Contadores de Histórias

Postado em
1

por Renato Gaudard

É muito bom ouvir alguém contando BEM uma história, o que é diferente de contar uma BOA história. Muitas vezes, ouvimos a mesma história de pessoas distintas e percebemos como traz sentimentos diferentes para quem ouve. Ao contar uma história, podemos  deixá-la boa ou ruim. Questione a si mesmo: quando você conta uma história como ela fica? Qual reação você provoca no ouvinte? Você é da fé, então você tem boas histórias para contar. Além de não falar negativamente, como nosso Ap. Bud nos ensinava, não conte histórias negativas. Se pergunte o que você tem causado nas pessoas que lhe ouvem. 

E diziam os homens de Israel: Vistes aquele homem que subiu? Pois subiu para afrontar a Israel; há de ser, pois, que, o homem que o ferir, o rei o enriquecerá de grandes riquezas, e lhe dará a sua filha, e fará livre a casa de seu pai em Israel. Então falou Davi aos homens que estavam com ele, dizendo: Que farão àquele homem, que ferir a este filisteu, e tirar a afronta de sobre Israel? Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?” (I Samuel 17.25-26)

Qual a atitude Davi para vencer o problema? Ele fez o que nenhum outro soldado havia feito, diminuiu o gigante! Ele só conseguiu vencê-lo porque o diminuiu, olha o que ele disse: “Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?(I Samuel 17.26).

Quer vencer os problemas que aparecem?
Diminua eles! 

Matar Golias não foi a primeira coisa que Davi fez, antes de matá-lo ele o diminuiu! Davi já tinha esse hábito em sua vida. Quando você aumenta o problema, você não engrandece a vitória, você dificulta ela!  Qual a atitude de Eliabe, o irmão de Davi, para com ele? Tentou diminuir Davi, mas enquanto isso, Davi diminuía o gigante. Você não tem que tentar diminuir ninguém, porém diminua o problema.

Quando você tentar diminuir o seu problema, aparecerão pessoas iradas, assim como acendeu a ira de Eliabe, irmão  de Davi. Se você fala fé, você vai encontrar gente que ficará irada, mas isso não irá lhe calar! Na versão Bíblia Viva, Eliabe chamou seu irmão Davi de convencido. Somos convencidos mesmo!

Por que será que Eliabe falou “eu bem sei”? Ele disse isso porque conhecia Davi. A história que Davi contava sobre suas vitórias, Eliabe já havia ouvido, o irmão convencido. As suas histórias de fé não devem se restringir ao púlpito, mas em casa, no seu dia-a-dia. Ficou fácil para Davi contar para Saul, pois ele já contava em casa. (I Samuel 17.34-35). “Já matei um leão e um urso, agora pois matarei o gigante, pois ele afrontou quem não deveria!” É assim que se conta uma história! 

Imagina se ele tivesse contado com drama, elevando o leão e evidenciando o desafio. Mas, pelo contrário, ele contou que resolveu o problema, sem drama, assim como os da fé! É assim que você deve contar suas histórias e anunciar os feitos do Senhor, porque você é da fé! Assim como Davi falou, “Eu feri, livrei e Deus me livrou”, é assim que vamos caminhar nessa parceiria com Deus. Enquanto você fere as obras do diabo, Deus lhe livra, socorre e sustenta. Deus sempre lhe conduz em triunfo. Assim, você vai acumulando boas histórias para contar, você terá um caminhão de boas histórias.

Conte histórias que trazem esperança, é você quem traz a memória e decide do que vai lembrar, você não é uma vítima ou refém do que acontece, você tem a capacidade de procesar os acontecimentos à luz da palavra como um homem e uma mulher de fé. 

Você foi chamado para contar algo: as maravilhas de Deus! Bom é render graças ao Senhor (Salmo 92.3-4, Salmo 145.6, Salmo 118.14-17). Davi conta os feitos do Senhor, “não morrerei, antes viverei e contarei os feitos do Senhor“, diz ele. Você vai viver com um propósito: contar e anunciar os feitos do Senhor, esse é o nosso chamado! Seja abençoado contando as obras grandes, tremendas e maravilhosas do Senhor na sua vida.

 

*Trechos da mensagem na Conferência de Ministros Sudeste em setembro de 2021. 

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA