Sacerdotes do lar – Parte 5

Postado em
1

blog_dentro_sylviaNós precisamos chamar à existência aquilo que nós queremos. Deus nos estabeleceu para representá-Lo aqui na terra como autoridade. Temos o poder de colocar ordem na bagunça.

Nós ficamos livres da maldição, mas não da benção. De acordo com a Bíblia, se obedecermos a Palavra, as bênçãos nos perseguirão e nos alcançarão.

Homem, abençoe a sua casa, sua esposa e seus filhos com as suas palavras. Declare que eles serão frutíferos em tudo o que fizerem. Você precisa ser melhor a cada dia. Aquela lei de se reproduzir segundo a sua espécie funciona.

Você não pode reproduzir nada melhor do que você. Seja referencial. O que você é seus filhos vão ser. Porque você os ensinou com a sua vida, atitudes e exemplo, eles o seguirão.

Talvez você pense: Eu queria tanto que a minha esposa fosse espiritual.

Você já a chamou para orar junto com você quantas vezes?

Deseja que ela seja espiritual?

Quando ela lhe chamar para ir ao culto, vá com ela.

Como nós podemos mudar as coisas ao nosso redor? Mudando a nossa boca, a forma de falar.

Deixe-me lhe perguntar algo: Seu carro anda sem gasolina? Com certeza não! Da mesma forma, a sua esposa não anda sem boas palavras.

Homens, levantem a sua esposa, encham o tanque dela com palavras que alegram o coração dela. Reconhece quem ela é para você. Ela lhe agüenta, amado. Eu sei que você a agüenta também.  Mas, reconhece que ela lhe suporta mesmo quando você não é a pessoa mais amável do mundo. Amados, eu casei e levei a sério aquela frase que diz: “Até que a morte nos separe…”

Foi assim que você disse quando fez seus votos diante de Deus?

Eu disse: “Pai eu nunca vou me separar do meu marido”. Mas, irmãos, há muitos anos atrás eu e meu marido passamos uma fase tão ruim que eu falei para Deus: “Senhor, para eu não me separar é melhor eu ir para o céu”. E não era bom ficar casada com ele naqueles dias.

Éramos novos convertidos, não tínhamos a Palavra ainda tão forte dentro de nós e foi horrível viver com ele nessa época, ele trabalhando muito na Polícia Federal, em especial, na área de entorpecentes. Isso o levou a ficar tão embrutecido neste tempo, tão duro que eu tive vontade de ir embora.

Algumas vezes, eu olhava para a mala, mas lembrava do que havia dito ao Senhor: Até que a morte nos separe e ficava firme. E esperava o Senhor ensiná-lo a ser melhor. Eu orava: Senhor lide com Ele, cuide dele, pois é seu filho. E sabe que a nossa oração funciona?

Ele respirava Policia Federal e vivia impregnado daquele ambiente. Um dia, olhei para ele e Deus colocou uma compaixão tão grande no meu coração. Ele vinha tão cheio de cargas. Eu chamei pedi que fosse tomar um banho e relaxar um pouco. Ele foi tomar o banho e enquanto isso fiquei orando por ele: Senhor tira toda carga, trás refrigério sobre ele… Intercedi por ele um tempo.

Quando ele voltou, eu estava chorando e Deus ministrou ao coração dele. Ele veio chorando e me pediu perdão. Falou: Me perdoe por ter não apenas chegado dessa forma, mas por ter estado dessa forma nesses últimos meses. Perdoe-me por não está discernindo o tempo. Deus ministrou ao coração dele e as coisas se ajeitaram.

Irmãos, eu me recusei a envergonhar o nome do Senhor me separando do meu marido. Eu teria meus motivos nessa época. Ele era um homem de Deus, mas não era perfeito. Deus me fez ficar firme até o fim. Em todo o tempo juntos, aprendemos muito um com o outro e escolhi o certo: Ficar com ele até o fim.

Sempre que o Ap. Bud Wright celebra casamentos, ele diz: “Casamento não é como sapatos, se aperta você joga fora”. Não é mesmo! Casamento é para sempre. Doendo no calo, apertando ou não, é para sempre! Então, é melhor cuidar bem.

Mude a sua forma de proceder. Coloque ordem na sua casa e faça da sua família um referencial. Não defraude seu casamento. Honre ao Senhor e isso não é apenas com seu dizimo. Não deixe o sol se pôr sobre a vossa ira. Não deixe o diabo entrar na sua vida e da sua família.

Deus nos ama e nos corrige porque nos ama.

Quando tem alguém pegando no teu pé, é o Senhor está lhe dizendo: Eu te amo!… Quando tem alguém – aqueles crentes chatos que lhe visitam de repente ou o pastor que está sempre atento a você – lhe dizendo: rapaz, anda corretamente! Se ajeita, tenha vergonha na cara, mude!… é o cuidado de Deus pela sua vida.

Enquanto tem pessoas lhe corrigindo, se alegre! Porque é Deus dizendo: Eu ainda te amo! Ainda acredito em você e ainda estou me importando com essa história.

Mas, no dia em que o silêncio acontecer, ficou séria a sua situação. Mas, Deus ainda está falando com você. Isso quer dizer que ainda tem jeito.

Arrume seu caminho, cresça, se aplique a Palavra. Você é cabeça, é o sacerdote. Sua família depende muito da sua postura e das suas ações. Se errou, se arrependa! Mude de direção, porque o perdão de Deus lhe alcançou. Seja uma benção para a sua casa!

1 COMENTÁRIO

  1. Querida Sylvia,
    Louvo ao Senhor por sua vida!!!
    É muito bom ouvi-la, ler os estudos publicados que tem tem edificado centenas de mulheres e famílias, não tenho dúvidas quanto a isso.
    Quero lhe dizer que lhe admiro muito e que vc é um referencial para minha vida.
    Não demore a voltar em São Luís-Ma. estamos com saudades de vc.
    Um beijo carinhos.
    Te amo querida irma!!!

DEIXE UMA RESPOSTA