Santos por escolha

Postado em
0

por Thiago Borba

“O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino” (Provérbios 1.7).

O temor do Senhor precisa crescer na nossa vida. A volta d’Ele é iminente. Precisamos estar cada vez mais convictos disso. Eu não estou temendo a Deus com medo de um raio cair na minha cabeça, não é isso. Eu ando em temor porque quero o que Deus tem para mim. O Senhor quer lhe dar respostas e livramentos, inclusive para seus familiares, mas a vida distante de Deus pode nos deixar longe dessas coisas.

Nós somos santos sim, por natureza, mas nós devemos também ser santos por escolha.

Ser santo é ser separado, ou diferente de outras pessoas. É a presença do Espírito Santo que nos torna santos. A presença do Espírito Santo está dentro de você. Isto faz a diferença em você. 

Estamos vivendo um tempo precioso na igreja, mas precisamos nos santificar mais. Quanto mais a gente anda em santidade, mas consegue desfrutar do Senhor. Tem coisas que Deus vai fazer aqui, mas precisamos nos santificar.

“Pois virá o tempo em que as pessoas já não escutarão o ensino verdadeiro. Seguirão os próprios desejos e buscarão mestres que lhes digam apenas aquilo que agrada seus ouvidos” (II Timóteo 4.3).

Ele nos chamou para sermos separados em uma categoria diferente e viver de uma forma diferente das outras pessoas. Deus não quer lhe dividir com ninguém e não quer lhe dividir com o pecado. Você é propriedade d’Ele. Nós não podemos servir a Deus e ao pecado. Não podemos viver com um pé no mundo e o outro na igreja. 

O nosso espírito nos alerta dessas coisas por dentro, mas se a nossa consciência está cauterizada, arranjamos desculpas para justificar o nosso erro, porque é mais fácil arranjar desculpa do que se arrepender.

A gente precisa selecionar bem as pessoas que vão nos influenciar. Eu não quero andar com pessoas que vivem pecando… Eu quero ser encontrado fazendo a vontade de Deus quando Jesus vier. Eu não quero ser encontrado fazendo a vontade da minha carne.

“Tudo isso é ainda mais urgente porque vocês sabem como é tarde; o tempo está se esgotando. Despertem, pois nossa salvação está mais próxima agora do que quando cremos no início” (Romanos 13.11).

Na bíblia, lemos muito sobre pessoas que fazem parte da igreja, mas das quais devemos nos separar. Se afaste de quem está andando em desvio com relação à Palavra. São pessoas no meio da igreja, as quais Paulo fala para nos afastarmos.

“Não se deixem enganar pelos que dizem essas coisas, pois “as más companhias corrompem o bom caráter” (1 Coríntios 15.33).

“E agora, irmãos, peço-lhes que tomem cuidado com aqueles que causam divisões e perturbam a fé, ensinando coisas contrárias ao que vocês aprenderam. Fiquem longe deles” (Romanos 16.17).

A gente não pode andar com quem anda em pecado, pois isso pode contaminar a minha e a sua vida. Você não vai conseguir viver uma vida santa andando com gente carnal (leia I Tessalonicenses 3.6-12).

O pecado é contagioso. A prática do pecado pode ser estimulada pela influência. A fé vem pelo ouvir. Se afastar da fé também vem do dar ouvidos. Um crente que insiste no pecado deve ser tratado como pecador. 

A gente não anda com pecadores, mas a gente os influencia. Escolha bem com quem você está andando. Escute bem a quem você está dando ouvidos. Não se acostume com o que é errado. O que é pecado é pecado! A Palavra não muda! Passarão céus e terra, mas a Palavra do Senhor não passará.

Algumas pessoas não têm o mesmo desejo de santidade que eu e você temos. Ao verem a forma que você fala e como você vive, algumas pessoas vão se aproximar de você, por ver a sua diferença.

Sabe, a sua vida de santidade vai atrair pessoas para Jesus. As pessoas vão olhar para você e ver uma categoria diferente. Quanto mais a gente se santifica, mais vai ter convicção do Espírito Santo dentro de nós. Eu estou falando isso com muito cuidado, para que você não me entenda mal. Vai ter gente que vai precisar até cortar algumas relações que têm influenciado para um caminho danoso.

Às vezes, é melhor sofrer por um caminho doloroso, do que comprometer a nossa santidade.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA