Instruções foram compartilhadas na abertura da Conferência no Sul

Postado em
0

A abertura da Conferência de Ministros Sul 2022 ocorreu nesta quinta (22), na Igreja Verbo da Vida na Zona Norte de Porto Alegre (RS). As 330 pessoas inscritas estarão reunidas até o próximo sábado (24), no templo, para desfrutar de cinco cultos poderosos. São pastores, líderes, professores das escolas do Ministério Verbo da Vida e outros ministros que vieram de dezenas de cidades dos três estados do Sul do Brasil, onde tem sido construída uma história de avanço da Palavra revelada.

Esta é a segunda Conferência de Ministros realizada na região, pois a primeira ocorreu em 2021. Somente este ano, já foram sete Conferências de Ministros ao todo. As demais foram realizadas nas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste do país, além das que ocorreram nos Estados Unidos, Angola e em Portugal. O evento tem levado refrigério, preparo, inspiração e renovo para os milhares de obreiros que contribuem com esta visão através de seu chamado ministerial.

O primeiro culto da Conferência em Porto Alegre começou com muita comunhão e reencontros entre os participantes, que já estavam empolgados com o que virá da parte de Deus durante este evento.

A programação foi aberta com o momento de música dirigido por Filipi Rodrigues. Entre as canções, ele cantou uma das suas composições, intitulada Jesus. O Nome que é sobre todo o nome foi exaltado no templo da igreja.

“Estamos com uma expectativa muito grande”, disse Guto Emery, presidente do Ministério. Ele e sua esposa, Suellen Emery, deram as boas-vindas aos participantes. Com bastante alegria, atualizaram a todos com novidades e direcionamentos para estes dias.

Mama Jan Wright, vice-presidente e cofundadora do Ministério, foi quem abriu as mensagens do evento. Ela fez questão de ler um dos versículos mais lidos pelo fundador, o Apóstolo Bud Wright, em eventos como este.

Todos abriram a Bíblia em I Coríntios 1.10 e ouviram de Jan: “É muito importante que enquanto crescemos e alcançamos outras nações, falemos as mesmas coisas, para que as pessoas conheçam o Verbo da Vida”. Ela prosseguiu com conselhos práticos e inegociáveis, como andar em unidade e fé:

Você não precisa forçar Deus a dar alguma coisa. Ele já lhe deu todas as coisas.

A ministra reforçou que não se deve falar contrário à Palavra de Deus, mas ter zelo pelo estudo dela e pela confissão da verdade. Ela ainda alertou que ministros devem andar sob o mover do Espírito Santo.

“Nosso cultos não são técnicos. Seja guiado pelo Espírito. Precisamos ser pessoas da Palavra e do Espírito. Os dois têm que caminhar juntos. Precisamos ser cuidadosos para que possamos cumprir o plano de Deus. Ele quem vai equipá-lo, mas você precisa crer nisso.”

Em seguida, Suellen foi à frente para testemunhar sobre o projeto Paz em Meio à Guerra. Ela é coordenadora da Agência de Missões Verbo da Vida e foi uma das pessoas que viajou à Polônia para acolher os refugiados ucranianos.

Suellen testemunhou sobre como surgiu o Paz em Meio à Guerra e agradeceu pelas doações de todos os que contribuíram com esta missão. Falou que cada doação serviu para manter o aluguel no albergue que acolheu os refugiados, além de adquirir alimentos e dar assistência de forma geral aos abrigados.

Ela ainda falou sobre o grande agir de Deus respondendo às orações dos próprios ucranianos e suprindo-os em todas os detalhes. Segundo ela, os desafios como a diferença de idiomas foi superado e a Palavra foi pregada em todo o tempo no local.

Nosso alvo era aproveitar o trabalho de assistência humanitária para ser um canal para pregar o Evangelho para os ucranianos.

Suellen destacou que as pessoas alcançadas pelo Paz em Meio a Guerra receberam Jesus como o único Salvador. Também comunicou uma nova fase para esta visão, já que todos os voluntários brasileiros retornaram ao Brasil. Ela explicou que os refugiados estão sendo mantidos através do auxilio do governo e continuarão participando de estudos bíblicos através de reuniões on-line

“Você faz parte disso. Não fizemos este trabalho sozinhos na Ucrânia”, disse Suellen, que em seguida leu Lucas 10.30-37. Ela ressaltou que essa parábola mostra que aqueles que estavam orando ou contribuindo com esse projeto foram como o bom samaritano, que não estava presente fisicamente, mas fez algo pelo próximo.

Guto foi o último ministro da noite e convidou todos para se cumprimentarem durante um minuto. Abraços e sorrisos tomaram conta da igreja. “Quanta liberdade temos percebido neste lugar. Sua unção percorre facilmente neste ambiente preparado exclusivamente para o Seu mover”, orou Guto ao Senhor. 

“Como indivíduos, somos limitados, mas, juntos, podemos alcançar coisas maiores.”

O pregador falou sobre como ser um ministro constante: “Quando notamos a igreja de Tessalonicenses, vemos que ela não se tornou padrão por acaso, e sim pela constância. Não alterou sua forma de pensar, independentemente de qualquer outra dificuldade que pudesse aparecer”.

Guto expressou que não se deve deixar levar por pressões, mas ser inabalável através da firmeza na Palavra. “Cuide dos seus pensamentos. Deus deseja que tenhamos passos ousados, fora da zona conforto, além do que se pode ver ou sentir”, falou ele. 

Além de zelar pelos bons pensamentos, outros passos para ser constante foram ministrados por Guto. Ele exortou todos para serem sempre gratos, preservarem bons relacionamentos e viverem cheios de alegria. 

“Seja uma pessoa divertida!”

Assim, o culto foi finalizado com os corações animados pelas instruções recebidas e na expectativa para o que vem por aí em nossa Conferência de Ministros Sul 2022. Continue acompanhando toda a cobertura em nosso site!

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA