Nossa missão é orar!

Postado em
0

por Larisse Farias

Recentemente, voltei a estudar a 1ª carta de Paulo aos coríntios e o tom de exortação e ensino dela tem me trazido especial atenção para a nossa tarefa como Igreja do Senhor. O que isso tem a ver com missões? Bem, vamos descobrir juntos. 

Um dos versos que mais fala comigo sobre o chamado missionário de Deus para a Igreja está no livro de Atos: “Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra” (capítulo 1.8). Essa é a nossa missão como Corpo de Cristo! Dentre os vários significados da palavra “missão”, no dicionário Michaelis, um deles pode explicar melhor sobre o que vamos trazer aqui: “Aquilo que se tornou responsabilidade de alguém; compromisso imposto ou adquirido, obrigação”.

No capítulo 2 de Atos, vemos que o revestimento de poder veio através do Espírito Santo e se lermos com atenção o capítulo 1, podemos perceber que algo acontecia de forma contínua entre os discípulos antes que o dia de Pentecostes acontecesse: eles estavam unanimemente perseverantes em orações e súplicas!

Havia um compromisso entre os discípulos em manterem-se unidos, buscando juntos o cumprimento da promessa daquele Homem que eles conheceram tão de perto. A oração os manteve conectados com a promessa de Jesus e assim aconteceu. As orações e súplicas daqueles discípulos refletiram também nas nossas vidas. Ora, Paulo, assim como nós, não estava presente no momento do Pentecostes, mas ele foi alcançado por esse poder vindo do Espírito e compreendeu o caminho para que ele mesmo pudesse ter acesso a esse poder e cumprir, assim, a sua missão: pela oração! 

Ao ler os primeiros capítulos da 1ª carta aos coríntios, vejo o cuidado de Paulo na exortação para sermos íntegros no testemunho de Cristo, não apenas pregando através de palavras, mas também pela demonstração de poder por meio dos dons espirituais. De fato, ele está falando para uma igreja que está vivenciando algumas divisões sobre como manter a unidade em Cristo. Porém, o que quero chamar atenção nos dois primeiros capítulos é para o lugar de unidade que Paulo está nos guiando.

Ele está nos ensinando sobre estar no Espírito; sobre conhecer a profundidade dos mistérios de Deus através do Espírito Santo. Ele está nos falando sobre uma vida de oração e comunhão. 

No primeiro parágrafo, falei que um dos significados de missão é “aquilo que se tornou a responsabilidade de alguém”. Bem, como cristãos, testemunhar Cristo até os confins da terra se tornou a nossa responsabilidade, independente se faremos isso a partir da nossa cidade ou se iremos sair pelo mundo. O fato é que TODOS NÓS recebemos o poder do Espírito com o objetivo final de alcançar os confins da terra. E como alcançaremos o mundo? Uma das formas mais poderosas é pela oração! 

“Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu,e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus” (1 Coríntios 2:9-11).

A oração é o caminho para termos acesso ao que está nas profundezas de Deus. Essa é uma promessa que o nosso Pai está cumprindo até hoje (e continuará até a consumação dos séculos). Podemos conhecer aquilo que é conhecido por Ele com o propósito de cooperarmos com o Senhor em tudo.

Quando penso na obra redentora de Cristo, penso no profundo amor de Deus pela humanidade; no quanto Ele deseja que todos sejam salvos; no Seu imenso desejo de se revelar à Sua criação como um Pai aos filhos. Esse pensamento me ensina que pela oração posso conhecer a vontade de Deus de se revelar aos povos nos lugares mais remotos deste mundo e mover o Espírito para demonstrar-lhes a sabedoria e o poder que nós mesmos conhecemos e vivemos.

Pela oração, posso ser socorro para um missionário que está em campo; posso cooperar para transformar vidas por causa da intercessão; posso receber a revelação da necessidade de um povo e ser resposta. O Espírito Santo pode nos guiar e nos levar aos confins da terra pela oração e assim podemos cumprir a nossa missão e dar continuidade ao livro de Atos até que Jesus venha.

A oração não é a única forma de cumprirmos a nossa missão como Igreja do Senhor, mas, com certeza, é uma das formas mais poderosas para manifestarmos o amor pelos povos em todas as nações. A minha oração, neste momento, é que você possa ir longe na sua missão e ser resposta de Deus até os confins desta terra!

 

Larisse Farias
*Colaboradora da Agência de Missões Verbo da Vida

 

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA