Somos livres do pecado

Postado em
0

por Suellen Emery

Foi o sangue de Jesus que nos libertou e podemos viver livres do pecado. Isso o faz feliz? Saber que você não precisa se sujeitar ao pecado, viver segundo o que o mundo faz? Não somos mais escravos do pecado. Jesus pagou o preço. Nós fomos justificados. Fomos declarados justos para Deus. 

Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha” (I Coríntios 11.26).

Talvez, você não entenda porque nós celebramos a Santa Ceia. Mas a ceia é para nos lembrar do que Jesus fez por nós. Da justificação que Ele providenciou para nós. E é por isso, que hoje, nós temos acesso a Deus, vivemos na presença de d’Ele. Se você nasceu de novo essa é a sua condição. É por isso que precisamos ter cuidado para onde estamos indo, o que estamos fazendo com a nossa vida, porque você está na presença de Deus. Qualquer lugar, qualquer coisa que você for fizer, lembre-se: “eu estou na presença de Deus”. Você não precisa pedir licença, você está na presença d’Ele constantemente. Se tivermos essa consciência vamos deixar de praticar muita coisa na nossa vida, por causa da consciência dessa presença. E é por isso que celebramos a ceia do Senhor.

O fato de estarmos comemorando esse sacrifício, nós estamos anunciando a morte do Senhor até que Ele venha. Isso o que fazemos, fazemos em memória dele.

Romanos 3.21-22 diz: “Mas agora, sem lei, se manifestou a justiça de Deus testemunhada pela lei e pelos profetas; justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo, para todos [e sobre todos] os que creem; porque não há distinção”.

Os pecados deles não eram apagados, mas os sacrifícios de animais cobriam o pecado deles. Hoje nós não precisamos mais fazer nenhum sacrifício da Velha Aliança, nós estamos em uma Nova Aliança a partir do momento que Jesus foi crucificado e ressuscitou, mudou a nossa condição. Qualquer um que crê, se torna povo de Deus, a igreja de Deus nesta terra.

Nós somos justificados pela fé, pela fé nesse sacrifício. Se você crer, se tornará justo diante de Deus. 

“Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus, a quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça, por ter Deus, na sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos” (Romanos 3.23-25).

Não é mais por causa de sacrifício de nenhum animal, mas é por causa do sacrifício que Jesus fez. Jesus sofreu antes de ser crucificado, morreu, sofreu tudo isso por causa de mim e de você, para nos justificar. O que fazia no velho testamento com os animais era apenas um paliativo, não resolvia a causa. Era só para cobrir o pecado deles por alguns meses e depois tinha que fazer tudo de novo. Mas, agora, por causa do sacrifício de Jesus, nós não precisamos mais fazer todo ano um sacrifício, não precisamos de animais para nos justificar, Jesus fez isso de uma vez por todas e está resolvido o problema do pecado. A nossa dívida com Deus foi paga através de um justo: Jesus Cristo. Se nada de bom acontece na sua vida, lembre-se de que alguém morreu por você.

Às vezes, a gente despreza esse sacrifício e demora demais a trazer à memória aquilo que nos dá esperança, a nossa salvação. E vivemos dias de sofrimento por falta de consciência daquilo que foi feito por nós. Mas, quando você conhece o que foi feito por você, não tem como você não ser grato a Deus, porque Deus enviou o seu filho para morrer em nosso lugar e nos justificar. 

Nós podemos viver uma vida sem pecar, porque não somos mais escravos do pecado, nada mais me obriga, ou me domina, a fazer algo errado. O pecado não tem mais domínio sobre a nossa vida. Mas, muitas vezes, o diabo nos mantém presos e escravos do pecado, por causa da falta de conhecimento. Não basta só ter feito o sacrifício, mas precisamos conhecer para podermos andar nessa liberdade. 

Deus condenou o pecado, Ele não condenou o pecador. Sua família, seus amigos, são ainda praticantes do pecado Deus não está condenando eles. Ele ama o pecador. Deus amou você, quando você estava daquele lado, praticando o pecado. Todos pecaram, mas graças a Deus por Jesus Cristo que pagou esse preço por nós e nós podemos viver a nossa eternidade com Deus. 

Todo mundo é eterno, não importa se é crente ou não, agora onde nós queremos passar a nossa eternidade? Porque depois que esse mundo passar, viveremos em outro mundo, em outra terra. Vamos continuar vivendo, mas em uma nova terra que está sendo preparada para nós. Porém, só vai entrar quem foi lavado no sangue do Cordeiro. Por isso, precisamos pregar para a nossa família, nossos amigos. E eles precisam ter a oportunidade de escolher onde querem passar a eternidade deles. 

“Tendo em vista a manifestação da sua justiça no tempo presente, para ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus. Onde, pois, a jactância? Foi de todo excluída. Por que lei? Das obras? Não; pelo contrário, pela lei da fé” (Romanos 3.26,27).

Pode ser que na velha aliança, alguém não tivesse condições de fazer o sacrifício, mas hoje todos nós podemos ser justificados, por um preço já pago. Jesus pagou por nós. É de graça e é pela fé.

Lemos em Romanos 3.28  que “Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, independentemente das obras da lei”. Em Romanos 5.1-2  diz: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo; por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus”.

Não temos mais culpa diante de Deus. Nós temos paz com Deus. Houve uma trégua. E estamos diante de d’Ele, vivendo com Ele, e podemos desfrutar de tudo que é nosso direito nessa aliança por causa do sacrifício de Jesus.

Conforme Isaías 53.3-12Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso. Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos. Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro; e, como ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca. Por juízo opressor foi arrebatado, e de sua linhagem, quem dela cogitou? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; por causa da transgressão do meu povo, foi ele ferido. Designaram-lhe a sepultura com os perversos, mas com o rico esteve na sua morte, posto que nunca fez injustiça, nem dolo algum se achou em sua boca. Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do Senhor prosperará nas suas mãos. Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniquidades deles levará sobre si. Por isso, eu lhe darei muitos como a sua parte, e com os poderosos repartirá ele o despojo, porquanto derramou a sua alma na morte; foi contado com os transgressores; contudo, levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu”.

Isso foi Deus dizendo o que iria acontecer no futuro, mas para nós isso já é uma realidade. Isaías estava profetizando, mas isso já aconteceu. Ele sofreu, ele recebeu açoites, ele ficou despido, apanhando, injustamente. Naquele momento ele estava assumindo a nossa culpa. O que era para nós passarmos, Ele passou em nosso lugar. Não que Deus tivesse prazer em fazer isso com Jesus, mas fazia parte no plano dele fazer tudo isso, vir a terra e morrer. Jesus não veio para ser apenas um bom exemplo, ele veio para morrer crucificado, para morrer em nosso lugar.  A posição de Jesus é de nosso salvador, e ele está intercedendo por nós. Por isso que você pode viver uma vida livre de doença, você pode exercer sua autoridade sobre o diabo, porque Jesus venceu e nos deu autoridade. 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA