaleça-se e edifique a sua fé na Palavra. A vida de fé é deliciosa!

A Bíblia diz que “…comeríamos o melhor desta terra” e isso é real. Os melhores empregos, as melhores vagas, isso está reservado para os filhos de Deus. Você terá filhos inteligentes, que não irão se corromper. Não fique tão “aleluiado” na mesa do banquete a ponto de você se esquecer do propósito.

É bom estar nas 4 paredes da igreja, mas fomos chamados para alcançar o mundo. Aqui é bom demais, mas não tenha medo, enfrente o mundo que é um campo de batalha. O mundo está perdido, mas é para lá que você vai. Tem muitos perdidos lá fora, e Deus levantou homens fiéis e esses devem avançar sem medo. Vai acontecer!

Às vezes, algo que me ajuda é ver minha vida como um filme de ação, às vezes, parece que não tem recurso e equipe, mas com um canivete eu resolvo, como no filme 007. Assim como James Bond, com apenas um canivete, eu resolvo.

Lembre- se de que a Palavra de Deus é a sua espada afiada e é assim que nós vencemos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!