Diga não ao aborto – PARTE 2

Postado em
1

por Luana Mayara

Olá pessoal, tudo bem com vocês? O texto de hoje é a segunda parte do tema Diga não ao aborto. Caso você não tenha lido a primeira parte, recomendo que você leia, desse modo, facilitando a sua compreensão.

De acordo com a ciência, a biologia, não há dúvidas de que a vida começa desde a concepção, no momento da fecundação nasce a vida, o ser humano. Portanto, o embrião é uma pessoa como qualquer outra, e tem o direito à vida, a condição de existência de todo ser humano. De fato, o direito à vida é um direito absoluto tanto do feto, como da mãe. Enquanto, que o Aborto é uma violação do direito à vida, é um crime contra o inocente.

Outro ponto nesse tema, é que alguns cristãos afirmam que não são contra o Aborto, mas, a favor da Legalização, por questão de saúde pública, como também, para diminuir a quantidade de abortos clandestinos. Tal pensamento é um equívoco, já é comprovado países em que o aborto foi legalizado, os números só aumentaram. É o que aconteceu na África do Sul, desde que foi legalizado em 1996 houve um crescimento de mais de 200% (Informação retirada do Livro O que você precisa saber Aborto do George Mazza).

A legalização do aborto também não é questão de saúde pública, aqui também, é verificado que no Brasil o número de morte de mulheres em decorrência de outras doenças (rins, coração e diabetes) é maior que o número de mortes por aborto. O fato é que não faz sentido ser cristão e ser a favor da legalização do aborto, assim como não faz ser crente e a favor da legalização das drogas. Por uma razão simples, são leis que autorizam comportamentos humanos contrários a Palavra de Deus.

Recentemente, uma jovem conversando comigo afirmou que apesar de ser cristã e contra o aborto, é a favor da legalização do aborto, que há inúmeros argumentos que comprovam a necessidade de tal prática, para resolver os problemas já mencionados.

No entanto, falei pra ela algo simples, que como filhos de Deus precisamos decidir de uma vez por todas de que lado estamos, da Palavra de Deus ou das argumentações que até “parecem” lógicas no sistema do mundo. Entre a Palavra e qualquer Direito que esteja contra o Caráter de Deus, verificado nas sagradas escrituras, vamos ficar com a Palavra.

A legalização do aborto autoriza o ato, então sou contra e ponto final. Serve apenas para enriquecer a indústria financeira que o custeia e para ludibriar a mente daqueles que não conhecem a Palavra, tornado normal o assassinato contra bebês.

Outro ponto que surge dúvidas na cabeça dos cristãos é no caso de bebês anencéfalos, que nascem sem o desenvolvimento cerebral completo. O que ocorre é que mesmo esse bebê em tamanha circunstância, e sofrimento continua sendo uma vida humana, uma pessoa que deve ter sua integridade protegida. Podemos pensar da seguinte forma, hoje, existem procedimentos científicos que detectam esse tipo de situação no ventre materno, mas, antigamente, não era assim, então, quando um bebê nascia ainda nessas condições, o correto não era matá-lo, e sim deixar que pudesse viver o máximo de tempo possível. Ninguém em sã consciência iria matar.

Hoje em dia, porque tem como constatar tal situação consente o aborto, permite-se que assassine a criança no ventre materno. Veja, aqui temos uma contradição, não é certo matar depois do nascimento, mas está tudo bem em realizar no interior do útero, sendo que a vida mesmo nessas condições já começou.

Mas, pra deixar a coisa ainda mais prática, quero que você que é cristão pense da seguinte forma “Deus é o autor da Vida”, então, ainda nessas condições vamos resguardar a vida. Não somos juízes para determinar o momento em que uma vida seja interrompida, portanto, mesmo os bebês nessa situação de anencefalia, que eles nasçam, e quem sabe eu e você não seremos o instrumento para levar a completa cura para essa criança, e ela se torne um grande testemunho da mão protetora e curadora de Deus. Primeiro, porque ela nasceu apesar das dificuldades, e depois porque foi curada.

Ainda que não aconteça dessa forma ou alguém pense que estou sendo romântica quanto ao assunto, sem considerar o sofrimento dos pais ao ter um filho nessas condições. O ponto crucial é que a vida é a nossa causa, sei que essas questões são delicadas. Ademais, temos casos no Brasil de bebês anencefálos que viveu até dois anos de idade.

Mas, para ter uma noção do que está acontecendo no mundo, em muitos países da Europa não existe crianças com Síndrome de Down, porque ainda no ventre foi detectado, e foi concedido por lei o direito de abortar essas crianças. É o que acontece na Islândia, praticamente 100% dos casos identificados resultam em aborto.

Então, senão formos radicais, iremos facilitar que cada vez a legalização do aborto de forma plena seja concedida, desse modo, em toda e qualquer situação devemos ser firmes: Não ao aborto!

Pois, quando uma situação de aborto em casos extremos é legalizada abre precedentes para que outras situações também o sejam. É o que acontece no Brasil, por exemplo, outras situações que geram demandas de luta pela aprovação do aborto: legalização do aborto até a décima segunda semana de gestação, e de bebês cujas mães estejam infectadas pelo vírus da Zika.

Uma vez que, se permite em uma situação específica, como por exemplo, casos de anencefalia no Brasil, muitas outras demandas surgem, é aquele ponto um abismo gera outro abismo (Salmos 42.7), às concessões cedidas permite que o aborto seja totalmente legalizado.

E para encerrar, não para esgotar o tema, porque esse assunto é bem amplo, o Aborto gera inúmeras consequências para a mulher, eis algumas: hemorragia, infecção uterina, existe evidências que fundamenta associação entre aborto induzido e câncer de mama, pode ocorrer perfuração uterina, correndo o risco de retirar o útero, taxas de envolvimento com o álcool e maconha, e comportamento suicida aumenta, e etc.

O que nós podemos fazer?

Entender que mesmo tendo uma cidadania terrena, somos principalmente embaixadores do céu, nossa cidadania prevalecente é a celestial, e nosso trabalho é orar pelas autoridades para que tenhamos uma vida mansa e tranquila. E votar corretamente no período eleitoral, escolhendo candidatos cujos princípios de forma geral sejam a favor da fé que professamos, tais como: da liberdade de proclamar o Evangelho, a favor da vida, da família tradicional e etc. Além disso, devemos orar pelas nossas crianças, pelas nossas famílias.

“Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito. Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador”  (I Timóteo 2.1-3).

“Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo” (Filipenses 3.20).

Podemos também pensar em como Igreja criar Equipes de Apoio a mulheres que passam esse tipo de situação. Orientar nosso povo de acordo com a Palavra de Deus.

Estudar, ler, se informar com as fontes corretas, ter cuidado com as notícias veiculadas. Assumir nosso lugar, como Povo de Deus, que estamos a favor da Palavra, a favor da vida e não da morte, e por isso dizemos: “Não ao aborto!”.

Recomendo que você encontre esse filme, baseado em uma história real de uma ex-ativista pró-aborto, que descobre o quanto os procedimentos são uma violência ao bebê.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Sou contra o aborto e ponto final.
    Assumo ser tbm tão romântica qto a propria escritora.
    Impor as mãos sobre qualquer dessas circustancias citadas no artigo e através de minhas mãos, em nome de Jesus essa criança ser curada .
    Jesus na cruz já levou TODAS fica de fácil entendimento para qualquer um “TODAS ” é assim que CREIO.
    Refletir bem a diferente entre a “morte” !
    O aborto legaliza “morte” dentro qdo “NINGUÉM ” está vendo pq se a mesma “morte” aos olhos dos outros é CRIME !
    Qdo ninguém está vendo ,fecha aspa aos olhos de Deus nada deixa de ser visto e que fique bem lembrado que Deus tbm conhece nossos pensamentos.
    Encerrando e NÃO esgotando ponto final .

DEIXE UMA RESPOSTA