Eliminando o lixo

Postado em
0

por Manoel Dias

A santidade vem do próprio Deus. Ele é santo por excelência e nós somos santos por influência. Santidade é a pureza absoluta. Deus nunca foi contaminado com nada, pois Ele sempre foi santo.

Na vida cristã, precisamos nos manter purificados. Estamos no mundo e ainda existem coisas contaminadas ao nosso redor. Deus não quer contaminação na sua vida e quer nos levar a um nível de pureza que nunca alcançamos antes.

“Por isso, cingindo o vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que vos está sendo trazida na revelação de Jesus Cristo. Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo. Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação […]” (I Pedro 1.13-17).

Parece que falar de santidade é uma coisa retrógrada, mas a mesma santidade requerida nos dias passados é requerida hoje.

 Quando meditamos na Palavra, estamos sendo limpos por ela.

“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus, aos santos que vivem em Éfeso e fiéis em Cristo Jesus, graça a vós outros e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor da glória de sua graça, que ele nos concedeu gratuitamente no Amado […]” (Efésios 1.1-6).

Ao escrever essa carta, ele já começa falando aos santos e fiéis. Aqueles que estão em Cristo, estão aptos para viver em santidade, mas sabemos que existem aqueles que ainda não estão vivendo isso. 

É tempo de proceder bem, de se confirmar com a Palavra e não se submeter aos caprichos do diabo. Tem gente na igreja e que está vivendo uma “meia santidade”, mas não queira estar no hall dos infiéis, e sim no dos santos. Tem muita gente querendo benção e que não está se submetendo a uma vida de fidelidade e santidade.

De onde procede essa santidade? Do nosso relacionamento com Deus, sendo tocados por Ele.

O que é mais importante? Estudar a Palavra ou tempos de comunhão com Deus em oração? Ambos são importantes, pois tem coisas que você pega pela Palavra e outras coisas pela comunhão.

A Bíblia afirma que Deus quer que participemos da santidade d’Ele. Sabe por que Daniel conseguiu ser diferente em sua geração? Porque decidiu firmemente não se contaminar com as iguarias da Babilônia. Ser consagrado é ser considerado santo para o uso exclusivo. Em I Pedro 2.9 fala que somos povo de propriedade exclusiva. Deus está dizendo: “Você é para o meu uso exclusivo e eu não vou dividir você com aquilo que não é santo”. 

Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas: com duas cobria o rosto, com duas cobria os seus pés e com duas voava (Isaías 6.2).

A santidade é um atributo moral de Deus. Nesse versículo acima, Isaías estava tendo um vislumbre e disse “santo, santo santo”, se dirigindo à trindade. Às vezes, a gente está querendo coisas gloriosas demais e Deus está dizendo que é preciso uma medida maior de santidade. Ele está querendo fazer algumas coisas em nosso meio, mas antes quer que estejamos debaixo dessa influência do Seu caráter. Santificai-vos!

Enquanto o mundo está relativizando, estamos cumprindo à risca a vontade de Deus.

O peso da presença e da glória de Deus, gera um temor que nos faz sentir tão pequenos… Essa pureza absoluta não pode ser machucada por uma vida contaminada. A adoração não pode ser de qualquer forma.

Eu declaro que esses dias, nesta nova série de ensinamentos em nossa igreja, chamada Sede Santos, vamos viver um despertamento pela Palavra, presença, consciência e pelo requerimento de Deus para sermos santos.

Existem áreas de nossas vidas que precisam de arrependimento e mudanças. Às vezes, a gente está bem, mas tem uma “gaveta” em nossa vida que precisa de ajustes. Ele está dizendo “sede santos” para todos, sem exceção. 

Vamos entrar em uma rotina de santificação diária, nada de encobrir ou de deixar de lado. Ainda temos lixos e Deus quer que removamos isso. Tem muita gente que não está ouvindo a voz do seu Pai, porque tem iniquidades em sua vida. 

Virá um rio purificador que vai lavar as intenções de cada coração. A santidade vem d’Ele! O Espírito Santo purifica e remove o que precisa ser removido. 

“Em todo tempo sejam alvas as tuas vestes, e jamais falte o óleo sobre a tua cabeça” (Eclesiastes 9.8).

Uma vida de santidade vai trazer o fluir do Espírito na sua vida e ministério. Vamos enxergar a beleza na santidade d’Ele!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA