Manhã de evento trouxe refrigério para promover o progresso do Evangelho

Postado em
0

 TEMPO DE REFRIGÉRIO! TEMPO DE ALEGRIA! 

A manhã do último dia da Conferência de Ministros Verbo da Vida Sul 2021 mostrou o poder do ajuntamento, do tempo de comunhão, da unção coletiva. Tantas palavras recebidas até agora, tanta oração em concordância, tanta adoração em conjunto, enfim, tanta exposição ao poder da Palavra de Deus e do Espírito Santo uniu os presentes em uma só atmosfera de alegria e paz.

“Uma paz que excede todo entendimento guarda a nossa mente, o nosso coração e nos ajuda a pensar corretamente. Lançamos sobre Deus toda ansiedade. Este é o lugar de se soltar e se descarregar dos problemas. Quando você recebe o refrigério, você sai com mais força”, comentou o Ap. Guto Emery, presidente do Ministério Verbo da Vida (MVV), no início deste sábado. 

E esse refrigério e alegria foi reforçado na adoração. “Estão vindo tempos de refrigério, de alegria e regozijo, tempos de glória e dupla honra. Vamos dançar sobre a escassez. Chegou a hora. É a nossa vez”.

 TEMPO DE PROGRESSO DO EVANGELHO 

“Sempre fica melhor quando a gente se expõe à Palavra de Deus. Que tempo precioso que temos tido. Esta conferência vai marcar mesmo um tempo novo para a região Sul, depois de tudo o que temos recebido da parte de Deus”, disse Renato Gaudard, diretor executivo do MVV, na primeira ministração deste sábado. 

Renato baseou sua palavra no capítulo 1, verso 12, da carta de Paulo aos Filipenses, que diz: “E quero, irmãos, que saibais que as coisas que me aconteceram contribuíram para maior proveito do evangelho;”. Ele disse que essa carta é considerada a mais alegre de Paulo e, da mesma forma, depois que o Evangelho nos alcança há progresso em nossa vida: o progresso do Evangelho. 

“O Evangelho promoveu o progresso para você, para que você possa promover o progresso do Evangelho.”

Renato disse que as coisas que acontecem em nossa vida contribuem para que a Palavra avance e isso depende de cada um de nós. Ele completou: “Aquilo que você faz, produz efeito em cadeia. Você pode estimular ou desestimular as pessoas. O que a gente faz pode motivar ou desmotivar. Mas você é um agente motivador, impulsionador para o progresso do Evangelho”

O ministro ainda lembrou do Ap. Bud Wright, quando deixou os Estados Unidos e veio para o Brasil, além de todas as circunstâncias que ele viveu. “Quantas coisas ele e Mama Jan deixaram para trás para poder trazer a Palavra para nós? Eles sabiam exatamente para onde ir e o que deveriam fazer para o progresso do Evangelho. Quando decidimos obedecer, o que temos que resolver na caminhada vai contribuir para o propósito”, comentou. 

“Você tem um alvo. Enquanto você não chegar lá, aconteça o que acontecer, nada vai lhe parar.”

Confira os principais trechos dessa palavra oportuna neste link.

 UM NOVO TEMPO EM PORTUGAL 

O anfitrião da noite, Manoel Dias, apresentou o momento missionário da manhã, com Taisa Santana falou sobre o novo tempo de sua vida, quando vai cumprir o seu chamado missionário em Portugal, auxiliando os líderes da Europa Gleison e Marina Cabral.

“Eu fiz Escola de Missões em 2018 e um chamado veio à tona em meu coração. Quando o Pr. Bud disse que o Verbo da Vida iria para todas as nações e eu decidi que tinha que participar disso. A gente faz parte de uma grande visão. E agora estou indo para Portugal. Em breve, vocês ouvirão notícias de lá sobre o progresso do Evangelho”, festejou Taisa.

 TEMPO DE FAZER DISCÍPULOS 

Paulo Aguiar, pastor presidente do Verbo da Vida em Porto Alegre (RS), mostrou sua alegria em estar recebendo a Conferência Sul em sua igreja e honrou a vida e o serviço de cada voluntário no evento. “Que alegria receber cada um de vocês. É um sonho se realizando poder ver os ministros das igrejas se reunindo. É muito bom experimentar a Palavra e usufruir da unção do Senhor neste lugar”, disse o ministro.

Paulinho focou sua ministração na alegria que devemos ter em servirmos a Jesus e que Ele é suficiente para nós. Assim, ele lembrou de quando Pedro falou para o Mestre: “Para onde iremos nós, Senhor, se só Tu tens palavra de vida eterna”. Nesse sentido, o ministro falou sobre o erro das pessoas que não se contentam com o que recebem na igreja e buscam recursos fora do Evangelho. E completou: “tem alguma coisa errada quando um crente vai buscar o seu propósito fora da igreja e da Palavra”.

“A Palavra não nos foi dada para usarmos só no púlpito. O púlpito não substitui relacionamentos.”

Em um momento emocionado, Paulo diz que priorizou desproporcionalmente o seu esforço e seu tempo para o púlpito e o coletivo e deixou de lado o tempo individual, com os discípulos. Ele disse ainda: “Nossas pregações podem tocar profundamente as pessoas. Mas elas não são tudo quando falamos de discipulado. Discipulado é vida na vida, é andar junto”.

O ministro falou ainda que existem alguns discípulos com os quais devemos dedicar a nossa vida mais de perto, pois não damos conta de disciplinar a todos. “Se Jesus se dedicou mais intensamente aos doze porque achamos que vamos dar conta de 200? Paulo concluiu: “Existe graça na obediência. O Senhor vai nos equipar com tudo aquilo que precisamos. Vai ter sabedoria e unção”.

“O ministério é leve, é alegre e podemos fazer isso com diversão.”

“Estão vindo tempos de abundância.”

Confira os principais trechos dessa palavra oportuna neste link.

 QUE TEMPO PODEROSO NESTA MANHÃ! 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA