Alinhe sua confissão à Palavra!

Postado em
0

por João Roberto Albuquerque

Confissão é muito essencial à fé, a ausência de confiança é inimiga da fé. Temos, muitas vezes, preguiça de falar, ficamos acomodados por achar que está completo, por estar em nosso coração.

A composição da fé é coração e boca, não é só coração. A confissão é muito importante para o cristão e determina o progresso da sua vida espiritual.

A nossa fé é medida pelas palavras, se não tem confissão não tem fé ativa. A confissão não depende de terceiros, está junto de nós, na nossa boca. É responsabilidade nossa falar e não ter preguiça disso. A fala é a parte inicial desta ação, estamos comprometendo o nosso futuro quando não falamos, devemos pavimentar o nosso caminho pela nossa confissão de fé. 

Falar não dói, devemos falar a coisa certa. Quem mantém a confissão certa, não enfraquece na fé. A confissão para a fé é como a propulsão para o avião. A propulsão é a força que dá o impulso para o avião decolar. Como está a propulsão da sua fé? Tem confissão lá? Mantenha firme a confissão sem vacilar, porque quem está por trás da promessa é fiel. Por causa da fala dolosa, quando falamos contrário ao que a Bíblia diz, perdemos as bênçãos.

Quando estamos resolvidos por dentro, a boca fala do que está cheio o coração. Lidar com as circunstâncias com Deus é tão fácil como amassar um pão.

Deus tinha compromisso com dois (Josué e Calebe) no deserto, porque eles tinham uma fala diferente. Uma fala correta, em linha com a Palavra de Deus, marca o seu futuro. Quarenta anos depois, Josué e Calebe estavam aptos para entrar na promessa.

Como está a propulsão da sua fé? Tem falado ou mantido sua boca calada? Se você fica calado, enfraquece na fé, a circunstância já ganhou o seu ouvido, sua atenção não está mais no que está escrito. Precisamos fazer uma revisão, uma manutenção da fé, ela tem que ser diária, examine para ver se realmente você está nela. Confissão de fé é falar o que você crê. Você precisa colocar uma voz firme, se parar a confissão, a força da fé começar a diminuir, você fica sem ímpeto de avanço.

Mesmo no caos, Deus quer alguém para dizer: “Haja luz!”, a confissão é importante. Em Hebreus 10.23 está escrito: Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel”.

Guardar firme a confissão da esperança, não é qualquer confissão. A confissão da sua fé em Deus sem oscilar, sem mudar o ritmo, sem mudar a frequência. Isso é para todo aquele que crê, pois quem fez a promessa é fiel.

Eu fui vítima do insucesso espiritual, mas quando eu aprendi que a fé não é sentimento, é a certeza, mesmo que você se sinta contrário ao que está crendo. Fale o que você crê mesmo sem sentir, fale vida. Mesmo que, aparentemente, você se veja falindo, fale prosperidade.

Dando uma olhada na Palavra, Deus está nos orientando na alegria e muitos cristãos, por estarem vivendo uma vida triste, atribuem isso à vida de piedade, isso é contradição a Ele e a Sua Palavra. Deus quer suprir as suas necessidades, satisfazer os desejos do seu coração.

Devemos guardar a boca e os lábios de falar dolosamente, a confissão deve ser em linha com a Palavra. Se não confessarmos, nossa vida não terá impulso para voar nas promessas de Deus.

Durante a pandemia, muito cristão “agourento” se revelou, tudo que é negativo pega rápido, quando crente é para ser o contrário, quando as palavras erradas vierem, temos que procurar as certas e confessar a Palavra. O problema é que as pessoas confessam certo na igreja, e saem achando que vão encontrar o dinheiro no chão, pode ser que no início nada mude, mas continue firme na confissão da esperança, que vai chegar um dia que o céu vai intervir.

Não seja contrário a Deus, deve ser triste para um pai que o filho acredite mais no vizinho do que nele, deve ser triste para Deus quando um crente acredita mais no diabo do que n’Ele. Não devemos ter dois pensamentos, devemos crer em Deus.

Em Josué 1.8 está escrito: Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido”.

Deus sabe a importância que tem a fala, por isso que Ele trouxe essa instrução, você precisa entender que falar é importante. Sua convicção deve ser no que Deus disse e não nas circunstâncias. Não cesse de falar, revise a sua confissão de fé. 

É possível viver bem mesmo em perigo de morte (Salmo 23), não tem mais derrota para você, alinha a sua boca à Palavra, que você vai viver bem nesses últimos dias.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA