Verbo no Rio promoveu a 1ª Conferência de Ministros Auxiliares e Socorros

Postado em
0

Com o intuito de honrar pessoas que têm se dedicado ao serviço no Corpo de Cristo, a Igreja Verbo da Vida de Campo Grande, no Rio de Janeiro (RJ), promoveu um evento inédito: a Conferência de Ministros Auxiliares e Socorros, que selou um tempo de grandes aprendizados, comunhão e mover de Deus.

Um dos destaques da programação do evento foi a participação do pastor Diego Isidro e sua esposa Polyana de Sá, que atuam no pastoreio auxiliar da Verbo Petrolina (PE). Foram dois dias de ministrações e oficinas, intercaladas por períodos de louvor e adoração, além de intervalos com cantina especial em um espaço lounge. Tudo isso, em clima de descontração e muita alegria.

O pastor da igreja local, Caoxande Chianca, abriu a programação falando sobre como surgiu a ideia de criar uma conferência com esse tema, enfatizando a importância de ter um coração disponível para o serviço no Corpo de Cristo, e o quão agradável isso é para o Senhor: “O Senhor está procurando corações dispostos para servir na obra e no avanço do Reino”.

Polyana trouxe uma ministração com o tema “Ministério de Socorros”, na qual explicou que o foco de tudo o que fazemos na obra de Deus são as pessoas, e não as coisas nem o serviço em si.

“Como em um hospital, aqueles que entram em estado grave precisam ser socorridos imediatamente, para depois serem passados para um médico especialista. Assim é nossa ação como Corpo de Cristo nesse serviço. O Ministério de Socorros também é responsável por preparar e viabilizar o caminho para que algo maior aconteça”, descreveu Polyana.

Ainda na primeira noite da conferência, o Pr. Diego explicou a importância de honrarmos tudo o que colocarmos as mãos para fazer.

“Sucesso não está relacionado a ofício ou posição. Está relacionado principalmente a fidelidade. Sucesso naquilo que Deus não o chamou é fracasso. Sucesso em Deus é você ser encontrado naquilo que Ele o escolheu para fazer. O Senhor lhe deu todas as ferramentas e todos os talentos para você funcionar bem, dentro do seu chamado”, ressaltou o pastor.

Oficinas e Palavra

No segundo dia, a programação começou mais cedo,  com uma tarde dinâmica de oficinas ministradas, separadamente, para grupos específicos. Diego falou para aqueles que almejam ou que já exercem a função de Pastor Auxiliar. Já Polyana falou sobre Socorros na Igreja de Crianças.

Nas demais oficinas, foram abordados os temas “Ministros da Palavra”, com Marcela Chianca; “Socorros no Centro Cura”, com Aline Kalile; e Socorros no “Ministério de Música”, com Stênio e Rachel e Palmuti.

Na parte da noite, teve início um novo período de louvores e ministrações da Palavra. A motivação certa para servir foi um dos assuntos destacados por Polyana.

“Uma vida de serviço inclui estar com a mente e o coração envolvidos naquilo que fazemos, e não apenas estar presente fisicamente. Isso inclui a consciência de que você deu o melhor que tinha para dar. Nós fomos feitos filhos, e porque somos filhos, escolhemos também ser servos”, enfatizou a ministra.

Diego falou sobre serviço e chamado, ele destacou que existe um processo até chegarmos na posição que o Senhor nos chamou para estar, e que não podemos ser negligentes com isso.

“Existem fases que precisamos cumprir até sermos separados para o ministério que o Senhor nos chamou. Entre o dia que Davi foi ungido rei e o dia em que ele herdou o trono, houve um processo. Ele foi ungido e continuou com sua vida, fazendo o que antes fazia, que era cuidar das ovelhas. Existe um tempo entre a concepção, o reconhecimento e a separação”, destacou.

Selando tudo que foi dito na conferência, pastor Caoxande trouxe uma palavra sobre a visão local da igreja. Ele enfatizou que a visão local é específica para um povo e estabelecida de muitas formas, e que ela funciona de maneira diferenciada para cada local.

“No nosso caso, uma das palavras que melhor definem a visão local é excelência. O que não, necessariamente, tem a ver com recursos, mas com fidelidade e comprometimento com o que fazemos”, concluiu o pastor.

A Conferência de Ministros Auxiliares e Socorros se encerrou com um mover profético, com revelações específicas e transformadoras, tanto para os ministros quanto para o demais participantes. Todos saíram com seus corações ainda mais alinhados sobre o verdadeiro sentido de servir com amor. O pastor local explicou que essa foi a primeira de muitas conferências desse tipo que ainda estão por vir.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA