Conselhos missionários – Parte 1

Postado em
0

pela Agência Verbo da Vida de Missões

Gostaríamos de compartilhar com vocês alguns conselhos dos nossos missionários agenciados que estão servindo em várias nações. Cremos que tais conselhos não só edificarão aqueles que têm chamado missionário transcultural, mas todos os que amam missões e servem na igreja local. Abaixo, confira alguns deles:

Flexibilidade – Não seja tão rígido quanto à execução da visão que Deus te deu. Muitas vezes será necessário tomar alguns desvios de rota (ou atalhos), mas os planos e os sonhos de Deus, o alvo final, não serão frustrados.

Planejamento A Bíblia é clara em nos instruir quanto a um bom planejamento. Tenha alvos de curto, médio e longo prazo. Avalie os seus alvos continuamente e se preciso for ajuste o planejamento, afinal de contas qual é o Rei que vai a guerra sem antes calcular o preço?

Seja guiado pelo Espírito Busque a direção de Deus clara para todos os passos que for dar, pois no momento da pressão a Palavra que Deus disse é a única coisa que vai lhe manter firme.

Conexões Divinas O campo missionário pode ser um local isolado. Ao mesmo tempo que estamos cercados de pessoas, geralmente não são muitos os amigos. Não se isole, procure amizades sinceras, crie relacionamentos. Mais dia menos dia você irá precisar de um ombro amigo.

Você foi chamado para levar a Palavra de Deus, não a sua cultura – Todos vivemos uma experiência maravilhosa em nosso país e em nossa igreja local, mas nem tudo se aplica ao campo missionário. Respeite a cultura em que será inserido, gaste tempo observando e aprendendo. Existem várias formas de dizer a mesma verdade, a Palavra. Dizer a coisa certa da forma errada irá fechar portas.

Não se esqueça das suas raízes Você não será mais a mesma pessoa. No campo missionário, aos poucos você vai se inserindo no contexto em que atua e sem nem perceber já está esquecendo algumas palavras da sua língua nativa. Isso é normal. Dito isso, não se esqueça de suas raízes, de quem você é, pois foi naquele lugar e com aquele coração, que Deus te achou fiel e digno do chamado.

Não esqueça de ser feliz O campo missionário não pode se tornar um fardo. Lembre-se de fazer algo que goste, assista filmes, pratique esportes, lembre-se de ser feliz.
(Gleison Cabral – Leiria/Portugal)

Decisões – Nunca tome decisões em meio a pressão, elas geralmente te conduzirão a  erros irremediáveis.

Convicção – Consulte sempre sua convicção, ela é que te manterá firme no campo nos momentos mais difíceis!

(Márcio Butilheiro – Porto/Portugal)

Emoções e sentimentosMantenha sua alma submissa a Palavra de Deus.

No campo missionário é muito importante guardar o coração de sentimentos que podem te tirar da visão.

(Freddie Cardoso – Eindhoven/Holanda)

 

1) Pode ser que demore bastante tempo pra você entender bem o povo. Às vezes muitos anos. Então, dê esse tempo para você e para eles. Não se sinta pressionado a ganhar milhões almas em 1 ano. Gaste tempo com o povo e depois disso sua influência será mais efetiva.

2) Ame mais o povo do que a obra. A obra é para ajudar o povo, que você amou primeiro, a crescer. Deus é o Senhor da obra. O povo não é apenas números na estatística, cada vida é preciosa.

3) Cuide bem da sua saúde emocional. Sem você ‘inteiro(a)’ não existe missão.

(Bianca Batalha – Gatineau/Canadá)

Sirva a todosMesmo antes de chegar no campo missionário sirva a todos. Jesus, o nosso maior exemplo, serviu o tempo todo, como mostra em Marcos 10:45:

“Pois nem mesmo o Filho do Homem veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” (NVI)

(Katy Ramalho – Maputo/Moçambique)

1) Quando chegar não se apresse em dizer as coisas sem antes observar a missão e o ambiente novo;
2) Seja Flexível;
3) Tenha um relacionamento sincero com os nacionais, pois com certeza na hora certa, eles serão a sua família naquela nação.

(Leide Andrade – Huambo/Angola)

Não tenha pressa, um país não se ganha em um dia, celebre as pequenas vitórias e siga em frente!

(Luciana Princi – Paris/França)

 

Ame a Deus, ame as pessoas, leve a sério o chamado de Deus, mas não se leve muito a sério. Se você tem filhos, cuide deles. Não espere deles o que você levou anos para cultivar ouvindo a Palavra e andando com o Senhor. Só porque você pode tolerar algo não significa que seus filhos podem. Divirta-se com eles e aprecie-os, pode ser que eles alcancem mais pessoas que você.

Ame, ajude e aprecie os outros missionários que o Senhor enviou a essa nação, alguns deles se tornarão sua família. Ria muito e ria sempre, sabendo em Quem você creu e que Ele é fiel.

(Alexandra Fleege – Paris/França)

1) Nunca queira mudar a cultura ou hábitos da nação que você está sendo enviado, você tem que fazer a diferença, isso é uma ferramenta para construir amizades e ganhar eles para Cristo;

2) Um povo (um missionário) sem uma visão ele perece, tenha certeza que foi Deus que te chamou para esta nação, não faça nada pela emoção. Fazer missões não é turismo;

3) Seja uma grande bênção, ou seja, envolva-se na sua igreja local, nos departamentos, o que chegar em suas mãos faça tudo com excelência. Você tem que dar certo na sua igreja local para dar certo na nação que você vai;

4) Tenha sua vida em oração, leitura da Palavra, meditação, isso vai fazer você ter sensibilidade de ouvir a voz de Deus, para dar novos passos e avançar com a visão de Deus para a nação.

5) Se for possível estudar, faça uma universidade na área que a nação está necessitando, isso vai trazer mais amizade e também recursos na área financeira;

6) Paciência e perseverança andam juntos, a obra é Dele, você é um canal para levar as Boas Novas de alegria, tem um povo chamando pelo seu nome. Eita Glória!

7) Fazer missões é um privilégio, ou seja, um luxo de ser usado por Deus para libertar aqueles que estão oprimidos pelo o inimigo;

8) Não deixe as pressões ou outro tipo de situação apagar o fogo da nação que você foi enviado, importante é manter acesa a chama que estava desde o início;

9) Rhema, Escola de Ministros e Escola de Missões são grandes oportunidades de você adquirir conhecimento para preparar a sua bagagem, mas é a prática que vai te levar para lugares onde você nunca esteve;

10) Forte abraço da Missão Chile! Cada informação dada, por cada missionário, é uma ferramenta para avanço no campo missionário.  

(Ernani Franco – Chillán Chile)

“A pressa que Deus tem em alcançar os perdidos não será maior que a negligência de te enviar neófito ao campo missionário.” Deus me disse isso quando descobri que tinha o chamado missionário e já estava querendo deixar tudo, mas sem estar preparado, sem ter feito conexões divinas, sem dar fruto digno de exportação.

(Pr. Leo Lima – Buenos Aires/Argentina)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA