Equipes da Vaso Novo doam refeições a carentes de Campina Grande (PB)

Postado em
1

FOI PARA ESTE TEMPO QUE FOMOS CHAMADOS! 

Conscientes disso, as equipes de voluntários da ONG Vaso Novo não param, mesmo diante da pandemia que assolou o mundo. Eles seguem seu já conhecido e reconhecido trabalho de ação social, fazendo a diferença na vida de muitas pessoas em situação de risco social. Semanalmente, homens e mulheres, membros do Verbo da Vida Sede, em Campina Grande (PB), deixam o conforto e a segurança de seus lares para levar socorro àqueles que nada possuem pelas ruas da cidade. 

O coordenador da ONG, Marcos Júnior, contou “assim que começou o isolamento social decidimos buscar em Deus o que seria o  trabalho da ONG nesse tempo. Com as atividades da fábrica suspensas, passamos cerca de uma semana meditando na Palavra e nos fortalecendo no Senhor para este tempo”. Assim, a ONG Vaso Novo adaptou e desenvolveu novas frentes de trabalho. A primeira providência foi criar um relógio de oração para a participação de todos os voluntários da ONG. As orações específicas estão dando suporte espiritual para as atividades desenvolvidas nas ruas e comunidades neste tempo. 

“Deus foi nos mostrando onde iríamos agir. A palavra que se levantou em nossos corações foi a mesma que sempre nos conduz nas atividades da ONG: Mateus 25.35,36. Entendemos que foi para esse tempo que fomos chamados, chamados para ser Jesus para alguém. Ele mesmo nos foi dando as estratégias de como seria feito o trabalho e então começamos a agir”, resumiu Marcos. Ele contou ainda que não foi difícil conseguir o apoio dos voluntários que, mais uma vez, pegaram juntos. 

Levando pão a quem tem fome

A grande ação social desenvolvida pela ONG, neste período, é a campanha “Doe uma refeição!”. Essa atividade, na verdade, é realizada por todos os voluntários há dois anos. A cada semana, eles preparam todas as quentinhas e, em seguida, saem para as doações para as pessoas que têm fome, devidamente protegidos por máscaras, luvas e toucas, além de álcool em gel disponibilizado na sede da Vaso Novo. 

Erilma, esposa de Marcos e também líder da ONG, lembrou que “não é preciso muita exposição para fazer essa atividade. Basta preparar a quentinha, sair de carro, estender o braço pela janela do veículo e tirar a fome de alguém”. Ela disse que, na sede da ONG, pequenos grupos também se reúnem para a preparação e distribuição de refeições em grande quantidade. 

“A fome natural tem tanta pressa quanto à fome espiritual. Alcançar as pessoas e poder dizê-las que existe um Deus que se importa com a fome delas, faz com que elas busquem saciar a fome espiritual também e, assim, Deus as alcança de forma completa.” (Marcos Júnior) 

Segundo Erilma, as refeições são preparadas na sede da ONG em dias alternados, quase sempre pela manhã. Em seguida, eles saem para a distribuição, dividindo-se em 2 ou 3 carros. A distribuição das refeições é feita no centro da cidade e em bairros, com o foco nos moradores de rua, catadores de reciclagem, trabalhadores informais e outras pessoas que encontram vagando pelas ruas em busca de ajuda.

“Temos contado com uma média de 15 voluntários, por ação, e alguns deles ficam apenas na parte da produção dos alimentos e não saem para a distribuição, com a proteção pessoal fornecida pela ONG”, disse Erilma. Ela falou ainda que os voluntários que fazem parte do grupo de risco são orientados a participarem de forma indireta, no grupo de oração e na divulgação da campanha. 

Doação de cestas, roupas, máscaras e kits de higiene

Na sede da ONG, os voluntários também preparam cestas básicas e separam roupas que são distribuídas aos carentes. As cestas básicas levam 30 itens, entre alimentos e material de higiene pessoal e de casa. Marcos disse que a distribuição dessas cestas é feita uma por uma, em conjunto com a distribuição das refeições e é voltada a catadores de reciclagem e trabalhadores informais que, neste período, estão sem ter como manter suas famílias. 

Ele informou ainda que, em um mês de atividades, já foram realizadas 16 ações sociais, com distribuição de 2.105 refeições, 110 cestas básicas, roupas e 30 kits de higiene pessoal, entregues através da casa de passagem Vaso Novo ao Hospital de Trauma de Campina Grande. 

Em uma ação inédita da ONG, também foram doadas 200 máscaras para os acompanhantes de pessoas internadas. “Desenvolvemos um modelo de máscara feita com malha, com matéria-prima que temos na fábrica, e estamos produzindo para doação”, explicou Erilma. 

O último benefício criado pela ONG foi direcionado aos próprios voluntários: uma biblioteca com mais de 100 títulos disponíveis. Erilma disse que “o intuito é fortalecer todos eles nesse período em que estão afastados das suas atividades”.

Marcos expressou o quanto cada voluntário se sente recompensado com o trabalho realizado. “Somos tão gratos a Deus pelo que temos vivido esses dias. Tanto tem sido acrescentado em nossas vidas. Temos a certeza de que nenhuma das pessoas que estão envolvidas direta ou indiretamente nessas ações vão sair da mesma forma. Seremos melhores”, finalizou. 

Depoimento da voluntária Carolline Borges

“Tempos como estes que estamos vivendo fizeram com que o isolamento humano fosse necessário, mas aquele que tem a vida Zoe de Deus de maneira alguma fica parado, pois o Espírito Santo nos dá estratégias de como continuar avançando no propósito dos céus e é, dessa forma, que me senti ao me envolver como voluntária na ONG Vaso Novo. Um despertar que me mostrou, a cada ação, que o que Deus precisa de nós é só prontidão de coração, pois, muitas vezes, o dinheiro que temos não chegará a lugares e pessoas para saciar suas fomes, mas o comprometimento com o próximo, através da compaixão, nos faz chegar até eles de alguma forma. Experiências maravilhosas tenho vivido através da conexão divina com essa ONG. Ver no rosto de cada pessoa que damos uma refeição a alegria de ter sido lembrada, de ver que o socorro chegou, não tem preço. Saber que Jesus ainda vive em mim e em você e continua amando, cuidando, não tem preço. Poder, algumas vezes, preparar um alimento e ver que ele vai cheio de gratidão ao Senhor por tudo que ele tem feito chegar em nossas mãos, não tem preço. Vivemos tempos difíceis, mas temos um favor imenso de Deus para, juntos, mesmo estando separados, sermos mais fortes e mostrar ao mundo que Jesus Cristo é o Senhor.”

Como contribuir com as ações sociais

A ONG realiza uma campanha de doação para a arrecadação dos itens. O valor de 50 reais por cesta pode ser doado via depósito bancário ou a pessoa pode entregar os itens pessoalmente na sede da Vaso Novo. Os dados bancários estão disponíveis a seguir:

Caixa Econômica Federal 
Op 013
Ag 0041 
C/P 546.727 – 1
Marcos Aurélio Batista Júnior 

Banco do Brasil
Agência: 3331-6
Conta Poupança: 16.861-0
Variação:51 
João Batista Gonçalves Costa

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA